Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Gostam? Eu não.

Mas posso vir a gostar. Não sei... ainda não lhe apanhei o gosto.


Este é o logótipo da candidatura de Portugal e Espanha à organização do Mundial de futebol de 2018 ou 2022.

Das seis propostas - três portuguesas e três espanholas – esta foi escolhida por consenso.

A ideia é da “Eurorscg Arquitectura e Design”, que também criou o logo do Euro 2004.

 

O representante da empresa diz que se inspiraram na obra do espanhol Joan Miró e do português José de Guimarães. Eugénio Chorão explicou que a imagem da candidatura nasceu através de um «solução expressa nas bandeiras portuguesa e espanhola», pois fez-se «uma fusão das cores de ambas para desenhar o mundo».

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 15:51
link do post | comentar
37 comentários:
De Anónimo a 29 de Outubro de 2009 às 16:14
acho um bocado mau...

agarram-se demasiado às bandeiras dos dois países...

e depois..aqueles números ali no meio... ficam um bocado esquisitos



pode-se aceder a uma revisão histórica dos logótipos em

http://www.logodesignlove.com/fifa-world-cup-logo-designs

parece-me q sai da linha tradicional...


Ricardo Martins


--
De Luís Castro a 29 de Outubro de 2009 às 17:14
Sim, realmente é diferente.
Mas nada apelativo.
Não fica na retina; não estimula; não prende:
Parece tinta a escorrer... lembra sangue...
LC
De Sasha a 29 de Outubro de 2009 às 17:26
Eu gostei muito!
Achei a ideia da fusão das bandeiras, ainda que não original, bem feita e a forma mais fácil de conciliar ambos os países sem beneficiar nenhum dos dois.
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:02
Sim.
O que já não acontece com o número dos estádios .
Bj
LC
De Nuno Alves a 29 de Outubro de 2009 às 17:46
Eu também não gosto! E acho muito difícil vir a gostar. Parece o desenho de uma criança. Apesar do conceito, está demasiado simples.

Abraço Luís!
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:04
É pouco criativo, em minha opinião.
Ab.
LC
De Cláudia a 29 de Outubro de 2009 às 20:08
É diferente e, talvez por isso, goste. Não me apaixona, mas gosto.
Bj.
C.
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:07
A mim tb não me apaixona.
Eu gosto de paixões!!!
Bj
LC
De Cláudia a 30 de Outubro de 2009 às 21:12
Pode ser que primeiro se estranhe e depois se entranhe! :-)
Bj.
C.
De Luís Castro a 31 de Outubro de 2009 às 21:37
E alguém que se amanhe!!!
Bj
LC
De Cláudia a 31 de Outubro de 2009 às 22:12
:-)
Bj.
C.
De Luís Castro a 31 de Outubro de 2009 às 22:22
Bom fds.
LC
De Cláudia a 31 de Outubro de 2009 às 23:33
Obrigada e igualmente.
A minha pobre alma Benfiquista está dorida. :-)
Bj.
C.
De Luís Castro a 2 de Novembro de 2009 às 16:02
Estás melhor???
LC
De Cláudia a 2 de Novembro de 2009 às 16:14
Bom, para falar verdade, nem por isso! LOL Mas obrigada. :-)
Bj.
C.
De Luís Castro a 2 de Novembro de 2009 às 16:36
=:-)»
LC
De Cláudia a 2 de Novembro de 2009 às 16:40
:-)
Bj.
C.
De Joana a 29 de Outubro de 2009 às 20:48
É o mal de "inventar", porque é que esta gente não fica quieta em vez de fazer o que não sabe...
Péssimo logo, tu achas que podes vir a gostar eu tenho a certeza que comigo esse milagre não vai acontecer. (mais facilmente acredito que a Fátinha vai voltar a levitar para uns quantos estrábicos :D )
Não faz sentido nenhum, grafismo péssimo e sem sentido, a justificação dada não é suficiente para um resultado de tão mau gosto !
Hoje estou de mau humor ... peço desculpa ! lol
Beijo
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:13
Já notei...
Bj
LC
De Virgínia a 30 de Outubro de 2009 às 08:38
Bom dia Luís
Eu não gosto mesmo nada, nadinha deste logotipo.
A ideia de fundir as cores das bandeiras e o desenho do mundo (ou uma bola), é razoável.
Agora o que não gosto é de ver o mundo (bola) esfarrapada e com aquelas côres aguarelas/desmaiadas; é péssimo.
O logotipo não tem força, não é agressivo nem representativo de um jogo com duas dúzias de homens fortes de 'barba rija'.
Beijos
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:37
Por outro lado,
uma bola de futebol com aquelas cores edaquele desenho até poderá ser interessante.
Bj
LC
De Pedro Oliveira a 30 de Outubro de 2009 às 08:57
Parece a cabeça de um papagaio.
A arte é a transmissão de emoções , se no do 2004 me "apaixonei" logo à primeira, este nada me fez sentir.Pode ser como dizes, vamos aprendendo a gostar,provavelmente em dezembro de 2010 gostaremos mais...
abraço
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:42
Talvez lá pra 2045...
LC
De Alexandrina Areias a 30 de Outubro de 2009 às 09:53
Sinceramente, acho um logotipo no mínimo estranho... não gosto nem um pouco... realmente aquela cor vermelha a 'escorrer' faz mesmo lembrar sangue... depois aqueles números, numa 'espécie de folha' também não ajudam nada... São gostos...
Desejos de um bom dia para o Luís!
Beijos,
AA
De Luís Castro a 30 de Outubro de 2009 às 21:53
É minimalista.
Obrigado e igualmente.
Bj
LC
De António a 30 de Outubro de 2009 às 10:24
Eu por acaso também não gosto!
Não gosto da estética! É complexo e existem para ali umas transparências um bocado m(r)anhosas que nada têm a ver com o conceito de logótipo!
Mas prevejo que vamos levar com ele em doses maciças durante os próximos tempos e acabaremos por nos habituar e quiçá até gostar!
Um Abraço!
António
De Luís Castro a 31 de Outubro de 2009 às 21:28
Talvez.
Ab.
LC
De Azoth a 30 de Outubro de 2009 às 18:59
Já tenho visto bases para copos manchados com várias cores devido às cores das várias bebidas e sumos que por lá ficaram derramadas. Este parece-me uma base manchada de PisangAmbon, vinho tinto, groselha, licor de ovos e uns restos em branco que se salvo da cor da base original. Vá-se lá a ver sou eu que estou com os copos. Ip! ; )
De Luís Castro a 31 de Outubro de 2009 às 21:32
Ehehehehehehehehe!!!!
Ehehehehehehehehe!!!!
E mais:
Ehehehehehehehehehe!
Eheheheheheheheheheh!

Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds