Sábado, 28 de Novembro de 2009

Imagens do acidente em Lisboa

Vídeo imediatamente após o embate.

 

"Estava a fumar um cigarro quando tudo aconteceu... ainda se vê Mário Mendes a ser retirado do carro."

                                                            Autor das imagens  

 

 

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 13:21
link do post | comentar
26 comentários:
De anónimo a 28 de Novembro de 2009 às 14:04
um acidente estúpido , felizmente sem mortes.

É criminoso andar na Av. da liberdade a velocidades tais que deixam os carros neste estado.

São governantes? pior ainda.

A ser verdade o que se lê nos jornais, o sujeito ia atrasado para uma tomada de posse e não matou dois peões por centímetros Matar duas pessoas porque vai atrasado para uma tomada de posse? Mas que gente é esta que nos des )governa? Pior: é da administração interna, que tutela a segurança rodoviária.
A outra viatura é o carro oficial do presidente da A.R ., segunda figura do estado, que ia à mesma velocidade.

Um despropósito completo. Estes sujeitos deviam ser demitidos de imediato, mesmo sendo o motorista a conduzir.
Temos o que merecemos.

As melhoras aos feridos.
De António Manuel Dias a 28 de Novembro de 2009 às 16:16
Concordo. Quem anda a esta velocidade dentro de uma cidade é criminoso e -- porque não podem ser tomadas as acções penais -- pelo menos deveria haver consequências políticas. Mas vivemos num país em que quem manda pode fazer tudo.
De Luís Castro a 28 de Novembro de 2009 às 20:41
Visto.
LC
De Luís Castro a 28 de Novembro de 2009 às 20:39
Visto.
LC
De anarobalo a 28 de Novembro de 2009 às 18:52
Olá Luís,
bom concordo com o que foi dito, por algum motivo existe um código da estrada e, nele algo muito importante que, muitas vezes as pessoas se esquecem - limites de velocidade -, nada justifica velocidade excessiva...
queres saber a piada?! Se a policia for em perseguição de um criminoso a alta velocidade e bater com o carro tem de pagar, neste caso pagamos nós, os contribuintes porque o Sr. Mário Mendes, secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, e o intendente Paulo Lucas, secretário-geral adjunto não foram responsáveis...
Ainda bem que não houve mortos...
De Luís Castro a 28 de Novembro de 2009 às 20:42
Visto.
LC
De Maria Araújo a 28 de Novembro de 2009 às 18:53
Muitas pessoas são inconscientes, quer sejam peões quer sejam condutores.
Lamentável.
Não vi a notícia, mas vou ligar agora a TV e estar atenta.

Bj, Luís
De Luís Castro a 28 de Novembro de 2009 às 20:43
Bjs
LC
De À Nora a 28 de Novembro de 2009 às 19:01
Olá Luís,

Já não vinha aqui há algum tempo :(

Pelo que percebi os carros envolvidos iam em excesso de velocidade e com aqueles piralampos ligados.
A minha dúvida é quem são estes homens que transgridem o código da estrada e porquê os pirilampos?
Acaso iam socorrer alguém? ìam prender alguém? Ou estavam só atrasados e não quiseram estar no meio do trânsito?
Estamos em democracia, mas há sempre uns que se julgam mais que os outros que atrapalham a vida de todos e saiem impunes.
Neste caso ainda por cima seremos todos nós uma vez mais a pagar a factura dos carros destruidos e a conta do hospital.
Cansada desta gentinha, são mesmo gentinha!
De Luís Castro a 28 de Novembro de 2009 às 20:43
Visto.
LC
De Rui Ferreira a 28 de Novembro de 2009 às 22:50
As pessoas deviam saber que não se tiram assim as pessoas do carro. Se tiverem lesões na coluna poderiam morrer ou causar lesões permanentes...
De Luís Castro a 28 de Novembro de 2009 às 23:09
Visto.
LC
De Luís Castro a 29 de Novembro de 2009 às 23:16
Visto.
LC
De Anónimo a 29 de Novembro de 2009 às 00:14
Boa noite luis. é vergonhoso como neste pais as pessoas que devem dar o exemplo são as primeiras a falhar. como é que é possivel para não querer para num semaforo como qualquer condutor o faz ,se ligam os rotativos armado em chico esperto para não parar? bom fds
De Luís Castro a 29 de Novembro de 2009 às 23:16
Visto.
LC
De POESIA-NO-POPULAR a 29 de Novembro de 2009 às 10:21
Viva Luís!
Cada vez mais,eu penso que este conceito de democracia,precisa de ser repensado urgentemente.
Tudo isto poderia ter sido muito mais grave, e todos estamos sujeitos a estes destemperos por parte de quem não deveria, a democracia deve ser exemplar PARA TODOS.
Abraço
De Luís Castro a 29 de Novembro de 2009 às 23:18
Olá.
Tem andado desaparecido!
Ab.
LC
De Isidro Bento a 29 de Novembro de 2009 às 13:24
Bom dia, Luís.

Por estes primeiros comentários e por muitos outros que li noutros sítios, já deu para perceber que a ideia é mais ou menos consensual: os "privilégios" inerentes às acções de "socorro"/ policiamento de emergência, devem ser usados no estrito cumprimento das mesmas e sempre com uma dose muito grande de cuidado e bom-senso. Concordo em absoluto.
Pegando, agora, neste acidente numa perspectiva ligeiramente diferente e por um pormenor talvez insignificante, além do horror óbvio por um acidente que poderia ter tido consequências bem mais graves, uma coisa que me fez alguma impressão no video, foi aquela lancinante sirene, que durante uns cinco minutos ali esteve a massacrar ainda mais os feridos e quem os tentou ajudar. Bombeiros ou INEM só surgem na parte final mas aquela sirene lá tá desde o primeiro minuto. Havia necessidade? E haverá necessidade de as usar com tanta frequência?
Para terminar só mais uma coisa. Aparentemente, este acidente tornou todos os portugueses encartados (à excepção dos envolvidos directamente no acidente, claro) em condutores exemplares... Eu por mim confesso: não fazendo disso regra e tentando ser o mais cuidadoso possível, ultrapasso com demasiada frequência, os 50 kms permitidos por lei, não em cidades, mas a atravessar outras localidades bem menos populosas. Não é de forma alguma motivo de orgulho, mas também não me tolda a memória nem o julgamento sobre o comportamento dos outros condutores...
Um abraço e seja bem-vindo de novo à casa que construiu para nos acolher. Como já reparou, sentimos a sua falta.
De Luís Castro a 29 de Novembro de 2009 às 23:19
Isidro.
É uma casa de todos nós!
Obg.
Boa semana
LC
De Joana a 29 de Novembro de 2009 às 19:34
E quem é que paga estes carritos dos senhores que se acham donos das estradas e andam por todo lado a mais de 200 km/h ? Acho que nós, não é :)
Isto é que vai aqui um 31 :D
Beijo
De Luís Castro a 29 de Novembro de 2009 às 23:20
Visto.
LC
De Pedro Oliveira a 30 de Novembro de 2009 às 10:45
confesso que só vi 52 segundos do video porque fiquei chocado com a forma como foi retirada a pessoa de dentro do carro.Uma inconsciência total,sei que o fizeram na melhor das intenções,mas podiam ter provocado lesões irreversiveis.Nesta situações temos de esperar por quem saiba.
Quanto ao acidente em si, haja quem tenha legitimidade para atirar pedras.Como não tenho por aqui me fico.
abraço e boa semana Luís.
De Luís Castro a 1 de Dezembro de 2009 às 15:22
Obrigado.
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds