Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

O que dizer?

Nogueira Pinto chama "palhaço" a deputado do PS.

Ricardo Gonçalves acusa deputada do PSD de se "vender a qualquer preço".

 

 

Luís Castro

Categorias: ,
publicado por Luís Castro às 19:12
link do post | comentar
32 comentários:
De Sónia Pessoa a 9 de Dezembro de 2009 às 20:23
Eu não consegui dizer nada... é tão inacreditável que já não sei se estamos no Natal, no Carnaval ou no dia das mentiras, em que os nossos deputados nos pregam uma partida qualquer para nos rirmos todos muito... enfim... bjo
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:29
Visto.
LC
De Jorge Soares a 9 de Dezembro de 2009 às 22:01
Não há muito a dizer, infelizmente este tipo de coisas tende a repetir-se, e curiosamente acontece mais entre deputados dos dois principais partidos... imagino que os dos partidos pequenos, como são menos tem mais que fazer... é triste.

Jorge
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:30
Visto.
LC
De nuno a 9 de Dezembro de 2009 às 22:43
Não ouvi os ditos apartes socialistas, nem acho correcto a atitude da deputada, porém a gravidade de chamar alguém de palhaço e acusar alguém de ser uma vendida a qualquer preço acho mais grave a acusação do deputado socialista. Em democracia mudar de partido é um direito, é a partidocracia a falar mais alto. A mim não me choca alguém oscilar entre o PSD e CDS são partidos parecido em muitos aspectos.
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:30
Visto.
LC
De maria moura a 10 de Dezembro de 2009 às 00:48
Por aqui se vê a frustração profissional que lhes vai na alma. Não querendo ser repetitiva, voltamos ao mesmo: "respeitar para ser respeitado".
bjs
mmoura
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:31
Visto.
LC
De Diogo Rodrigues a 10 de Dezembro de 2009 às 01:57
A quanto está mesmo o peixe?


Isto foi ridículo... Não sei até que ponto o presidente da comissão não podia tomar medidas de expulsar os deputados ou algo assim( não sei se é possível)

Não passou de um lavar de roupa suja!


abraço

Diogo Rodrigues
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:31
Visto.
LC
De Maria a 10 de Dezembro de 2009 às 03:06
Este género de "desastres", não por eles em si mas pelo que eles arrastam (problemas / vinganças do chinês) que já vem de "zangas muito velhas das comadres" mas que envolvem coisas muitos sérias que a nós dizem respeito. É é bem feita, com especial para os que votaram (e elegeram) certos e certas "sacristas" (perdão pelo termo mas em certas alturas é preciso "fugir-nos o pé para o chinelo", para fazer passar a mensagem).Também devo aqui acrescentar que nada me impede que aqui deixe uma pequena amostra sobre a minha visão do que eu penso sobre toda esta "palhaçada" que se chama "País que elegeu um Governo mas que está a transformar numa República das bananas que se está a deixar "desgovernar/ apitar, qual jogo de futebol onde quem põe e dispõe são... os treinadores de bancada... neste caso as oposições.
Não, não fiquem já para aí uns tantos a tirar ilações precipitadas porque eu eu tenho a perfeita noção que este não é o local para um debate puro e duro.
Foi só uma "picadela, mais ou menos dirigida.
Tenho esse direito... estamos num País livre.
Ainda que também seja algo verdade que neste incidente apalhaçado, se uns ficaram mal na fotografia, outros também não ficaram muito bem.
Todavia, volto a dizer, o mal profundo do que se passa na Assembleia, tem outras origens muito mais abrangentes e resumem-se em duas
"lapidares frases"
-Vingança/ ajuste de contas e
- Poder (que é do PS mas que os outros também queriam e cuja respectiva derrota não conseguem engolir).
Vai daí, vá de aplicar a arma que têm:
-A sua própria "maioria absoluta" conseguida de forma vergonhosa e escandalosa e que em termos ideológicos, para além de serem como a água e o azeite:
-Não se misturam,
Fariam Cunhal, Sá Carneiro e outros mais:
-Morrer novamente!
E tudo para quê?
Atolar cada vez mais o País... torná-lo ingovernável...
Consequências? Custos?
Estão (quase, quase) à vista... obviamente!
Quem ganha (eleitoralmente) com as consequências?
Como?????
Isso mesmo! E com maioria absoluta!
Vêem como foi fácil a resposta?
Se eu ficarei feliz?
Sim!
Mas preferiria, de longe que fosse possível governar o País agora... até ao fim da legislatura!
Com a participação de todos os que foram eleitos para os respectivos cargos.
A pensar no País... em todos nós!
Maria
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:34
Deite cá para fora!!!
Este também é um espaço para dbate.
Bjs
LC
De Virgínia a 10 de Dezembro de 2009 às 08:41
Bom dia Luís

O que se passou ontem na Assembleia da República foi vergonhoso.
Estavam a discutir a Saúde... pobre Ministra Ana Jorge que até escondeu a cara numa atitude de total desalento (ou estaria a rir?!).
Mais uma destas e vamos ver os nossos deputados a partir para as "vias de facto" com cenas importadas directamente da Assembleia da República da Coreia do Sul.

O comentador acima, Nuno, só esqueceu que MJNP, nas ultimas eleições, apoiou o candidato do PS à Câmara de Lisboa.

Beijo

De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:35
Foi um debate com pouca saúde, lá isso foi.
LC
De RUI FERREIRA a 10 de Dezembro de 2009 às 09:24
a única atitude digna é demitir-se. assim fez o outro....
De Pedro Oliveira a 10 de Dezembro de 2009 às 12:23
O ciclo está chegar ao fim...
De Felipa a 10 de Dezembro de 2009 às 15:07
Não percebo nada de política, leis ou parlamentos, guio-me sempre pela intuição e pelos aspectos gerais das coisas. A senhora deputada disse o que pensava, mostrando ser uma pessoa real e honesta. Quantos de nós não gostaríamos de dizer o que pensamos a pessoas às quais temos de sorrir e obedecer, ou pelo menos acatar ordens e comportamentos?
Partidos à parte, a senhora deputada referida é dos políticos que eu mais aprecio e estimei vê-la de novo no activo.
Desculpem se não me mostro desagradada com a situação que a senhora deputada criou, mas acho que Portugal vive um drama tão grande que uma sessão de circo é sempre bem-vinda, para alegrar o ambiente e distrair-nos dos nossos problemas, quiçá mais graves do que os decorridos na A.R. ...
De Luís Castro a 11 de Dezembro de 2009 às 01:38
Visto.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds