Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Cobertores eléctricos...

... com pernas!

Entram no quarto do hóspede minutos antes deste se deitar e vão rebolar na cama para aquecer os lençóis.

O director do Centro de Estudos do Sono, na Escócia, já aprovou a ideia porque, diz: "O novo serviço de aquecimento de cama do Holiday Inn (Inglaterra) vai ajudar as pessoas a conseguir uma boa noite de sono, especialmente quando demoram muito a aquecer".

 

"Cobertores eléctricos com pernas"

 

Os “Cobertores eléctricos com pernas” estarão vestidos dos pés à cabeça e terão um gorro para dormir.

 

O “processo de adormecimento” inicia quando a temperatura começa a descer. A baixa da temperatura começa quando os vasos sanguíneos das mãos e dos pés se relaxam e libertam calor. Para o especialista escocês, "uma cama aquecida, aproximadamente entre 20 e 24 graus, é uma boa forma de começar este processo, dado que uma cama fria pode inibir este processo".

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 16:47
link do post | comentar
40 comentários:
De Jorge Soares a 18 de Janeiro de 2010 às 17:31


Há pouco lia uma noticia que dizia que alguém utilizou uma fórmula matemática para descobri que este é o dia mais deprimente do ano.... agora esta dos cobertores eléctricos com pés.. .este está a ser um dia estranho.

Fiquei na dúvida, a malta pode escolher o cobertor?.. ou tem que levar com o que aparecer no quarto?

Abraço Luís
Jorge Soares
De Luís Castro a 18 de Janeiro de 2010 às 17:51
Eu, como não preciso...não sei.
Sou muito quentinho. É o que dizem...
Ab.
LC
De bluewater68 a 18 de Janeiro de 2010 às 17:40
Luis Castro,
e depois vão-se embora? E se adormecem no trabalho? E dormir em lençois onde outros andaram lá a rebolar-se? Antes o IBIS
Abraço
De Luís Castro a 18 de Janeiro de 2010 às 17:53
Eheheheheh
Provavelmente haverá quem queira que eles fiquem...
Ab.
LC
De Joana a 18 de Janeiro de 2010 às 18:17
Gostei da ideia, se bem que nada melhor que dormir (bem) acompanhada :) Ainda mais para mim que sou uma friorenta do pior !
Beijo
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:24
Bj
LC
De maria moura a 18 de Janeiro de 2010 às 18:38
Luis,
Espero nunca precisar de trabalhar nesta área...
É que 2º dizem, tornamo-nos mais friorentos a partir dos 60 anos... (com todo o respeito)!
Mas se algum dia precisar de recorrer a estes serviços, gostaria de poder escolher o cobertor...
Ab.
mmoura
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:25
Ainda não cheguei lá.
LOL
Bj
LC
De clmimi a 18 de Janeiro de 2010 às 21:29
Eu...até no Inverno tenho que destapar os pés....
Mas gosto do quentinho no Inverno e fresquinho no verão.
Sem mais pormenores,
Subscrevo-me,
atenciosamente...
Maria

PS: Também acho que já ouvi em qualquer lado que os escoceses não lá muito "quentes" na cama.
Eu prefiro os latinos... eheheheh (mesmo sem grande vontade de rir... ou de latinos...neste momento).
De maria moura a 19 de Janeiro de 2010 às 14:25
Huuummm!? Fez-me lembrar o Sigmund Freud e a psicanálise... :-)
Eu tb sou muito encalorada..., mas confesso o que eu sempre lhe chamei foi 'raio de sol', porque mesmo nos meus dias teimosamente cinzentos ele consegue... para além do limite... iluminar-me.
Maria um gd bjinho para si do tamanho do equilibrio.
mmoura
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:33
"Raio de Sol"
É bonito!
Bj
LC
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:27
Visto.
LC
De Diogo Rodrigues a 18 de Janeiro de 2010 às 22:32
Luís podes.me mandar ai o teu mail ou o do blog, quero.te mandar uma coisa para lá

abraço

Diogo Rodrigues
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:28
cheiroapolvora@sapo.pt
De Joaquim Duarte a 18 de Janeiro de 2010 às 23:02
Olá.
Tenho a ideia que este serviço já é antigo....
Acompanhantes de luxo (ou não)... acontece é que com o serviço antigo, não são só os lençóis que são aquecidos e normalmente também não vêem vestidos da cabeça aos pés, muito pelo contrario!
Que tal um saquinho de agua quente ou até uma modernice, cobertores eléctricos !!!
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:29
LOL
Ab.
LC
De Felipa a 19 de Janeiro de 2010 às 09:31
Há mulheres que se referem aos maridos como "o meu cobertor" (por piada, claro) mas se esta moda pega o adjectivo generaliza-se e dentro de pouco tempo teremos uma nova palavra para acentuar a designação "objecto", de que muitas mulheres se queixam de serem tratadas. Só que, neste caso, serão os homens a queixarem-se de que são apenas tratados como cobertores, e mais nada...
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:31
LOL
Bj
LC
De Felipa a 19 de Janeiro de 2010 às 09:34
Li o que escrevi em cima e apercebi-me do dúbio sentido da palavra "cobertor".
Esta nossa Língua Portuguesa é muito traiçoeira!...
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:31
Eheheheheheheh
Bj
LC
De Isabel Silva a 19 de Janeiro de 2010 às 11:47
A ideia é perigosa,


Uma boa razão para mantermos os homens perto é serem quentinhos, o que compensa, o quanto ressonam:)
Ora, assim, os homens vão fazer cada vez menos falta, é bom que sejam muitos bons noutras áreas, se não... eh eh



Um abraço


Isabel Silva
De Luís Castro a 21 de Janeiro de 2010 às 15:32
LOL
Bj
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds