Sexta-feira, 5 de Março de 2010

"Só oiço falar mal de Portugal... em Portugal!"

À minha frente, 150 militares.

São eles os futuros oficiais superiores das Forças Armadas Portuguesas.

 

 

E porque deles será o futuro, mostrei-lhes o presente.

Foram os primeiros a ver a reportagem que irá para o “ar” na próxima quarta-feira, 10 de Março, que retrata a linha da frente da guerra no Afeganistão.

As reacções não podiam ter sido melhores.

No final, alguém veio dizer que nunca tinha visto uma reportagem assim.

Vieram-me à memória as palavras do ministro Luís Amado, há cerca de 15 dias:

“Só oiço falar mal de Portugal em Portugal!”

Quarta-feira vão perceber o que quero dizer.

 

 

Já se tornou um hábito.

Voltei ao Instituto de Estudos Superiores Militares para mais uma palestra/conferência.

Mais um momento que muito me honrou e onde aproveitei para encontrar amigos que fiz por esse mundo fora, como o Silvério da GNR que já não via desde 2000, em Timor.

  

Um abraço muito especial para o meu amigo, o tenente-coronel Rui Ramos Silva

e um beijinho para a Ilda, de quem sempre ouvi falar tão bem – até no Afeganistão!

 

Hoje rumo a Norte, até Cabeceiras de Basto, para moderar uma conferência/debate com Marinho Pinto, o Bastonário da Ordem dos Advogados.

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 02:03
link do post | comentar
50 comentários:
De Ilda a 5 de Março de 2010 às 09:39
Olá Luís, bom dia!
Obrigada pelas pelas sua palavras amigas que não contava, como é óbvio, virem parar ao blog. Fiquei muito sensibilizada, mas vindo da sua parte também não é de estranhar.
Pois é, os portugueses são por si só são derrotistas e parece que sentem prazer em dizer mal de si próprio. O nosso orgulho de ser PORTUGUESES anda em muitos casos pelas ruas da amargura, felizmente existem excepções e eu considero-me uma delas. Tenho muito orgulho em ser PORTUGUESA e não quereria por nada deste mundo ter nascido noutro local. Gosto muito do meu País e aqui é que me sinto bem e se puder escolher é aqui quero morrer.
Felizmente que fora do nosso cantinho o mesmo não se passa e em todas as áreas que existem portugueses os elogios são constantes.
Boa viagem até C.Bastos e bom fim-de-semana.
Um grande beijinho.
Ilda
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 01:53
Obrigado.
Correu muito bem.
Bjs e bom fds.
LC
De Helder Pereira a 5 de Março de 2010 às 10:07
Bom dia Luís. Sabes porque é que lá fora não se houve falar mal de Portugal? Porque lá fora estão os Portugueses normais e cá dentro estão os políticos... É só essa a diferença. Espero ter sido claro...
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 01:54
Só políticos???
Ab
LC
De Amiga invisível a 5 de Março de 2010 às 10:17
Eu por acaso já tive oportunidade de estar fora do país algumas vezes e lá fora toda a gente conhece Portugal e toda a gente fala bem deste país. Cá dentro é exactamente o inverso, toda a gente fala mal, aponta o dedo e queixa-se e em vez de procurarem soluções, arranjam problemas, e muitas vezes onde nem sequer os há.....

(Dia 10 cá estarei, se Deus quiser, para ver a reportagem).

Mais uma vez parabéns pelo seu trabalho e dedicação.

Abraço
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 01:54
É o nosso "fado"!!!
Bjs
LC
De patti a 5 de Março de 2010 às 11:05
Um privilégio, Luís!

E na 4ª estarei atenta à reportagem.
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 01:55
Tu estás sempre atenta!
Obrigado!
Bj
LC
De Cristiano Moreira a 5 de Março de 2010 às 11:10
Lá fora fala-se bem de Portugal, aceito, mas só quem cá está sabe o que isto realmente é. Portugal é bom, quem nos governa é que é péssimo.
Já que vai estar o Dr. Marinho Pinto, aproveito e transmita-lhe um pouco do seu bom senso, ele precisa. O homem que quer defender o país, mas esquece-se de defender quem lhe paga (os advogados).
Um abraço e é bom tê-lo por cá, são e salvo.
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 01:59
Cristiano,
que Marinho Pinto diz muitas verdades, isso não podemos negar.
E poe o dedo em muitas feridas que muitos outros têm medo de denunciar ou que passam por elas assobiando para o ar.
Ab e bom fds.
Lc
De Genny a 5 de Março de 2010 às 12:28
Bom dia Luís!
Vou anotar para ver a reportagem!!
Já agora o que será mais fácil....reportagem no Afeganistão ou........moderar o debate com esse senhor?!?!
Tudo de bom, descansa e bom fim de semana!
Bjs
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 02:01
Gostei de ouvir o Bastonário.
Marinho Pinto é incómodo, pois é!
Eu, por princípio, também sou contra os poderes perpétuos ou que se julgam mandatados pelos Deuses.
Bjs
Lc
De PLonga a 5 de Março de 2010 às 13:57
Realmente amigo Luís é de lamentar esta triste atitude dos portugueses sempre uns derrotistas. É esta a mentalidade pouco há a fazer.

Quarta-feira lá estarei prontinho para ver a reportagem ;-) já agora Luís só por curiosidade sempre acabou a reportagem com aquela frase que eu publiquei na altura que vocês estava no Afeganistão ???

Grande abraço
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 02:02
Não.
dei-lhe outro final...
Mais para levantar moral entre as nossas tropas.
Ab.
LC
De Pedro Azenha a 5 de Março de 2010 às 19:14
Eu um desses oficiais que estava presente na conferência. Fico arrepiado quando ouço falar mal de Portugal, quando ouço que nós somos pequenos blá blá blá E a Holanda? E a Suiça ? E a Bélgica são quê? Grandes? Este discurso mediocre e de pequenez que nos trasmitem desde tenra idade nos bancos da escola afecta-me imenso. Portugal precisa de muitos Luis Castos.

Parabéns
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 02:04
E de gente como tu e vocês!
Com outra mentalidade.
Que empurre estes "Velhos do Restelo" para o Tejo!
Ab e bom fds
LC
De Eira-Velha a 24 de Março de 2010 às 16:59
Uhum ... Bom, eu, desde tenra idade, aprendi a idolatrar Portugal, a cantar loas aos portugueses e a respeitar os símbolos da Pátria. No primeiro caso apercebi-me que fui tremendamente enganado porque Portugal nunca foi aquilo que me impingiram, no segundo uma desilusão porque nem todos os portugueses são tão bons como os cantou Camões, no terceiro caso ainda sou daqueles que estremecem ao som do Hino Nacional...
E no entanto sinto uma imensa vergonha do que alguns portugueses têm feito de Portugal...
De Luís Castro a 26 de Março de 2010 às 17:35
Também me arrepio sempre que oiço o Hino!
Ab
LC
De Sónia Pessoa a 5 de Março de 2010 às 20:58
Sempre em Grande amigo!Beijo grande
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 02:06
Brvemente vou estar com aquele pessoal de que te felai do livro.
Vou saber se há novidades.
Bj
LC
De Sónia Pessoa a 7 de Março de 2010 às 11:32
Obrigada. Beijo
De Luís Castro a 9 de Março de 2010 às 20:05
Visto.
LC
De Elsa Silva a 7 de Março de 2010 às 11:57
Olá Sónia!

Visite este link:
http://chiadoeditora.com/index.php?option=com_content&view=article&id=59&Itemid=222

Espero que lhe seja útil!
Beijinhos,
Elsa.
De Sónia Pessoa a 7 de Março de 2010 às 12:18
Obrigada Elsa. Vou ver. Beijinho
De Luís Castro a 9 de Março de 2010 às 19:53
Visto.
LC
De Luís Castro a 9 de Março de 2010 às 20:06
Visto.
LC
De Ivan Mota a 5 de Março de 2010 às 21:37
É de salutar este tipo de iniciativas. Elevemos o bom nome de Portugal. Estou ansioso relativamente à reportagem. Muitos parabéns.
De Luís Castro a 7 de Março de 2010 às 02:07
Obrigado.
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds