Domingo, 16 de Maio de 2010

RTP arrasou !

Confesso que cheguei a temer se estaríamos a ser demasiado exaustivos na cobertura que estávamos a fazer da visita do Papa a Portugal.

 

Se no primeiro dia os portugueses nos disseram que iriam escolher preferencialmente a RTP para acompanhar a visita de Bento XVI, no segundo mostraram claramente que queriam ver e saber tudo ao pormenor.

Assim fizemos.

 

No dia 11, a missa do Terreiro do Paço chegou a ter quase metade das pessoas que estavam a ver televisão, com perto de um milhão e meio de portugueses a assistir pela RTP.

Já em Fátima, com a Bênção das Velas, o discurso de Bento XVI e a Oração do Rosário, a RTP liderou todo prime-time até quase à uma da manhã. Foram mais de 1milhão e 600 mil connosco lá em casa.

 

A 13 de Maio, o Santuário de Fátima recebeu meio milhão de peregrinos e a RTP voltou a ser claramente a televisão escolhida pelos portugueses.

No último dia, já no Porto, a RTP voltou a arrasar a concorrência com números esmagadores:

RTP – 46%, TVI – 20%, SIC – 18%

 

Totais diários:

 

Dia 11 de Maio

Dia 12 de Maio

Dia 13 de Maio

Dia 14 de Maio

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 17:46
link do post | comentar
5 comentários:
De pink poison a 16 de Maio de 2010 às 22:36
Não foram superiores, superaram-se!
De Virgínia a 17 de Maio de 2010 às 08:00
Bom dia Luís
Parabéns. Apesar de todos sabermos que a RTP não trabalha para as audiências mas para os telespectadores, gostamos de saber que nas notícias é sempre a primeira.
Em apontamento...
Vimos ontem a querida Fernanda Freitas a ser entrevistada pela Marta Leite Castro que, num momento falou da pouca audiência que tem o Sociedade Civil relativamente ao programa que a Fernanda apresentava à tarde na SIC; acredito que seja verdade, mas o Sociedade Civil é um programa informativo de debate muito bem estruturado, interessante e a Fernanda é muito serena, meiga e comedida a falar.
Mais uma vez lhe peço para quando estiver com a Fernanda lhe diga que uma fiel telespectadora lhe manda um beijinho. Obrigada.
Beijo
De maria moura a 17 de Maio de 2010 às 15:11
Olá Luis!
Pode então concluir-se que a RTP é o canal preferido dos Portugueses. O que me aconteceu foi que por diversas vezes liguei a TV e deparei com a mesma noticia comum nos 3 canais, ou seja transmissão em directo de sua santidade o Papa Bento xvi. Assim sendo aproveitei para me cultivar um pouco e andei pelos canais História e Odisseia. Simplesmente enriquecedores. O Santo Papa nada me trouxe de novo, a não ser a sensação de palhaçada (e a última vez que fui ao circo, já lá vão uns anos, não por mim, mas pelas crianças que adoram o mundo da fantasia, eu prefiro a realidade nua e crua), como sempre com todo o respeito porque quem tem fé, (não sei em quê nem em quem) e por todos os profissionais que lá estiveram, cada um no seu ramo. Mas 2º uma fonte próxima, parece que os gastos foram muito superiores aos 75 milhões de euros, já aqui referidos. Ora pode ser que esta exurbitância transcenda a nova sensação com que o "povo português" agora coexiste, ou seja na minha opinião deveria ser feita uma sondagem a todos os que criaram e participaram deste cenário para ficarmos a saber o que de novo e maravilhoso nas suas vidas mudou com este desperdício de dinheiro e com esta 'insane' idolatração.
bj
mmoura
De Filipa Pereira a 19 de Maio de 2010 às 09:13
Olá Luís!
Foi, sem dúvida, uma excelente cobertura! Não é que eu não esperasse grandes coisas da RTP, mas cheguei a duvidar se a tamanha expectativa criada, pela comunicação social, nos dias antecedentes teria equivalente repercussão durante a visita. O que vi (e não pude ver muito porque estou fora do país), pela internet, foi trabalho fantástico e algo muito agradável, que, como católica, me fez sentir muito perto do Papa e até perto de "casa". Quando, desde o primeiro minuto, vi a RTP colocar no terreno muitos dos seus melhores profissionais (desde apresentadores a repórteres), percebi que era na RTP que teria o melhor ponto de vista. E o que ouvi dos familiares, aí em Portugal, foi muito agrado pela espectacular emissão a que puderam assistir. Como telespectadora, mas sobretudo como católica, dirijo um especial OBRIGADA a toda a equipa da RTP, por terem trazido o PAPA até bem dentro de cada uma das casas portuguesas.
Um Abraço Luís,
Filipa
De Isidro Bento a 20 de Maio de 2010 às 22:15
Olá Luis,

desde que lançou o desafio para que comentássemos a cobertura da visita do Papa, que ando para o fazer mas só agora se proporcionou.
Por interesse genuino mas também porque naquela que era suposto ser uma semana de férias acabei por passar alguns dias adoentado, tive a oportunidade de assistir a uma parte significativa da vossa cobertura e confesso que me surpreendeu pela positiva.
Como algumas pessoas já sublinharam, a opção por "mandar para a rua" alguns dos melhores e mais experientes jornalistas/repórteres da RTP deu os seus frutos. É claro que como em todos os "directos" intermináveis houve necessidade de meter muitas "buchas" e até os melhores chegam a uma altura que já não sabem bem o que dizer, o que dá espaço a que se diga um ou outro disparate (geralmente, os únicos a que os críticos ligam...). Eu já tenho algumas horitas de "directos" a nível de rádio e sei bem dar o valor a quem o faz.
Como gostei tanto do trabalho da minha Tv, espreitei menos vezes à janela dos vizinhos mas quando o fiz, quase sempre achei que no outro lado era melhor, e pelos vistos não fui o único.
Ao contrário da maioria achei que o pior dia até foi o do Porto, com o pessoal mais nervoso, menos seguro, pior preparado, mas opiniões são opiniões.
Aí houve um momento que achei muito mal não terem acompanhado (ao contrário da concorrência) mas, sinceramente, agora, passados vários dias já não me recordo qual foi. Penso que terá sido na fase da saída para o aeroporto em que era importante acompanhar todos os últimos momentos do Papa em Portugal tal como o fizeram à chegada.
Não queria personalizar o comentário mas algumas pessoas criticaram o desempenho da Fátima Campos Ferreira partindo sempre daquele principio da teórica isenção dos jornalistas. Eu não a conheço mas vê-se de forma clara que é uma católica praticante daí que estando isso claro para todos, acho que não se pode esperar que nos trabalhos dela e num contexto tão específico isso não transpareça. Às vezes, a riqueza está mesmo aí, no cunho pessoal. Pode-se fazer bom jornalismo sem que se tenha de ser sempre politicamente correcto. O que interessa é que as pessoas saibam o que estão a "comer", a partir daí, come quem quer. Por acaso tenho pena de não ter feito este comentário antes porque talvez gerasse algumas opiniões contrárias.
Aqui ficam os parabéns a toda a equipa da RTP pelo excelente trabalho que produziram, nas pessoas do rosto no terreno, a Fátima Campos Ferreira, e no boss, Luís Castro.
Já agora que estamos a falar de "boss", Luis, ia atropelando "pedonalmente" o boss José Alberto Carvalho junto à caixa de uma estação de serviço da 2ª circular, lol. Só não tenho é a sorte de encontrar o Luís no meu caminho para lhe fazer o mesmo ou então presentear com uma distraida bengalada, lol.
Um dia há-de calhar...

Ps. Só mais uma coisa... apesar de não se terem cansado de falar da nova basílica, que eu saiba, a única basílica que existe em Fátima é aquela que lá existe há dezenas de anos. A Igreja da Santíssima Trindade não é uma basílica (penso eu) mas uma igreja XXL. Fora isso, os erros foram mínimos.

Ps 1- Os parabéns são extensivos à equipa técnica. Há muito que não via um transmissão televisiva em directo com tão poucos problemas técnicos como esta.

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds