Domingo, 19 de Setembro de 2010

Após 7 anos de muitas asneiras

Alguém tem andado muito distraído !!!

 

 

Pergunto eu:

1 - Só repararam agora, depois de 7 anos de muitas asneiras?

2 - Mas alguém quer saber das asneiras que fez?

3 - Será que vamos aprender com os erros que cometemos?

 

Para todas há uma resposta comum:

 

CLARO QUE NÃO !!!

 

Luís Castro

 

publicado por Luís Castro às 14:24
link do post | comentar
8 comentários:
De Isidro Bento a 19 de Setembro de 2010 às 23:46
Luís,

tu próprio dás as respostas certas às acertadas perguntas que colocas, por isso, e lamentavelmente para todos nós, só posso mesmo é assinar por baixo.
Abraço.

Ps. O "tu" ainda arranha bastante mas se é assim que V.Exa prefere, então que seja, lol.
Abraço.
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2010 às 20:55
Prefiro, acredita.
Sou do povo!
De Virgínia a 20 de Setembro de 2010 às 08:58
Bom dia Luís
O caso Casa Pia foi e é um combate entre David e Golias em que venceu Golias. O pobre David não tem verdadeiros padrinhos pois estes é que o magoaram e exploraram o seu corpo e a alma.
Pobres Davides!
Este caso, assim como outros casos mediáticos envolvendo grandes figuras e figurões, são grandes montanhas a parir ratos pequeninos.
A comunicação social tem grande culpa pelo empolamento das notícias, todos querem dar a sua opinião (botar faladura), mesmo que só saiam asneiras atrás de asneiras.
Concordo que não aprendemos nada com todos estes erros até porque nos chegam notícias (verdadeiras?) da continuação de abusos. Se estes abusos existem, quando vão ser denunciados? Quando prescreverem?
Um beijo
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2010 às 20:57
Virgínia,
tenho muitas dúvidas sobre o comportamentos destes "Davides" e destes "Golias", tal como da Justiça e da investigação que foi feita.
É por isso que me obriguei a não ter opinião de culpa ou inocência sobre ambas as partes.
E assim vou continuar até que o processo acabe.
Sobre o nosso comportamento, o dos jornalistas,
sobre esse não tenho qualquer dúvida.
Bjs
De Carlos Leite a 20 de Setembro de 2010 às 15:54
Viva Luis Castro.

Gostava de lhe dizer uma coisa muito concisa...ponham-se na Ordem, e o Luis a Bastonario...para dar umas bastonadas nestas tretas.

Abraço de Basto
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2010 às 20:58
Xiiiii ...
é melhor não!
Acho que ao fim do segundo dia aparecia enforcado...
loool
De Maria Araújo a 20 de Setembro de 2010 às 21:50
Quem tem conhecimento reparou há muito tempo e falava nos bastidores.
Mas, depois de lido o acórdão,parece que a maioria acordou.
O jornalismo joga, principalmente poque uma das pessoas lesadas é um rosto conhecido da TV.
Sinceramente, nem que chore lágrimas de crocodilo, não acredito messe senhor.
Nada mais.

Bj
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2010 às 21:00
O mediatismo de algumas das figuras influenciaram a atenção que os media deram e ainda vão dar ao caso.
Esse é um dos "valores-notícia" do jornalismo.
bj

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds