Sábado, 12 de Fevereiro de 2011

"FotoChoque"

São fotografias como esta que me fazem ir lá.

 

Categorias:
publicado por Luís Castro às 01:08
link do post | comentar
9 comentários:
De Kok a 13 de Fevereiro de 2011 às 16:17
São casos como este que precisam que haja quem lá vá com capacidade para, posteriormente, o contar, para o mostrar e para tentar que quem tem poder para tal se esforce para que terminem.
Dificilmente se fica indiferente a um quadro destes, resultante de mentalidades que hesito como qualificar; retrogradas ou monstruosas parece-me "curto".

1 abraço e 1 obrg pela sua disponibilidade!
De Virgínia a 14 de Fevereiro de 2011 às 09:49
Bom dia Luís
Uma miúda tão bonita.
Mesmo mutilada, a sua postura e principalmente aquele olhar é de uma beleza imensa.
Já a vi com o nariz reconstruido, está ainda mais bela.
Mas, tudo isto não apaga o horror que viveu, assim como o de muitas outras mulheres que, por uma razão ou outra, tiveram a mesma pouca sorte.
Um beijo
De Joana Isabel Santos a 14 de Fevereiro de 2011 às 12:22
Ainda bem que há jornalista como o Luís..adoro tudo o que escreve! Adorava ter o seu espírito aventureiro..para conseguir escrever como o luís!
De Bárbara a 15 de Fevereiro de 2011 às 20:35
São pessoas como você que têm o poder de denunciar casos de violação dos direitos humanos como estes, e mudar o futuro destes povos. Um dia, depois de acabar o meu curso de jornalismo, é como repórter de guerra que eu quero vingar. O seu trabalho é um exemplo para mim. Muitos parabéns.
De Bárbara a 15 de Fevereiro de 2011 às 20:37
Parece que me enganei a escrever o comentário, mas era como resposta ao post.
De POLICIA a 17 de Fevereiro de 2011 às 13:52
Olá Luís.
Peço desculpa por deixar aqui esta carta mas, li-a e achei que a devia divulgar. Espero que não leve a mal. Como grande jornalista que é, talvez até esteja informado sobre este assunto mas, certamente, leitores seus não estão.
Um abraço para si.


CARTA ABERTA

Meus Senhores e Senhoras

Numa altura em que ouvimos diariamente falar em crise e cortes, sendo sabido que existe muita desigualdade nesses cortes, venho aqui dar a conhecer uma realidade desconhecida por muita gente.

Ao ingressar na Polícia de Segurança Pública (PSP), o cidadão foi aliciado com determinadas regalias e promessas, nomeadamente, assistência na doença, e progressão na carreira através da mudança de escalão por antiguidade ou por concurso a cargo superior.

Ao longo dos últimos anos, por razões diversas e alheias aos profissionais da PSP, foram-se perdendo regalias sem que o trabalho tenha deixado de ser feito, muitas vezes, com sacrifícios pessoais dos elementos policiais. Acrescido a tudo isto, verifica-se ainda o seguinte:

1- Corte de vencimento anunciado pelo governo, relativo a funcionários pública (perca de cerca de €50 a €70 para Agentes);

2- Como noutros organismos públicos, foi criada a avaliação, avaliação esta que permite ou impede ascender na carreira e mudar de escalão. A avaliação é demasiado subjectiva, havendo superiores hierárquicos que entendem dar nota 10 de máxima, ao passo que outros entendem que a nota 6 é o máximo. Quando chega a altura das promoções, quem tem nota inferior não passa de escalão. Mais uma vez há perca de direitos/vencimento e quebra da promessa efectuada aquando do alistamento na corporação. Os elementos do Corpo de Intervenção (CI) e Grupo de Operações Especiais (GOE), só por pertenceram a esses departamentos, passam à frente dos restantes colegas nas classificações, nos concursos e ainda nas transferências para outros Comandos;

3- Há vários anos que está congelada a passagem de escalão para muitos Agentes Principais. Há casos em que a passagem de escalão seria na ordem de €70 mensais ou mais.

4- Como se tudo isto não bastasse, surge ainda um brutal corte: muitos os elementos estão a ser impedidos de trabalharem por turnos e obrigados a trabalhar exclusivamente em horário diurno- MAIS UMA VEZ há perca de vencimento que pode ir até cerca de €80 mensais. Convém esclarecer que grande parte do vencimento na PSP provém de subsídios e suplementos.

5- Apesar de cortes orçamentais e cancelamento de promoções, os Oficiais da PSP foram promovidos;

6- Apesar de cortes orçamentais e cancelamento de promoções, há muitos Oficiais da PSP a receber o vencimento do escalão acima, isto é: um Subcomissário recebe o vencimento de Comissário e por aí adiante. Por quê? Pelo serviço desempenhado....

Estando conscientes dos problemas do país, não pretendemos estatuto especial mas, pelas razões mencionadas, parece excessiva a "factura" que muitos elementos policiais estão a pagar.

Quem quer falar de motivação?

De Maria Araújo a 22 de Fevereiro de 2011 às 12:08
Chocante. Vi no noticiário.
Felizmente a jovem foi operada e melhorou muito.
O homem é um ser vil.
E para não pensar em assuntos vis e tristes, parabéns pelo destaque.
Beijinho
De Strawberry a 22 de Fevereiro de 2011 às 15:35
Não entendo essas mentalidades desses paises do Terceiro Mundo! Era fazer o mesmo ao homem e deixá-lo a sofrer! Estas coisas revoltam-me profundamente!
E não é mais a propósito do que "Cada um é dono do seu nariz!"
De Vítor a 23 de Fevereiro de 2011 às 16:39
Uma foto que vai ficar para a história! ;)

http://imagespwr.blogspot.com/

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds