Terça-feira, 15 de Julho de 2008

O desespero de Omar

 

É o primeiro vídeo a ser divulgado de um interrogatório na prisão de Guantanamo.

O momento foi registado em 2003 e mostra o desespero de Omar Khadr, um adolescente canadiano – na altura com apenas 16 anos – e onde pedia para o deixarem regressar a casa.

Seis anos depois, Omar continua preso.

 

http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=354930&tema=31

 

publicado por Luís Castro às 21:07
link do post | comentar
17 comentários:
De Diogo Rodrigues a 16 de Julho de 2008 às 02:26
Vi o vídeo que esta no sapo.pt pois o da rtp não está a dar, enfim os soldados americanos são umas bestas, agora podem dizer que não se pode generalizar mas de um modo geral as forças de segurança americanas gostam muito de bater
De Luís Castro a 16 de Julho de 2008 às 10:13
Diogo,
na verdade, Guantanamo é uma das maiores vergonhas do mundo ocidental, actualmente.
Gostava que me dissessem o que de bom trouxe Guantanamo ao mundo; o que conseguiram saber para evitar novos atentados; o que conseguiram saber para combater o terrorismo, enfim...
Ab.
LC
De Sónia Pessoa a 17 de Julho de 2008 às 10:25
e porque é que ninguém faz nada?... pergunto eu. não fomos todos a correr para o Iraque, porque não corremos todos para Guantanamo?... pergunto eu... ah, ok, esqueci-me do petróleo...
De Luís Castro a 17 de Julho de 2008 às 19:05
Sónia,
é pelos últimos recursos naturais à face da Terra que serão travadas as próximas guerras!
Bjs
LC
De Luís Castro a 16 de Julho de 2008 às 20:19
Diogo,
há bons e maus em todo o lado.
Aqui o problema é da política externa americana.
Poucos como eu (por cá) sabem o que é ser preso e humilhado pelos americanos, mas também encontrei boa gente nas forças armadas dos EUA.
Ab.
LC
De Ana Cristina Brizida a 16 de Julho de 2008 às 11:24
Olá Luís bom dia,

Se calhar o Omar estava no local errado à hora errada... ou não... não sei o que pensar.
Sei que é considerado inocente até ser declarado culpado e tem direito a um julgamento justo. É o que diz a convenção dos direitos humanos. Mas será que os terroristas se lembram desses tais direitos quando fazem um atentado?
Realmente a prisão de Guantanamo é uma das vergonhas do sec XXI e quantas mais prisões deste genero haverá espalhadas e nós não sabemos?
Quanto aos métodos de interrogação, não são só os americanos que têm métodos pouco ortodoxos... americanos, chineses, africanos.... enfim todas as polícias secretas.... Há 30 e poucos anos também nós tínhamos uma...

Bjs

Cris
De Luís Castro a 16 de Julho de 2008 às 20:37
Há Guantanamos por todo o lado... então em África e no mundo Árabe nem se fala.
Quanto ao Omar, será que atirar uma granada a um soldado que lhe ocupa o país é um acto de terrorismo?
Bjs
LC
De António Manuel Dias a 16 de Julho de 2008 às 22:34
Não, os terroristas não se lembram da convenção dos direitos humanos quando fazem atentados, tal como qualquer criminoso não se lembra da lei quando comete um crime. Mas precisamente porque não queremos ser considerados terroristas nem criminosos é que temos que nos insurgir contra casos destes. Temos de obrigar os nossos governos a cumprir a lei.

Se ele cometeu um crime, deve ser julgado por tal, de acordo com as leis do seu país e as leis internacionais. Não ser torturado e enterrado vivo numa prisão.
De Ana Cristina Brizida a 17 de Julho de 2008 às 09:19
Olá António bom dia,

Tal como eu disse no meu comentário, o Omar tem direito a um julgamento justo e se for considerado culpado terá de cumprir pena. Quanto aos direitos humanos, os criminosos só se lembram dos ditos direitos quando cometem um crime.
Claro que não deve haver violência nas prisões, sejam elas Guantanamo ou outras. Mas há.... e infelizmente por mais denúncias que se façam é uma situação que vai sempre existir.

Bjs
Cris
De Luís Castro a 17 de Julho de 2008 às 19:01
Visto.
LC
De Luís Castro a 17 de Julho de 2008 às 19:01
Visto.
LC
De Luís Castro a 17 de Julho de 2008 às 18:56
António,
é assim que devemos mostrar que somos diferentes.
Muio bem!
Abraço
LC
De Anónimo a 16 de Julho de 2008 às 14:58
Luís,
Tenho sempre muita dificuldade em olhar para peças como esta.Qual é a proveniencia, quem são os intervenientes, o que está e quem está de facto, por detrás destes segundos de video.
Não estou com isto a defender, longe disso, prisões de alta segurança e métodos como os que se crê são praticados em Guantanamo.Mas olhando só para o video...pode ser tudo o que se quiser...até Guantanamo.
Bjs,

Filipa
De Filipa V. Jardim a 16 de Julho de 2008 às 15:00
Peço desculpa, esqueci-me de assinar em cima...Filipa V. Jardim
De Luís Castro a 16 de Julho de 2008 às 20:47
Visto.
LC
De César Sequeira a 16 de Julho de 2008 às 18:54
Viva Luis ,


Desde já quero dar-lhe os parabéns pelo rigor que mantém neste blog. É a primeira vez que faço um comentário.



Vi ontem o vídeo no Telejornal e fiquei a pensar "como é possível?".

De facto, em Guantanamo , tudo é possível!



O facto de ser menor, para mim não é o mais grave, porque se cometeu um crime , deve ser julgado pelos seus actos, mas desta forma, violenta, não.

Não sei qual a dimensão que teve nas imprensa Norte-Americana, mas gostava que esta injustiça acabasse... Mas infelizmente não estamos num mundo justo.



Cumprimentos,


César Sequeira
De Luís Castro a 16 de Julho de 2008 às 20:51
César,
tento que assim seja.
Obrigado.
Quanto ao Omar, cabe a todos nós tornar o mundo um pouco melhor, cada um no seu campo.
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds