Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

Faz bem a tudo!!!

E porque vem aí um fim-de-semana cheio de calor…

 

O sexo implica exercício físico, logo faz bem ao coração e à circulação sanguínea. Faz disparar os níveis hormonais e, por isso, reduz o risco de cancro na mama, da próstata e ainda de osteoporose. Porque leva a um estado de relaxamento, combate a ansiedade. São vários os estudos que dizem que o sexo faz bem à saúde. Além da vertente do exercício físico, a actividade sexual leva à produção de hormonas e de uma substância denominada endorfina, semelhante aos opiáceos, que tem uma acção relaxante, protegendo as artérias e o coração.

Quem pratica sexo com regularidade e se considera satisfeito com a sua sexualidade vê reduzido em 50 por cento o risco de morrer de problemas cardíacos. O aspecto da afectividade também é importante. Somos animais sociais, não podemos viver isoladamente.

 

BENEFÍCIOS:

Próstata

As ejaculações frequentes podem diminuir a concentração de substâncias cancerígenas.

Sistema imunitário

O bem-estar tem uma influência na imunidade às doenças.

Insónias

O orgasmo produz um estado de relaxamento que facilita o sono.

Ossos

A produção de estrogéneo (uma hormona) aumenta três a cinco vezes durante a actividade sexual, o que previne a osteoporose nas mulheres.

 

Fonte: Correio da Manhã

 

Categorias: ,
publicado por Luís Castro às 15:02
link do post | comentar | ver comentários (45)
Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

Se a moda pega... Parte II

Sarkozy quer acabar com a publicidade na televisão pública francesa entre as 20:00 e as 06:00 e propôs compensar essa perda através de uma nova taxa. 

 

A taxa de 0,9 por cento, a aplicar aos operadores telefónicos e de Internet,

irá juntar-se a uma outra, de três por cento, que Sarkozy vai impor sobre

os ganhos pulicitários das estações televisivas privadas e com a qual espera

angariar 80 milhões de euros. De acordo com o mesmo projecto, a partir de 01 de Dezembro de 2011 a publicidade desaparecerá totalmente das emissões da estação pública. 

 

A supressão da publicidade deverá privar a France Télévisions - que

agrupa os cinco canais públicos franceses - de cerca de 800 milhões de euros

anuais. 

   

Nicolas Sarkozy pretende, por outro lado, que o futuro presidente do

grupo que reúne os canais públicos seja nomeado pelo executivo, ainda que

apenas depois de um parecer do Conselho Superior do Audiovisual e desde

que uma maioria qualificada no Parlamento não se oponha.  

 

As medidas avançadas por Sarkozy, e que farão parte de um projecto de

lei a apresentar no Parlamento no Outono, têm suscitado críticas em França,

com a esquerda a apontar alegadas "amizades" do presidente com os patrões

de grandes grupos da comunicação social privados, enquanto a revista L'Express referiu o "fascínio" de Sarkozy pela televisão e a sua vontade de intervir nesse domínio.

 

Luís Castro

Fonte: Lusa

publicado por Luís Castro às 01:05
link do post | comentar | ver comentários (51)

Se a moda pega... Parte I

Televisões e rádios romenas terão de veicular 50 por cento de notícias

positivas nos seus telejornais e blocos noticiosos, devido a uma lei aprovada hoje, por unanimidade, no Senado.

 

"Os programas de actualidade nas televisões e nas rádios devem conter,

em igual proporção, informações positivas e negativas", prevê a nova legislação.

 

Para apoiar este diploma, os dois senadores proponentes invocaram o "extraordinário poder nocivo" das notícias negativas e os seus "efeitos irreversíveis na saúde e na vida das pessoas".  O objectivo da lei é "melhorar o clima geral e oferecer ao público a hipótese de uma percepção equilibrada da vida quotidiana". 

 

Diversos jornalistas, já se manifestaram contra a lei, que esperam

ver vetada pelo presidente romeno. "Uma notícia de actualidade não é positiva nem negativa, limitando-se a reflectir a realidade", afirmou o presidente do  Conselho Nacional do Audiovisual, Rasvan Popescu. 

Luís Castro

Fonte: Lusa

publicado por Luís Castro às 00:58
link do post | comentar | ver comentários (26)
Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

Missas mais caras... parte II

A partir do próximo dia 1 de Julho mandar celebrar uma missa em qualquer das nove dioceses da Província Eclesiástica de Braga custa 10 euros, mais 2,5 euros do que o preço actual, em vigor desde o início do milénio.
A Tabela de Taxas e Tributos, que actualiza o preço dos serviços, foi proposta pelas dioceses de Braga, Porto, Viana do Castelo, Bragança, Vila Real, Lamego, Viseu, Guarda e Coimbra. Aprovada pelo Papa Bento XVI, entra em vigor no início do mês que vem. O mesmo deve acontecer ainda este ano nas restantes dioceses do País.
 
A celebração da missa, que passa de 7,5 para 10 euros, aumenta 33 por cento, justificado pelo facto de não haver actualização há quase oito anos. 'Por norma, há actualização de cinco em cinco anos. Desta vez esperámos mais uns anos, mas, atendendo ao avolumar das despesas, não foi possível adiar a decisão mais tempo', disse ao CM D. Jorge Ortiga, arcebispo primaz de Braga.
A maioria dos párocos contactados pelo CM sublinhou que os crentes não vão sentir a diferença, pois, por norma, deixavam os dez euros. Mas alguns párocos cobravam apenas cinco euros por intenção. É o caso de Abel Costa, pároco das freguesias de S. Cipriano, Ovadas, S. Romão e Freigil, em Resende, que desde a entrada em vigor do euro recebe cinco euros por intenção. 'Parece-me que passar de cinco para dez euros, assim de uma vez, não será o mais justo. Vou ter de analisar a situação', disse.
 
 
EUCARISTIAS RENDEM 210 EUROS POR SEMANA
As missas por mais de uma intenção dividem bispos, padres e fiéis. Os fiéis preferem que a missa seja apenas por alma do seu familiar. Os presbíteros entendem que mais vale repartir os pedidos por várias missas: é preferível todas terem duas ou três intenções do que algumas terem uma intenção e outras seis ou oito pedidos.
Mas as regras são claras: cada padre só pode celebrar, semanalmente, duas missas com mais do que uma intenção, sendo que cada uma delas não pode contar com mais de oito intenções. Assim, um pároco que tenha duas paróquias auferirá em missas cerca de 210 euros por semana: cinco missas a dez euros cada e duas de 80 euros, ou seja, com oito intenções. Entre 30 a 40 por cento do valor é para a diocese.
 
 
VALORIZAR A VIDA PAROQUIAL
A Tabela de Taxas e Tributos agora aprovada pretende valorizar a vida paroquial, fomentando a realização de casamentos e baptizados nas igrejas paroquiais, de preferência onde um dos nubentes ou os pais do baptizando residam. Assim, quem casar na paróquia paga 20 euros pelo processo e os outros 25 pela celebração. Se quiser dar o nó num santuário, tem de pagar mais 50. Se preferir uma capela particular, a taxa é de 150 euros. O mesmo acontece com os baptizados. Neste caso, para além dos 25 euros da celebração, na igreja paroquial não há taxa, num santuário são 25 euros e numa capela particular, 75.
 
PREÇOS
Uma autorização para a celebração de missa campal vai custar 35 euros por dia. O certificado matrimonial de ‘nada obsta’ vai custar 25 euros e as certidões e atestados 7,5 euros.
25 euros é quanto vai custar a celebração do Baptismo ou do Matrimónio. Uma missa de festa fora da igreja fica por 30 euros, tal como uma procissão.
30euros é o preço de um funeral. Já o trintário (30 missas seguidas por alma de um defunto) vai custar 350 euros.
Secundino Cunha-Jornalista do Correio da Manhã

      

publicado por Luís Castro às 18:29
link do post | comentar | ver comentários (23)

Missas mais caras... parte I

 

Pois é.

Segundo a edição de hoje do “Correio da Manhã”, as missas vão ficar mais caras 33%.

Vou esperar para ler o CM e saber se também é por causa dos combustíveis…

Estou tentado a organizar um bloqueio à igreja da minha terra.

Acham que resulta?

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 01:30
link do post | comentar | ver comentários (40)
Domingo, 22 de Junho de 2008

A vida não acaba no Telejornal

                                    Sempre defendi que o jornalista deve ser mais interventivo socialmente.

Não é honesto denunciar os males da sociedade e depois virar-lhes as costas como se nada estivesse a acontecer.

Não podemos esquecer o problema/tema depois da peça ir para o ar e pensar que amanhã será outro dia e outro assunto nos cairá no colo.

Ninguém pode carregar às costas os males do mundo, é certo, mas todos os dias escrutinamos dezenas de profissões durante o Telejornal. Então, e nós?

Que tal olharmos sobre nós, jornalistas, e questionarmo-nos sobre o papel que desempenhamos no meio em que vivemos e trabalhamos?

Eu já o fiz.

Somos jornalistas 24 horas por dia.

 

Esta manhã, vários jornalistas do Telejornal participaram na “Lisboa Bike Tour”.

A prova foi organizada em parceria com o Instituto da Droga e da Toxicodependência e teve o apoio e a cobertura integral da RTP.

 

Luís Castro

Coordenador do Telejornal da RTP

 

publicado por Luís Castro às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (87)
Sábado, 21 de Junho de 2008

Que vergonha!

Foi a abertura do Telejornal.

 

Pivô do Zé:

Um autocarro de adeptos do FC Porto foi incendiado à frente do Estádio da Luz.

Os adeptos foram ao estádio do Benfica para ver um jogo de hóquei em patins entre as duas equipas, partida que terminou com os portistas a sagraram-se campeões.

 

As imagens iniciais são de um vídeo amador gravadas por telemóvel (Paulo Gonçalves) cedidas ao repórter que esteve no local, o Daniel Pessoa e Costa.

http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=351690

 

Luís Castro

Coordenador do Telejornal da RTP

Categorias: ,
publicado por Luís Castro às 21:30
link do post | comentar | ver comentários (22)
Sexta-feira, 20 de Junho de 2008

De volta ao nosso mundo

Repórter da CBS critica cobertura jornalística da guerra no Iraque

Fonte: Público

 

A correspondente da CBS Lara Logan, uma repórter de 36 anos de idade que trabalha em cenários de guerra há sete anos, afirmou em directo no programa «Daily Show» que se tivesse de ver as notícias sobre o Iraque que são publicadas nos Estados Unidos «daria um tiro na cabeça». As reportagens de Lara Logan chegaram a motivar a censura pública de George W. Bush e do seu vice-presidente, Dick Cheney, mas também lhe valeram um Emmy no ano passado.

 

http://www.publico.clix.pt/videos/?v=20080620162148&z=1

 

publicado por Luís Castro às 22:40
link do post | comentar | ver comentários (19)

Vamos lamber as feridas

Scolari foi vítima da sua teimosia e incoerência.

Teimosia porque insistiu em Ricardo e Paulo Ferreira.

Incoerência porque aceitou ao Chelsea aquilo que recusou ao Benfica (2004) e à selecção inglesa (2006): o anúncio prévio da sua contratação.

Madaíl diz que a culpa é de Abramovich; Scolari que foi do árbitro; os jogadores das bolas paradas.

Já não há pachorra!

Tão cedo não volto a falar de futebol!

Mas não desanimemos.

Há quem faça pior figura do que nós.

Ora vejam.

http://www.youtube.com/watch?v=h5m5tDSVNCs

 

 

 

publicado por Luís Castro às 21:32
link do post | comentar | ver comentários (33)
Quinta-feira, 19 de Junho de 2008

Faltou um Danoninho

Porque não quero insultar o árbitro.

Porque não quero falar da fífia do Ricardo.

Porque não quero avaliar a prestação de Ronaldo no Europeu.

Porque não quero fazer juizos de valor sobre os contratos milionários.

Porque não quero comentar as desculpas de Scolari no final do jogo.

Porque não quero pensar na falta do Caneira e do Maniche.

Porque não quero ser profeta da desgraça.

Porque não quero lembrar que foi quase.

Porque não quero recordar que repetimos o Euro-96

Porque não quero entrar em depressão.

Porque Scolari diz que pode voltar.

E porque há mais vida para além da selecção, deixo-vos uma notícia muito curiosa que talvez ajude a ultrapassar a frustração…

http://diario.iol.pt/sociedade/sexo-livro-casal-prenda/964074-4071.html

publicado por Luís Castro às 19:28
link do post | comentar | ver comentários (40)

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds