Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Emprego em Angola

Ontem voltei a ficar surpreendido com o que vi.

Numa rara oportunidade, permitiram-me entrar, filmar e fazer entrevistas na sala onde irá ser feito o escrutínio da votação.

Essa será a reportagem que vos irei mostrar amanhã, dia de reflexão aqui em Angola e onde contarei como será todo o processo.

Essas imagens serão distribuídas também para todo o mundo pela Eurovisão e via RTP.

Ah, e garantiram-me que não há qualquer hipótese de fraude!

 

 

 

 

Hoje à noite, no Telejornal, irei mostrar os dois comícios, o da UNITA e o do MPLA, onde este último promete ter dois milhões – sim, leram bem: dois milhões! – de pessoas.
Estou curioso.
 
Já me disseram que serei o responsável pela futura vinda de muitos portugueses para Angola. A reportagem de ontem mostrava que há muitos jovens licenciados e pessoas com quarenta/cinquenta anos que conseguiram empregos por cá.
Centenas de escolas e dezenas de clínicas e hospitais estão em construção. Falta agora meter lá dentro professores e médicos. Angola ainda não tem quadros para preencher tantas necessidades, por isso, procurem as instituições em Portugal que vos possam dar mais informações sobre as oportunidades que se abrem em Angola.
Mas atenção: ninguém pense que há aqui uma “árvore das patacas” ou que é o “Eldorado”!
Oiçam bem o que disse o embaixador português na reportagem que enviei ontem e que passou no Telejornal.
http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=361570&tema=1&pagina=0&palavra=&ver=1
 
Andem bem e fiquem bem, yah?
Luís Castro
publicado por Luís Castro às 01:16
link do post | comentar
44 comentários:
De pedro oliveira a 3 de Setembro de 2008 às 07:54
Nem de propósito, soube ontem que dois colegas meus de curso, por dificuldades de trabalho cá vão para aí trabalhar, um na área da climatização e outro para uma cimenteira.Os vencimentos que falaram fizeram "tilt"na minha cabeça, cada um vai receber mais de 5000 euros mensais mais uma mão cheia de regalias.
Temo que a breve trecho iremos ter graves problemas em Portugal com pessoas na área de Engenharia e isso vai-se reflectir no investimento estrangeiro em Portugal,seguramente.
abraço
De Luís Castro a 3 de Setembro de 2008 às 19:46
Pedro,
mas também é verdade que vêm ganhar mais mas também gastarão muito mais do que aí.
Seja como for, dará para lucrar uns trocos e pelo menos terão emprego.
Que tudo lhes corra bem.
Ab.
LC
De Luís Castro a 3 de Setembro de 2008 às 19:46
Pedro,
mas também é verdade que vêm ganhar mais mas também gastarão muito mais do que aí.
Seja como for, dará para lucrar uns trocos e pelo menos terão emprego.
Que tudo lhes corra bem.
Ab.
LC
De bluewater68 a 3 de Setembro de 2008 às 09:10
Bom dia Luis Castro,
começo por lhe dar os parabéns pelas reportagens que tem feito, e calculo que o Sérgio ainda continue maravilhado com essa cidade.
Há uns 12 anos atrás, fizeram-me uma espécie de convite irrecusável para ir trabalhar um ano para Luanda. Os valores eram da ordem dos indicados pelo comentador anterior. Por vários motivos que tiveram peso decisivo, acabei por não ir. Houve quem dissesse que tinha sido uma boa opção. Pessoas que tinham estado aí a trabalho.
Agora, depois de ver a sua reportagem, se tivesse oportunidade idêntica, não pensava duas vezes.
Não sei se está a ver a responsabilidade que vai ter a partir de agora :))) Qualquer candidato que se sinta 'enganado' com a reportagem vai pedir-lhe explicações.
Cumprimentos
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:28
Por isso é que eu chamo a atenção para o que diz o embaixador português!!!
Ab.
LC
De Raquel Silva a 3 de Setembro de 2008 às 10:40
Luís,
Decerto será responsável pela ida de muitos portugueses para Angola. Com o desemprego em Portugal, e o mercado crescente em Angola, os portugueses vêem aí boas oportunidades não só para trabalhar como também para viver melhor. Nem tudo é fácil, mas provavelmtente é melhor do que aqui...
Ficamos à espera da reportagem de hoje, sobre as eleições.
Bjs
Raquel
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:33
Era gente que nunca mais acabava!!!
Então o do MPLA, era até perder de vista.
Bjs
LC
De Ana Cristina Brizida a 3 de Setembro de 2008 às 14:07
Olá Luís, tass?

Por acaso também estou curiosa em ver se o comício de encerramento do MPLA em Luanda irá ter 2 milhões de pessoas, bem ao estilo americano.
Ontem vi uma reportagem na concorrência onde o Presidente foi em campanha eleitoral para o Norte de Angola e muito sinceramente não vi grande entusiasmo.
Mas vou-lhe contar uma coisa, a propaganda do partido que está no governo também se fez em Portugal. Há cerca de uma semana e meia apareceu na praia uma família angolana com um enorme chapeu do MPLA!!!! Até tirámos uma foto para recordação.
Espero que o acto eleitoral decorra sem incidentes...
Angola é país tão grande e tão rico em recursos naturais que não são aproveitados na sua totalidade, e não são só os tugas a investir lá, não nos podemos esquecer dos chineses, franceses e ingleses.
Nas suas reportagens, o Luís tem falado muito de Luanda, mas Angola não é só Luanda... E o interior do país?
Bjs
Cris
De Sónia Pessoa a 3 de Setembro de 2008 às 17:40
Faço a mesma pergunta... e o interior?
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:43
Isto é grande... e eu só só sou um.
Depois das eleições tentarei dar uma volta por aí.
Não posso sair de Luanda nesta fase.
Nestes últimos anos, a título particular, já visitei várias provícias, mas quero dar mais uma volta por aí.
Bjs
LC
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:38
Sim... lá irei.
Primeiro as eleições.
E não convem sair de Luanda até ter a certeza de que nada irá acontecer.
Não quero ser "apanhado na curva".
Depois, para sair, os aviões levam mas não se sabe quando trazem... pode ser de manhã, à tarde ou só no outro dia.
Como tenho de mandar trabalho todos os dias, não dá para arriscar.
Bjs
LC
De Ana Cristina Brizida a 4 de Setembro de 2008 às 08:54
Bom dia Luís,
Quando for para o interior de Angola, espero que lhe corra tudo bem.
Nós aqui estamos a torcer para que nada de mal lhe aconteça.
E já agora leve um stock de máscaras cirúrgicas...
Bjs e tudo de bom.
Cris
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 19:42
Nessa altura,
se apanhar net algures, vou dando notícias.
Bjs
LC
De Rocket a 3 de Setembro de 2008 às 14:23
luís, senão te agradeci anteriormente, faço-o agora.
obrigado pelo empenho nas tuas reportagens.

abraço
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:39
De nada.
Vou tentar ligar amanhã... ou depois das eleições.
Ab.
LC
De Fatima a 3 de Setembro de 2008 às 20:05
Luís continuação de bom trabalho.
Angola promete!
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:44
Obg.
Bjs.
LC
De Miss Pepper a 3 de Setembro de 2008 às 20:54
Olá Luis!
Ainda bem que teve autorização para fazer a sua reportagem pois parece que o mesmo não aconteceu com os outros orgãos de imprensa.
Angola é um país rico e com grandes potencialidades que não estão a ser aproveitadas. E acredito mesmo que com o aumento crescente do desemprego em Portugal, muitos decidam ir trabalhar para Angola. Agora é como o Luís diz: não é um "Eldorado" nem uma forma de ganhar dinheiro fácil certamente.
Concerteza muitos colegas meus professores irão em debandada para Angola depois das palavras proferidas ontem pelo 1º Ministro José Sócrates.

Um beijinho e continuação de bom trabalho!
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:47
Angola vai precisar de muitos professores.
E ainda esta tarde o presidente angolano disse que uma das apostas para os próximos anos será a formação.
Ab.
LC
De Hernani a 3 de Setembro de 2008 às 21:20
Ó Amigo. Então falou nos professores, falou nos médicos e então os enfermeiros. Oh!!!!!!!!!!!!!!!!!
Quanto ao que disse o senhor, não foi muito animador, mas são as condições em Africa.
Hernani
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:52
Também.
Mas um amigo meu (enfermeiro) veio para Angola e só ficou por cá dois meses. Não era (profissionalmente) o que lhe tinham prometido.
Voltou ao hospital de onde tinha saído com licença sem vencimento. É é o o mesmo hospitalk onde trabalha o meu vizinho da esquerda.
Ab.
LC
De someone a 3 de Setembro de 2008 às 22:16
Olá. Como seu blog está em destaque, lembrei-me que ja tinha visto este nome.
Li este post. Não vi o seu programa na RTP, mas vou vê-lo aqui.
Só queria dizer que, há muitos anos atrás, apesar de todas as dificuldades e da forma como Angola ficou depois do regresso dos portugueses, e ouvindo histórias que meu pai contava então, sempre sonhei/pensei que este seria o país do futuro.
Ha anos também, eu dizia a muitos jovens licenciados que provavelmente Angola seria o lugar de oportunidade para os recém licenciados, e não só.
Hoje , ao ler este post, lembrei-me dos muitos professores que estão no desemprego.
Sou professora do quadro e, se não fosse "cota", iria de certeza para esse país.
Penso que, apesar de, como diz o Luís, não ser a terra do El Dorado", muitos jovens vão pensar nas suas palavras e irem na "aventura" de um país melhor, que vai ser de certeza um grande país.
Se os nossos jovens já procuram nos países de leste algumas oportunidades, que se poderá dizer de Angola?
Faço jus do seu texto e vou divulgá-lo a quem precisa de novas de se aventurar e procurar ser feliz fora daqui.
Um abraço
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:57
Quando decidi fazer este tipo de reportagens, sabia que iria ser responsável por algumas vindas para Angola.
Não o faria se não tivesse a certeza de que poderia ajudar alguém.
Força, divulgue!
Bjs
LC
De filipelobo a 3 de Setembro de 2008 às 23:05
Olá Luís,

Boas reportagens (como sempre claro) e boas aventuras. Já reparei q tem algumas e das melhores.

Um abraço

Filipe Lobo
De Luís Castro a 4 de Setembro de 2008 às 00:59
Filipelobo,
seja bem aparecido!!!
Já não o "lia" por aqui há uns tempitos...
Ab.
LC
De filipelobo a 4 de Setembro de 2008 às 22:56
É verdade. Afazeres...

Mas agora é para ficar.lol

Filipe lobo
De Luís Castro a 5 de Setembro de 2008 às 21:27
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds