Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

O meu "xará" da UNITA

Dez anos depois o mesmo BMP ainda lá está…

 

– António, o que te aconteceu à perna? –

– Foi na guerra… um estilhaço…

­­– O que fazias na guerra?

– Era soldado das Forças Armadas da UNITA.

– Não me digas… e em 1999, quando as FAA tentaram chegar ao Andulo, onde estavas?

­– Estava a combater na linha de frente.

– Sabes, António, eu estava do outro lado…

– Ehhh! Você?!

O António tem agora trinta e quatro anos e é recepcionista no único hotel que há no Kuito. Relembra o dia em que um pedaço de metal lhe trespassou a perna e tantos outros que passou debaixo de fogo. Era alferes da UNITA. E ali ficámos, os dois, sob o olhar curioso do Sérgio, a recordar o que foram aqueles combates que nós vivemos de lados opostos na linha da frente.

 

Na altura, se ele me tivesse apanhado, por certo que me mataria. Agora tem olhar e trato dóceis. Depois de lhe tirar a fotografia, a medo, pergunta:

– Não será perigoso para mim que o senhor mostre esse retrato?

– Não, António! Tu és um bom exemplo da reconciliação do país!

Despeço-me deste meu “antigo inimigo” com uma promessa:

­– Vou voltar e vamos os dois percorrer aquelas chanas e aquelas matas, está combinado?

– O senhor promete?

– António, meu "xará" (eu também sou António), promessas são dívidas!

Despedimo-nos com mais um abraço e de lágrimas nos olhos.

 

As crianças já não têm kalashnikovs nas mãos.

Estação do Kuito.

Aqui travaram-se alguns dos combates mais violentos da guerra em Angola.

Nestas matas morreram milhares de soldados.

A ligação entre o Kuito e o Andulo está igual ou pior do que há dez anos.

Muitas pontes já foram recuperadas.

Centro do Município do Andulo.

 

Luís Castro no Planalto Central

 

 

publicado por Luís Castro às 15:19
link do post | comentar
45 comentários:
De Pedro Oliveira a 18 de Setembro de 2008 às 16:43
Deve ser um turbilhão de emoções esta tua viagem.
um abraço
p.s.o vilaforte já mudou de casa.
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 18:46
Pedro,
eu sou dos gostam sempre de voltar, mesmo que as experiências tenham sido más.
Por vezes, são formas de nos reencontramos.
Ab.
LC
De Pi-Erre a 18 de Setembro de 2008 às 16:45
Gostei do tratamento: "Senhor" para um lado, "Tu" para o outro. Assim mesmo é que é, os "superiores" e os "inferiores" não se devem misturar, cada qual na sua posição social.
Ora o preto nunca pode ser um "Senhor", não é verdade?
De Teresa a 18 de Setembro de 2008 às 17:47
Sabe Pi-erre, quando não entendemos algo, não o comentamos! pelo menos com maldade!
O António é um verdadeiro Senhor, educado, respeitador, mas os quase 34 anos de vida passados em guerra ainda não lhe permitiram perceber que a hierarquia acabou! mas a educação, humildade e a coragem, ninguém lha tira e é isto que faz um Senhor, não é?
Já agora permita-me uma actualização: no sec. XXI a cor da pele já não é elemento de distinção, excepto para alguns atrasados......
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 18:54
Visto.
LC
De Mila a 19 de Setembro de 2008 às 16:32
Bem falado Teresa, sempre houve e havera ignorantes por isso passe em frente não adianta perder tempo com estes...
Bem haja Luis
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:36
Visto.
LC

*obg.
bjs
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 18:49
Isso é piada?
Se é, desculpa mas é de mau gosto.
O "senhor" só demonstra como são educados.
O meu "Tu" é afectuoso e trata por igual alguém que se mostrou submisso.
LC
De Caldeira a 18 de Setembro de 2008 às 18:54
"Senhor", Pi-erre "Tu" tem razão, nem devia comentar neste Blog os "superiores" e os "inferiores" não se devem misturar, e o senhor , tu ou voçé como queira, nunca poderá de certeza ser sequer gente, vc é pior que animais é irracional esse seu comentário, e feito no Blog de quem faz de um SENHOR que não vê na cor da pele uma posição social...SE ENXERGA como dizemos nós...
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 18:57
Visto.
LC
De Isaura a 18 de Setembro de 2008 às 22:45
Que coisa...déjà entendu?!
Será que estamos a ler um comentário de uma facção dos Observadores da UE?! Ironias torpes...
Aqui, senhor π R, falamos de sentimentos bons, de partilha, de amor ao próximo! Venha até cá, senhor π R, e talvez possa entender do que falamos
Isaura
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 23:37
Visto.
LC
De Sónia Pessoa a 19 de Setembro de 2008 às 08:40
Senhor Pi-Erre, eu queria comentar, juro que queria, mas este seu comentário (e "senhor e seu" aqui não é para tratá-lo por senhor mas para manter a distancia entre nós) é tão deprimente que apenas me ocorre dizer que espero que neste mundo, em pleno seculo XX! hajam poucos como você.
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:30
Visto.
LC
De terezadapraia a 19 de Setembro de 2008 às 19:29




diferença de idades diferença de graus académicos diferenças de profissão etc levam a que as pessoas adoptem formas diferentes de tratamento, nas suas conversas;

se o António fosse um conhecido e experiente repórter de guerra em Angola, e o Luís
um recepcionista de hotel, bastante mais jovem do que o António,

muito provavelmente o António, sem precisar mudar o tom da sua pele, trataria por tu o Luís enquanto jovem recepcionista, que por sua vez, o trataria certamente por senhor, como de resto faria em relação a qualquer outro cliente e ou jornalista, muito mais velho do que ele!

e se motivos existissem para que algum dos dois, se pudesse sentir "superior" ou "inferior" ao outro, num ou outro sentido - com troca ou sem troca de nomes, ou de tons de pele, ou de graus académicos, ou de profissão, ou de "classe social" -

nada disso podia ser mais forte que o sentimento
que os unia naquele momento:


«Despeço-me deste meu “antigo inimigo” com uma promessa:

­– Vou voltar e vamos os dois percorrer aquelas chanas e aquelas matas, está combinado?

– O senhor promete?

– António, meu "xará" (eu também sou António), promessas são dívidas!

Despedimo-nos com mais um abraço e de lágrimas nos olhos.»


E é isso que posts como este nos ajudam a perceber!
E é isso que posts como este podem ajudar a promover!
E é por isso que posts como este incomodam!

Não me surpreendendo nem um pouco, certo tipo de comentário ~~

Temos que ser pacientes ~~

Há um longo caminho a percorrer ~~










De Luís Castro a 21 de Setembro de 2008 às 14:05
É bem verdade!
Bjs e bom fds.
Luís Castro
De Graça a 18 de Setembro de 2008 às 17:21
Se poder mostre-nos imagens mais imagens do Andulo.
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 18:52
Graça,
a minha passagem no Andulo foi mesmo uma rapidinha.
Nesse dia andámos 13 horas de carro para fazer mais de 800 Km.
Mas nos próximos dias vou colocar mais.
Bjs
LC
De maripossa a 18 de Setembro de 2008 às 19:33
Luís. Pois neste turbilhão de emoções, ainda se pode fazer amigos" como o caso, depois de alguma desavença de guerra, mas que a humildade desse "negro"não por o ser claramente; ainda em modo educado o tratou por Senhor, só mostra humildade, o que para uns certamente não sabem o que isso é, como quem comenta.
Gostei das coisas que aqui tem tratado,para esse povo sofrente,que a vida daqui para a frente seja uma democracia plena,para o meu amigo Luís bom trabalho,já agora para a equipa.
Beijinho
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 23:19
Maripossa,
por onde andei, sempre fiz amigos.
O António é mais um, agora que a paz o tornou possível.
É uma das coisas de que sinto falta quando fico muito tempo fechado na redacção.
Obrigado.
Bjs
LC
De Pi-Erre a 18 de Setembro de 2008 às 22:25
Eu só trato por "tu" quem me pode também tratar por "tu".
E trato por "senhor" quem me trata por "senhor".
Entendido?
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 23:34
Pi-Erre,
eu peço a toda a gente que me trate por "tu".
Não gosto que me tratem por "Dr." ou por "você".
Sou assim, no trabalho e na vida pessoal.
LC
De Mila a 19 de Setembro de 2008 às 16:35
Cala-te pa tu nem por tu nem por nada zero ouviste zero
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:37
Visto.
LC
De Pi-Erre a 18 de Setembro de 2008 às 22:30
Ah, já agora acrescento que vivi em Angola mais de 10 anos e tenho ainda lá família e amigos, incluido companheiros de estudo e de trabalho.
De Luís Castro a 18 de Setembro de 2008 às 23:36
Pi-Erre,
se ler outros post que aqui estão, compreenderá que eu sou um apaixonado por aquela terra e por aquela gente.
A todos trato por igual, sejam africanos, árabes, asiáticos ou de outra parte qualquer.
Talvez por isso deixe amigos por onde passo.
Ab.
LC
De Antónia a 19 de Setembro de 2008 às 12:56
ai viveu em Angola? Mais de 10 anos? Deixou cá amigos?ahahaahah..de certeza que não são amigos angolanos.
Ainda bem que se foi embora e, por favor, não volte nunca mais! Não precisamos por cá de pessoas como o SENHOR!
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:35
Visto.
LC
De Peace_Terrorist a 19 de Setembro de 2008 às 01:01
O comentário do Sr. Pi Erre e um bocado escusado, pois no trabalho do Sr. António e perfeitamente normal tratar o Sr. Luís Castro por você , são as regras da cortesia da hotelaria. Mais normal ainda é o LC tratar o Sr. António por tu pois são da mesma idade e do ponto de vista cultural só tratamos por você pessoas mais velhas que nos, não e preciso conhecer os manuais de antropologia para saber isso.
Se o Sr. Pi Erre quer um exemplo da igualdade para todos passe no meu blog e veja a Historia do Ska , deve ter erros mas as aulas começaram é o meu ultimo ano, e to sem tempo pa arranjar o texto mas ta prometido uma revisão no fim de semana.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

O comentário do Sr. Pi Erre e um bocado escusado, pois no trabalho do Sr. António e perfeitamente normal tratar o Sr. Luís Castro por você , são as regras da cortesia da hotelaria. Mais normal ainda é o LC tratar o Sr. António por tu pois são da mesma idade e do ponto de vista cultural só tratamos por você pessoas mais velhas que nos, não e preciso conhecer os manuais de antropologia para saber isso. <BR>Se o Sr. Pi Erre quer um exemplo da igualdade para todos passe no meu blog e veja a Historia do Ska , deve ter erros mas as aulas começaram é o meu ultimo ano, e to sem tempo pa arranjar o texto mas ta prometido uma revisão no fim de semana. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Parabens</A> Luís Castro por dares a conhecer o antes e o depois da guerra em Angola. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>http</A> :/ peace_terrorists.blogs.sapo.pt /
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:27
Obrigado.
Foi essa a minha vontade: mostrar as mudanças, embora saibamos que muito há a fazer.
Ab.
LC
De patti a 19 de Setembro de 2008 às 11:21
Olá Luís,

Deve ser muito bom poder ver a situação mudada, reencontrar pessoas e crianças mais felizes.

Terapêutico!
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:31
Se é!
Tal como aconteceu com a minha última ida ao Iraque, também aqui eu me reconciliei com a História.
Bjs
LC
De GorgeousMind a 19 de Setembro de 2008 às 12:51
Caro Luís,

Quando comecei a visitar regularmente o seu blogue, questionei-me sobre o que levaria uma pessoa a ter uma profissão tão arriscada, mas ao mesmo tempo tão emocionante. Agora com o tempo vou percebendo...

Um abraço.
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 16:35
É viciante!
No bom sentido, claro.
E muito gratificante!
Ab.
LC
De paranoiasnfm a 19 de Setembro de 2008 às 18:06
Histórias de vida...

E, de um momento para o outro, estão lado a lado.. como simples amigo vs. "antigo-inimigo".

Assim dá gozo..


Abraço,

Nuno F.
De Luís Castro a 19 de Setembro de 2008 às 22:25
O que a guerra nos faz...
Foi uma surpresa e um enorme prazer encontrar aquela pessoa, agora em tempo de paz.
Vou lá voltar para o reencontrar!!!
Será o meu próximo desafio.
Ab.
LC
De Isaura a 19 de Setembro de 2008 às 23:11
Querido Luís e eu vou lá estar!!!! (estou a pôr-me em bicos dos pés...). Entretanto, quando for Hotel Cassoma, procurarei o António e vou falar-lhe de si!!!
Bjs
Isaura
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2008 às 14:37
Combinado!
E mande um forte abraço meu.
Bjs

*Obrigado pelas fotos.
Chegaram bem.
Bjs

LC
De Isaura a 19 de Setembro de 2008 às 23:12
Querido Luís e eu vou lá estar!!!! (estou a pôr-me em bicos dos pés...). Entretanto, quando for Hotel C procurarei o António e vou falar-lhe de si!!!
Bjs
Isaura
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2008 às 14:40
Visto.
LC
De Luís Castro a 21 de Setembro de 2008 às 14:02
Visto.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds