Quarta-feira, 1 de Outubro de 2008

Até ao Luau

Chamaram-lhe a estrada mais curta para a África Central.

A construção arrancou em 1899 e pretendia chegar às riquezas minerais do antigo Congo belga.

 

Trinta anos depois a linha chegaria ao Luau.

 

Depois da independência e com a guerra civil, a maior parte do caminho de ferro acabou por ser destruído ou seriamente danificado.

  

Os chineses estão a recuperar a linha de ferro que custará dois mil milhões de dólares.

Nos primeiros meses do próximo ano o comboio apitará no Huambo.

 

São mais de 1.300 KM para voltar a ligar Benguela ao Luau, na fronteira com

a RD do Congo.

 

Fotografias tiradas entre o Cubal e o Huambo.

 

 

Para saber mais sobre os antigos CFB

 

http://www.cpires.com/angola_comboios.html

 

Luís Castro em Angola

publicado por Luís Castro às 00:48
link do post | comentar
18 comentários:
De JAlves a 1 de Outubro de 2008 às 09:08
Conheci bem esta linha! Fiz uma viagem de comboio em 1960 ou 61 com o meu irmão e nossos Pais!
abraços
De Luís Castro a 1 de Outubro de 2008 às 14:52
JAlves,
Conta-nos - na primeira pessoa - o que era fazer aquela viagem.
Ab.
LC
De JAlves a 1 de Outubro de 2008 às 15:14
Fiz aquela viagem ainda criança, mas lembro-me bem das carruagens novas, das camas onde dormimos e de alguma apreensão quando o comboio abrandava nalguns locais. Mas a aventura foi grande para nós crianças! E então as paisagens...
abraços
De Luís Castro a 1 de Outubro de 2008 às 15:33
Fala das paisagens...
Do que te recordas.
Conta-nos mais.
LC
De Luís Castro a 2 de Outubro de 2008 às 03:39
Zé,
estamos à espera!
Vá lá.
LC
De Pedro Oliveira a 1 de Outubro de 2008 às 09:10
Se não fossem os chineses...
Mais uma belas fotos para a galeria.
De Luís Castro a 1 de Outubro de 2008 às 14:53
E não é só na linha de ferro...
Ab.
LC
De Luís Castro a 2 de Outubro de 2008 às 03:40
Os chineses já abriram mais de 8 mil Km de estradas por todo o país.
LC
De Daniel Marques a 1 de Outubro de 2008 às 15:32
Luís, até maquinista já fui, vê tu bem. Cheguei a levar um comboio de Lisboa ao Entroncamento. Também fiz o Ramal de Tomar. Mas tive de abandonar por causa de ser um trabalho que me dava cabo da coluna. Comecei a sentir dores fortes nas costas. Não é lá muito confortável andar o caminho todo aos pulos. O conforto não é o mesmo que têm os passageiros. No entanto, eu estava destinado a comboios de mercadorias, em que as condições ainda são piores.

Abraço
De Luís Castro a 1 de Outubro de 2008 às 15:36
Daniel,
eu também já vendi panelas, faqueiros, aspiradores e outras coisas mais de porta em porta.
Tinha 18 anos e ganhei 90 contos em apenas um mês.
Ab.
LC
De Diogo Rodrigues a 1 de Outubro de 2008 às 15:39
Olá Luís a bocado deu na Tvi uma jornalista que fez uma reportagem sobre uma zona ai em Angola e que vai lançar um livro segunda feira que se chama " Os meninos de Jamba" ou algo assim

Segundo ele é um sitio muito podre, também vais visitar essa zona ?


abraço[]
De Luís Castro a 1 de Outubro de 2008 às 16:13
Diogo,
já estou em Lisboa e voltei hoje à redacção.
Ab.
LC
De Luís Castro a 1 de Outubro de 2008 às 18:42
teste
LC
De Luís Castro a 2 de Outubro de 2008 às 03:41
resolvido.
LC
De Anónimo a 2 de Outubro de 2008 às 23:13
A viagem do Luau ao Lobito.

Nostalgia, magia, cor, saudade...

Fi-la muitas vezes.
De Luís Castro a 3 de Outubro de 2008 às 13:38
E porque não contar o que se recorda?
Gostaria de ler essas recordações aqui no blog.
Eu e muitos outros, certamente.
LC
De Armindo Bento a 3 de Fevereiro de 2009 às 23:07
"Vivi" nesta linha. Com efeito, prestando serviço militar em Teixeira de Sousa, passei 35 dias consecutivos dentro do comboio com o meu Grupo de Combate, dando protecção
De Luís Castro a 6 de Fevereiro de 2009 às 15:23
Apesar de tudo, boas recordações, calculo.
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds