Quarta-feira, 26 de Março de 2008

“Embedded” com uma unidade americana

Tal como prometido, cá vai a primeira parte.

Responderei a todos os comentários quando regressar.

Até breve

Luís Castro

 

“Como se amaciam os jornalistas” Iª parte

Excertos do livro Repórter de Guerra, editado em Junho de 2007

 

 

(…)

Polícia e exército impedem a passagem a todos os jornalistas que não estejam autorizados pelos americanos. Só passam os chamados “embedded” que vão seguir na linha da frente, uma vez que aceitaram e assinaram um documento com dezenas de limitações à normal cobertura de qualquer guerra ou situação de conflito. Desta vez, Bush percebeu como amaciar os grandes canais de televisão americanos e as agências de informação. Dá-lhes aquilo que eles querem, ou seja, as imagens da guerra, e em troca eles acabam por esquecer ou relativizar as outras histórias da guerra, tal como os danos colaterais. Os responsáveis da Casa Branca e do Pentágono sabem que qualquer imagem de civis mortos poderá acicatar ainda mais os ânimos contra eles.

 

(…)

Equipamos o Mitsubishi com tudo aquilo que as previsões, o bom senso e o instinto nos aconselham para podermos sobreviver no deserto iraquiano durante a guerra. Mandámos colocar um tejadilho no jipe para comportar maior capacidade de carga. Em cima, vão dez caixas de doze garrafas de água de litro e meio cada, compressor de ar, carregador de baterias, pás, um pneu e jante adicional. A carga ficou devidamente acondicionada por uma rede e por cabos que a prendem ao tejadilho. Dentro do jipe vão as nossas mochilas, sacos-camas, coletes à prova de bala, fatos NBQ, telefone satélite, transformadores, lanternas, um foco de luz, ferramenta diversa, comida enlatada, frutos secos, pão local em fatias, talheres, pratos de plástico, papel higiénico, guardanapos, uma lona e todo o tipo de tralha. Comprámos ainda várias caixas de toalhetes, óculos e máscaras por causa do pó do deserto, luvas d cirurgia e pomadas para as queimaduras do sol. O jipe leva oitenta litros de gasolina no depósito e mais duzentos e vinte em jerrycans. Por segurança, tão vão dentro do jipe, não vá um atirador ou uma bala perdida acertar num dos depósitos e fazer-nos ir pelo ar.



 

 

(…)

Acordamos às quatro e meia da manhã e seguimos, ainda de noite, para o habitual posto de controlo. Fomos os primeiros a chegar. Não há jornalistas por perto. Surpreendentemente, um dos polícias kuweitianos que já me conhece pergunta:

    - De certeza que vocês têm a tal autorização do major americano?

    - Absoluta!

    - Não me estás a mentir?

    - Juro por Alá.

    - Mas tu és cristão ou muçulmano?

    - Sou cristão, mas o Deus é o mesmo, não é?

    - Ok. Basta de conversa. Arranca antes que cheguem outros colegas teus. Mas atenção: duvido que vos deixem atravessar a fronteira lá em cima.

    Corro para o jipe e grito para o repórter de imagem:

    - Põe o carro a trabalhar, rápido!

    O Vítor olha-me sem perceber o que se está a passar.

   - Arranca! O tipo deixou-nos passar. Vamos antes que mudem de ideias.

 

publicado por Luís Castro às 10:00
link do post | comentar
14 comentários:
De Raquel Silva a 26 de Março de 2008 às 10:38
Só o facto de estar a colocar este post já é bom sinal... Significa que está vivo... :)
Ainda ontem à noite estive a rever este capítulo do sequestro no Iraque pelos americanos. A 2ªa parte é bem pior...
Boa sorte para os próximos dias.
Bjs
Raquel
De Luís Castro a 30 de Março de 2008 às 13:08
Olá raquel.
deixei-os programados.
Já cá estou.
Bjs
LC
De João Filipe Barbosa a 26 de Março de 2008 às 12:17
Caro Luís, sempre "em guerra". É um prazer ter notícias fresquinhas tuas todos os dias e saber que estás (mais ou menos...) bem.
Um abraço forte do J. Filipe
De Luís Castro a 30 de Março de 2008 às 13:11
João,
que bom "ler-te".
temos que repetir aquelEs almoços ao Domingo...
Vou marcar uma jantarada para breve na antiga RTP, na 5 de Outubro.
Estás desde já convidado.
ABRAÇO
LC
De A Mona Lisa tinha Gases a 26 de Março de 2008 às 21:51
Olá Luís,
Espero que esteja a correr tudo bem. É engraçado como aqueles que há pouco tempo te humilharam, segundo as tuas palavras, estão agora do teu lado. Os cenários de guerra e seus interpretes estão em constante mutação, não é verdade?
Cá te esperamos.
Beijo,
Andreia
De Luís Castro a 30 de Março de 2008 às 13:12
Mona,
a vida dá tantas voltas...
Desta vez trataram-me bem, obrigado.
Bjs
LC
De Catarina Ramos a 26 de Março de 2008 às 22:11
" Um guerreiro nunca se acobarda. Diante de alguns momentos difíceis e dolorosos, o guerreiro encara a situação desvantajosa com heroísmo, resignação e coragem" Sem dúvida que o Luís é um verdadeiro GUERREIRO. Um até logo com sotaque das terras de Basto
De Luís Castro a 30 de Março de 2008 às 13:14
Catarina,
gostei muito do teu comentário.
Muito obrigado.
São estes momentos que nos dão força para continuar.
Bjs com sotaque árabe...
Femallah, fica com Deus.
LC
De filipelobo a 26 de Março de 2008 às 23:07
Olá Luís,
Espero que esteja tudo a correr bem.
Não te esqueças de telefonar para os "José(s)" o Alberto de Carvalho e o Rodrigues dos Santos. Se não a preocupação vai ser grande, quer deles quer da Judite de Sousa, lembras-te!
Abraço
Filipe
Cuidadinho...
De Luís Castro a 30 de Março de 2008 às 13:24
Filipelobo,
nem sempre é possível, mas sempre que possa vou dando notícias.
Se não sair do Hotel e não arriscar, dificilmente terei "estórias" para contar.
Obrigado.
Abraço
LC
De A. Mateus a 28 de Março de 2008 às 00:53
Mesmo "engajado" deve dar para ver como está o país para além da "zona verde"... será que dá? Contigo dá de certeza. Cuida-te e escreve logo que possas.
Abraço
De Luís Castro a 30 de Março de 2008 às 13:32
Companheiro,
sabes que o teu amigo tem que ver para contar!
Já voltei.
Até já.
Abraço
LC
De sipply a 31 de Março de 2008 às 18:04
deve ser mt duro tar desse lado e comentares td o k tas a viver e a sofrer ms tem forca nos tamos aki a apoiar t e darm mt sorte mts bjs e forca
De Luís Castro a 31 de Março de 2008 às 21:36
Matrakilho,
sao vcs que me tem dado forc;a.
este blog nao [e meu. ]E de todos!
Abraco
LC
(teclado arabe, por isso desculpem os erros)

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds