Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Estou curioso...

Depois de:

4 anos de julgamento,

mais de 60 mil folhas,

225 volumes,

528 apensos,

990 pessoas ouvidas,

1.772 depoimentos,

402 sessões,

1.500 horas,

1.000 cassetes áudio,

12 cassetes de vídeo,

300 dvd´s,

100 cd´s,

cerca de 150 recursos,

1.700 despachos,

1.800 requerimentos,

 

alguém será condenado no caso "Casa Pia"?

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 15:53
link do post | comentar
57 comentários:
De Anónimo a 25 de Novembro de 2008 às 16:30
Retórica, meu caro Luis!
Independentemente de alguém vir a ser condenado, o Processo Casa Pia já produziu os seus efeitos:
1 - Descredibilização total da Justiça;
2 - Descredibilização dos papéis sociais (médicos, professores, apresentadores de tv normalmente associados ao bem público aqui presumivelmente envolvidos no hediondismo da pedofilia);
3 - Descredibilização dos media (milhares de páginas na imprensa e outros milhares de minutos de tv e rádio dedicados à boataria)
4 - Descredibilização das Instituições do Estado dedicadas à guarda e protecção de crianças em risco.

Qualquer que seja a decisão do juíz, o processo Casa Pia terá de servir para futura reflexão. Para os Media. Para a Justiça. Para o Estado. E para o Cidadão. Conhecendo o país como todos nós o conhecemos, quando o juíz decretar a absolvição por falta de provas da maioria dos arguidos, irá haver muita berraria, muito pedido de indmenização .... mas o essencial ficará por fazer: um debate sério e descomprometido do que falhou. Não apenas nos últimos 6 anos mas nos os últimos 30 - altura em que se vulgarizaram os abusos de menores na Casa Pia.


De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:16
Caro anónimo/a,
no livro que escrevi sobre o caso Maddie, enquanto visão sociológica e jornalística do fenómeno, tem uma passagem de uma entrevista ao juiz Rangel que diz mais ou menos isto: os jornalistas não aprenderam com as asneiras do caso "Casa Pia".
Todos devemos reflectir!
Cada um na responsabilidade que lhe compete.
Ab.
LC
De Sónia Pessoa a 25 de Novembro de 2008 às 16:40
que crente!... claro que não... e não me perguntes a mim porquê, devemos todos perguntá-lo a quem de direito...

De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:18
Um Direito que anda cada vez mais torto e para o qual nós, os jornalistas, também temos contribuído.
Vou ligar mais daqui a pouco para falar sobre o lançamento do teu livro.
Bjs
LC
De Sónia Pessoa a 27 de Novembro de 2008 às 11:54
estou à espera!rssss... liga quando puderes. Beijos
De Luís Castro a 27 de Novembro de 2008 às 20:29
Sónia,
perdi o teu número.
Liga-me amanhã de manhã, pf.
Bjs
LC
De filha do administrador a 25 de Novembro de 2008 às 17:21
não.
ou talvez o carlos silvino que parece ser o mais fraco
ou até talvez algumas das vitimas acusadas futuramente de difamação.
agora os importantes? não, claro que não
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:32
Palpita-me que tudo irá recair sobre o Bibi.
Sobre os outros, estou curioso...
Bjs
LC
De Pedro Oliveira a 25 de Novembro de 2008 às 17:46
É essa a minha opinião, porque será Luís?....
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:50
Pois,
porque será?
Porque a Justiça não é a mesma para todos.
Seria interessante, mesmo que alguns ou até todos, fossem absolvidos mas que não ficassem dúvidas sobre essa inoc~encia, apesar de já estarem condenados na praça pública.
Enfim... esperemos.
Ab.
LC
De KI a 25 de Novembro de 2008 às 17:30
Nós já fomos "condenados" ao sabermos ao longo destes anos que tems um sistema que não funciona nos seus campos mais importantes como a Justiça e a Segurança.

Não vou pelo caminho dos arguidos, mas eu sempre que penso neste processo penso nas crianças que foram abusadas que crescram sem amor, carinho, atenção, que já nada tinham e até a sua essência foi violada ao viverem e crescerem vítimas sem até, por vezes e acredito, perceberm a linha entre o bem e o mal, entre o perigo e um jogo... é tão doentio que quase todos nós não aguentamos tantas realidades que nos mostraram.

Espero que de tudo resulte algo que possa ser positivo para os que precisam duma sociedade a funcionar em plenitude. Quanto aos outros nada seria suficiente perante tantas vidas que afectaram irremediavelmente.

Abraço.
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:41
Pelo menos que sirva para evitar casoso idêbnticos.
Bjs
LC
De Phil a 25 de Novembro de 2008 às 17:35
Parece-me que mais uma vez teremos uma condenação garantida...da própria justiça portuguesa e/ou do elo mais fraco...

Neste caso em particular, há quase a certeza que Bibi será O condenado deste processo...todos os outros terão direito à não condenação ou simplesmente a uma pena suspensa e tudo fica como dantes...

Depois começa a dança dos recursos e dos pedidos de indemnizações...

Enfim...já vem sendo habitual na nossa justiça...
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:43
Alguém vai ganhar dinheiro com isto, palpita-me.
Bjs
LC
De Nuno Lourenço a 26 de Novembro de 2008 às 11:43
Para começar, foi com mt agrado que dei conta deste teu blog.

Mas em resposta, já há quem ganhou muito com este processo e sem q mesmo esteja finalizado, eles são os ADVOGADOS

Num processo q dura à 4 anos maioria dos arguídos irá pagar à volta de 150 mil euros, é muito dinheiro.

Cumps,

O "dificultor" dos teus pedidos :)


De Luís Castro a 26 de Novembro de 2008 às 22:48
Não entendi a última parte.
AB.
LC
De Nuno Lourenço a 27 de Novembro de 2008 às 12:33
Qual parte, esta:

"O "dificultor" dos teus pedidos :)"

Se sim respondo com:

DSNG POR

lol

Abrçs
De Luís Castro a 27 de Novembro de 2008 às 20:40
Bem que desconfiava!!!
Ab.
LC
De José Fernandes a 25 de Novembro de 2008 às 17:41
Olá Luís,

Alguém vai ser condenado, mas vai tudo depender do estatuto social ou do cargo que exerce ou exercia à data dos factos.
Comparando o que não é comparável (dada a gravidade e consequência dos crimes), o resultado deste julgamento vai ser igual ao do "apito final", ou seja, vai ser condenado o Carlos Silvino como foi condenado o Boavista, para dar o exemplo e mostrar que a justiça "funciona". Em ambos os casos são o elo mais fraco.

Abraço
JF
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 17:46
A justiça também se faz pelo estatuto do arguiído, infelizmente.
E não falo deste caso.
Falo de todos os outros dos últimos tempos.
Sobre este, logo se verá.
Ab.
LC
De João Luis Silva a 25 de Novembro de 2008 às 18:13
Caro Luis:
Sim , o Estado , na pessoa do Ministério Público deveria ser condenado por incúria , difamação , falta de provas , desleixo , etc...etc... porque mais uma vez ,naquilo que importa , a montanha pariu um rato.

P.S.- Já agora caros bloguistas,visitem-me em bigjonas.blogspot.com , passe a publicidade e o abuso.
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 18:56
Vou ver.
LC
De enfermeiro_de_serviço a 25 de Novembro de 2008 às 18:53
Sinceramente...os nomes não me interessam...

Li alguns dos livros publicados sobre o tema "casa pia" tenho algumas opiniões formadas sobre alguns dos acusados mas espero sinceramente que quem fez qualquer uma das monstrusidades que são faladas que seja considerado culpado e tenha um castido exemplar*.


exemplar neste caso é a pena maxima permitida em Portugal sendo que considero manifestamente insuficiente perante os danos fisicos e psicologicos que causaram nas crianças.
De Luís Castro a 25 de Novembro de 2008 às 18:58
Concordo:
mão pesada para quem for considerado culpado!
Ab.
LC
De Anónimo a 25 de Novembro de 2008 às 19:49

Olá Luis!
Os únicos condenados,vão ser o Bibi porque confessou, e nós, mas a pagar-lhes as chorudas indeminizações que eles vão pedir,e eu lamentarei sempre,que não tenha sido feita justiça a crianças que de uma maneira vil e brutal lhes foi retirada a capacidade de sonhar. Bjs
De Luís Castro a 26 de Novembro de 2008 às 16:08
Pode ser que a Justiça nos surpreenda...
LC
De João Pereira a 25 de Novembro de 2008 às 20:55
É difícil, mas imaginemos que estes "monstros" (leia-se acusados) são na realidade inocentes - "anjos". Especifico. Carlos Cruz. Caso seja realmente inocente a justiça não estará mal se não o acusar. Na realidade, perante este cenário, ao fim de todos estes anos foi ele que saiu prejudicado.
Caso a justiça absolva alguns réus, ter-se-à que analisar se realmente eles são inocentes antes de bradar aos céus que a justiça portuguesa não funciona. Pois isso já todos nós sabemos.
Os réus já estão todos acusados antes de ser sequer de ser ouvida a palavra da justiça. A justiça falha no próprio povo que é constantemente manipulado para que tal acontença.
De Luís Castro a 26 de Novembro de 2008 às 16:14
João,
claro que sim.
É por isso que eu digo - em comentário anterior - que todos devemos assumir a responsdabilidade dos nossos erros.
Ab.
LC
De João Pereira a 26 de Novembro de 2008 às 18:07
Claro, tambémnão me dirigia a ti! Mas sim a todos nós. Uma espécie de pensamento colectivo, uma tentativa de mudar algo que já há muito está instaurado! A Justiça, seja qual for a sentença, já falhou! Alguém vai sair prejudicado no meio disto tudo.

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds