Sábado, 6 de Dezembro de 2008

O que fazer a esta gente?

30 dos 75 deputados do PSD “baldaram-se” às votações e foram de fim-de-semana mais cedo.

 

Pergunto eu:

É este o partido que se afirma como alternativa?

São estes os deputados que se dizem prontos para governar?

 

http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=376493&tema=28

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 17:04
link do post | comentar
58 comentários:
De Alberto Fernandes a 6 de Dezembro de 2008 às 17:23
Nem sei se me devo rir ou chorar. É tudo farinha do mesmo saco....
Ocorrem-me vários adjectivos para descrever grande parte da classe política mas abtenho-me de os dizer.... Entendes o porquê concerteza...

Abraço
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 17:29
Claro que sim.
É uma vergonha!
Ferreira Leite e Paulo Rangel devem um explicaçao.
Este PSD não tem emenda...
Ab.
LC
De Ana Paula Albuquerque Almeida a 6 de Dezembro de 2008 às 18:26
Boa tarde,

Isto é do mais irresponsável, irracional, enfim, tudo i… qualquer coisa.
Que as baldas são useiras e costumeiras, já todos estamos fartos de saber mas num momento decisivo como era este? É demais!!!
Afinal sempre vale a pena apostares na política para alimentares o blogue, apesar de este assunto nada ter de hilariante.
E, desculpa, mas explicações do Paulo Rangel ainda vá. Agora da Manuela Ferreira Leite? A seguir tem de vir justificar as explicações!!!
Sabes que mais? “Eu quero voltar p’rá ilha!”

Bom fim-de-semana
De mrconguito a 6 de Dezembro de 2008 às 18:51
e agora pergunto eu:
e como é que vai ser a avaliação destes "indivíduos"?
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:22
Por mim ficavam fora das próximas listas para deputados.
Ab.
LC
De Maria Araújo a 6 de Dezembro de 2008 às 19:27
Ontem, quando ouvi a notícia, pensei"Estes gajos faltam, se não faltam, vão para a assembleia dormir, ou falar ao telemóvel, borrifando-se para o povo português. Não há quem os condene. Mas nós, professores e outros cidadãos que trabalham em prol da sociedade, se faltarem, são imediatamente apontados, como baldas, que ganham muito dinheiro, que reinvidicam uma avaliação menos borucrática, que não fazem nada."
30 deputados é um número substancial. Dá nas vistas! Mas duvido que o povo lhes aponte o dedo.
Luís, desculpe-me este desabafo, mas ando triste porque os pais estão a voltar-se contra nós. E tudo por causa desse senhor Mário Nogueira que quer dar espectáculo. Não sabe o que é estar dentro de uma sala de aula, com 25 crianças, ou mais, todas diferentes, com problemas complicados a vários níveis.
Gostaria que a sociedade "avaliasse" quem nos governa.
Estou descrente com tudo isto, seja quem for. Partidos de direita, centro, esquerda.
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:27
Mas esta balda não é novidade.
Só que ontem notou-se.
Quando à vossa luta, sempre disse que iriam perder o apoio da opinião pública. Não pelo c onteúdo mas pela forma.
Bjs
LC
De Maria Araújo a 6 de Dezembro de 2008 às 22:39
De acordo, Luís.
Comentei isso com algumas colegas.
Não fui à manifestação nem fiz greve, precisamente por isso.
Beijinho e bom fim de semana.
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:51
Obrigado e igualmente.
LC
De CN a 6 de Dezembro de 2008 às 19:29
Olá Luis.
Para não ser injusto, digo: os nossos políticos são uma vergonha e não são dignos dos seus vencimentos e mordomias!

E já agora deixo uma pergunta: tantos deputados a receber dinheiro por quê?

Sei que há falta de emprego mas....... colocar as pessoas na AR com um bom vencimento e ar condicionado não será a solução. (só porque no edifício da AR não cabem lá todos os desempregados do país!)

Abraço
CN
De POESIA-NO-POPULAR a 6 de Dezembro de 2008 às 20:00
Amigo Luís
Tudo tem solução, não me leve a mal mas vou puxar a" brasa à minha sardinha".
Uma das maneiras de isto começar a entrar nos eixos, é a CDU aumentar a votação para 15% a nível nacional, está nas mãos das pessoas, eu ainda sou do tempo em que nem todos podiam votar, agora todos podem fazê-lo, usem a inteligência ponham de lado os tabus, os Partidos não são clubes de futebol, os Partidos representam interesses.
Será que os interesses da maioria dos portugueses, são defendidos pelo PS ou pelo PSD?
Baste que olhe-mos para traz, e para o presente, e não será preciso sermos muito inteligentes, para nos aperceber-mos, de quem é que está a enganar quem!
A democracia tem de ser feita por todos, e todos os dias, não basta votar e ficar à espera, que nos ofereçam a democracia.
Abraço grande
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:35
Meu amigo,
qualquer dia fundo um partido.
O Partido da Verdade!
Infelizmente não teria grande votação.
Os eleitores não votam em quem lhes diz a verdade.
Gostam de ser enganados...
Ab.
LC
De Maria Araújo a 6 de Dezembro de 2008 às 22:41
Luís, força. Eu apoio a 500%.
Precisamos de gente jovem, com frescura.
E há tantos por aí "perdidos".
Um beijinho
De Virgínia a 7 de Dezembro de 2008 às 19:58
Olá Luis
O Partido da Verdade tem todo o meu apoio, da restante família e amigos. Força.
Bjs
De Luís Castro a 8 de Dezembro de 2008 às 22:34
Nunca se sabe...
rs...rs...
Bjs
LC
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:30
Sempre disse que os políticos são mal pagos e, por isso, fica lá o refugo.
Mas este são muito bem pagos!
Para o que fazem...
LC
De Henrique a 6 de Dezembro de 2008 às 20:19
Boa Noite Luís ,

O facto de me encontrar fora de Portugal, leva-me a pesquisar mais avidamente a comunicação social, mais do que o fazia quando me encontrava aí no "burgo".
As notícias diferindo de dia para dia e conforme o assunto mantém a mesma toada e são apresentadas nos noticiários (de horário nobre) com ênfase semelhante, CRISE,CRISE,CRISE!Tudo é atribuído á crise mundial, contudo e face a este tipo de notícias pergunto que tipo de crise enfrentamos afinal. Acho que pior do que a crise económica é esta crise de valores. A política está podre, não adianta apontar o dedo ao PSD, pois independentemente da cor partidária os usos são os mesmos. Com todo o respeito pelo "amigo" do post anterior, não acredito que a CDU promovesse um cenário diferente se tivesse maior expressão.
Na sequência de comentários que fiz anteriormente, acho que se devia de promover uma classe de jovens políticos de maior competência. Que esta notícia faça eco na imprensa e sirva de exemplo aos hoje jovens que nos governarão amanhã.
Um exemplo daquilo que não deve ser feito.
Será esta democracia que nos serve?
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:42
Henrique,
defendo que este sistema político começa a esgotar-se.
Os partidos não nos representam, os políticos competentes são cada vez menos, os eleitores voltam as costas e já não querem saber, os sindicatos servem de trampolim, a sociedade civil está anestesiada, etc.
Alguém que invente um novo sistema antes que o caos nos traga uma nova ditadura. Sim, porque é do caos e da anarquia que nascem os regimes totalitários.
Ab.
LC
De Maria Araújo a 6 de Dezembro de 2008 às 22:47
Parabéns pelo seu comentário.
Já não há nada a fazer com estes políticos.
Mas os jovens estão de costas viradas para a política. Também vendo os exemplos, quem quer interessar-se por ela?
E faltam os valores, é verdade.
Mais uma vez vou puxar a "brasa à minha sardinha". Na escola, perco mais tempo a "incutir" valores, regras e alguma humildade, que a ensinar.
E a propósito, Luís, por que não uma reportagem, documentário sobre este assunto?
Também seria uma avaliação!
bjs

De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:55
É uma ideia.
Bjs
LC
De Anónimo a 6 de Dezembro de 2008 às 20:21
Avaliação de desempenho já! E não estou a falar de eleições...
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:43
Por mim já nem voltavam...
LC
De Antonio a 6 de Dezembro de 2008 às 20:40
Este é mais um dos sintomas da "doença" que afecta a nossa democracia... porém, talvez seja melhor assim é que as alternativas passam sempre pelos mesmos personagens! É sempre mais do mesmo! Hoje sou eu, amanhã és tu depois sou eu novamente e...
De POESIA-NO-POPULAR a 6 de Dezembro de 2008 às 21:16
Amigo Luís
Desculpe-me, mas gostaria de saber da parte do Henrique, o que é que o leva a concluir tão perentóriamente que o aumento de votação na CDU não mudaria nada?
Não acredita no equilibrio?
Acredita que quem governa Portugal são estes políticos, do PS PSD CDS-PP?
OU antes os bancos e as grandes empresas de onde saíram estes politicos que para lá Hão-de voltar quendo terminarem o mandato?
Gostaria de ser a sua opinião.
Abraço
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:48
Visto.
LC
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:46
A Democracia não está de boa saúde, não.
LC
De Monteiro a 6 de Dezembro de 2008 às 21:15
desculpem este desabafo mas volta salazar
De POESIA-NO-POPULAR a 6 de Dezembro de 2008 às 21:19
Meu caro Monteiro
Tem cá a Drª Manuela F.Leite, que faz o mesmo em seis meses, sai mais barato!
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:48
Visto.
LC
De Catarina a 6 de Dezembro de 2008 às 21:58
Só o facto de no tempo de Salazar não podermos dar a nossa opinião livremente em sítios como este blog já é um bom motivo para deixar Salazar bem quietinho no passado...
Pensem bem antes de dizer este tipo de coisas...
Mas pronto... Vamos considerar que foi apenas um momento de loucura de quem desesperadamente queria exprimir a sua revolta contra esses deputados que não são dignos do lugar que ocupam... Está perdoado:)
Bom fim-de-semana
De Monteiro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:30
Mas agora pode-se falar e nao se faz nada.
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:49
Visto.
LC
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:49
Visto.
LC
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:47
Ui!
Amigo, essa é forte,
embora entenda o que pretende dizer
Ab.
LC
De José Fernandes a 6 de Dezembro de 2008 às 22:36
Boa noite Luís,

Em 2005 estive na Assembleia da República a assistir a uma sessão parlamentar. Assisti a uma das maiores vergonhas do país e verifiquei ao vivo e a cores que independentemente do partido político a que pertencem os deputados, o seu mau comportamento é gritante.
É lamentável a imagem que transmitem para as dezenas de jovens, que assistem (em rigoroso silencio), sentados nas galerias.

Abraço
JF
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 22:50
A quem o dizes.
Passei lá anos!
Ab.
LC
De Maria Araújo a 6 de Dezembro de 2008 às 22:56
Nunca estive na AR, mas já não é a primeira vez que se vê, nas notícias, as discussões sem nexo, o despreso por quem está a partilhar assuntos, os assobios, as conversas ao telemóvel, e muito mais.
bjs

De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 23:09
sim,
realmente os exemplos não são os melhores.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds