Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009

"As ilusões pagam-se caro!"

“Os portugueses gostariam de perceber que a agenda política está no combate à crise”.

Não poderia estar mais de acordo com Cavaco Silva. Só continuo a não perceber porque se perdeu tanto tempo a discutir o “Estatuto dos Açores”, quando o Portugal tem tanto mais para resolver. As duas comunicações ao país à hora dos Telejornais nada disseram aos portugueses e se perguntarmos na rua, certamente poucos saberão dissertar sobre o assunto. Felizmente, digo eu.

 

Cavaco Silva falou ao país, alertou para as dificuldades de 2009, para o receio do agravamento do desemprego e o aumento da pobreza, aliado ao facto de continuarmos a gastar mais do que produzimos. Tudo verdades. E tem razão quando diz que vamos precisar muito uns dos outros, pedindo que se evitem divisões inúteis. Não acredito, no entanto, que políticos, partidos e sindicatos o oiçam. Há muito que perderam o “fio de terra”.

 

publicado por Luís Castro às 13:45
link do post | comentar
16 comentários:
De Virgínia a 2 de Janeiro de 2009 às 14:28
Boa tarde Luís
Como sempre, em cima do acontecimento!
"As ilusões pagam-se caras"!!! que raio de frase!!!
As ilusões dos pobres, não podem existir, são sempre os mais sacrificados! Todas as ilusões que possam ter, morrem à nascença.
As ilusões dos ricos, essas podem ser grandiosas porque os Nossos Digníssimos Governantes estão sempre dispostos a pagá-las!!!!
Os 'classe média' têm obrigação de ter as ilusões à medida do seu 'bolso'.
As difilculdades para 2009 vão ser muitas, principalmente para os desempregados e para os idosos que têm pensões miseráveis.
Para quem consiga manter o seu posto de trabalho, 2009 não vai ser pior do que 2008.
Algum Ser Superior nos ajude....
Beijos
De Luís Castro a 2 de Janeiro de 2009 às 18:49
Só se for o Noé com Arca.
Ao que parece vem aí o dilúvio...
Sou mais optimista do que o PR.
2009 vai ser um ano muito difícil, mas vamos sobreviver. Acredito.
Bjs
LC
De terezadapraia a 2 de Janeiro de 2009 às 20:26


Como dizia o Rui Zink hoje de manhã no Mundo das Mulheres da Sic Mulher ( e ainda que não necessariamente com as mesmas palavras ) :

nós bamo-nos aguentar - até porque já estamos em crise há oitocentos anos ~~

e habituados como estamos a andar em calçada portuguesa sempre a descer ~~

quando o navio se inclina todo - tipo Titanic - para afundar - enquanto outros europeus se afligem de morte e se deixam afundar, nós - portugueses - lá continuamos todos direitinhos rsrs

Ah e também disse que se devia aprender a viver abaixo dos próprios rendimentos ! ao que outro Blogger perguntou : - e quem não tenha rendimentos que lhe permitam sobreviver abaixo deles (?) como faz ?

Já há até quem fale em reinventar o sistema financeiro !



MAs eu acho que a solução passaria por injectar moeda - viva - nos mercados - tipo atribuir um cartão de débito para bens essenciais a descontar numa conta do Estado ! em pouco tempo ia tudo ao lugar ! porque a economia disparava ! e quem quisesse mais do que bens essenciais que arriscasse e se esforçasse...

Correr riscos e viver em esforço, para obter bens essenciais, é que não ! porque é desumano !

Isto coloca o Ser Humano ao nível de qualquer animal selvagem - lutando pela sobrevivência, em desigualdade de condições ( de toda a natureza ) !

Uma espécie que se diz inteligente - os Humanos - com uma subespécie que se diz tão terrivelmente, perdão, tão tremendamente, mais inteligente - os Políticos - devia pelo menos ter conseguido - ou pelo menos, ter como prioridade conseguir - assegurar a sobrevivência de todos os seus elementos - ainda que só ao nível dos bens essenciais - sem que algum deles, tenha de arriscar-se ou esforçar-se para isso - até porque uns podem e sabem fazê-lo, e outros não !

Enquanto o Ser Humano, não nascer com uma vida DIGNA assegurada pelo Sistema, não somos assim tão SUperiores aos outros animaizinhos irracionais !

Muito pelo contrário, somos até bem piores do que eles ! já que dotados de inteligência, não conseguimos fazer melhor que qualquer um deles - e até mais grave do que isso,

já que representamos a maior ameaça* para a Vida na Terra e para a própria Terra !

*a maior, a mais perigosa, e infelizmente, efectiva !

De Luís Castro a 3 de Janeiro de 2009 às 00:46
É.
Anda por aí muita inteligência... bacoca!
E saloia!
Bjs
LC
De JP a 2 de Janeiro de 2009 às 14:47
Não concordo! As intervenções tiveram lógica e razão! Mas o português preocupado em sobreviver não consegue, como é obvio, entender isso.
Há coisas mais importantes há, mas não podemos continuar a focar-nos somente num único aspecto! Isso foi o que foi feito até aqui, e não deu resultado!
Madeira quer a independência mas os Açores é que a vão ter, não tarda muito.
De Luís Castro a 2 de Janeiro de 2009 às 18:55
Que exagero, amigo JP!
Respeito que não concorde, mas para mim não teve qualquer sentido. Parar o país por causa do Estatuto dos Açores? Alguém me consegue explicar onde é que a Democracia está em risco?!
Só se for na cabeça dos políticos. Mas que raio de conceito têm eles da democracia? Aprovaram dois terços. Então isso não é democracia? Ou só há democracia quando se faz aquilo que eu quero?
É por estas e por outras que os cidadãos cada vez se afastam mais dos políticos. Eles há muito que se afastaram dos cidadãos!
Abraço
LC
De JP a 4 de Janeiro de 2009 às 23:38
A questão é:
- Porque é que o parlamentp votou a favor?! Interesse do País ou dos partidos? E o voto do PSD o que quis dizer?!
- Açores é PS mas os outros partidos querem ganhar votos, não perdê-los! (É a minha opinião)
De Luís Castro a 5 de Janeiro de 2009 às 15:48
Agora concordo em absoluto.
Este seu comentário não deve andar longe da verdade...
Abraço.
LC
De Virgínia a 2 de Janeiro de 2009 às 15:52
Olá Luís
Permita-me só um pequeno apontamento sobre o comentário de JP.
É verdade que o português, tentando sobreviver, não repara em mais nada...
Estamos como um náufrago em alto mar; só vemos a tábua podre a que nos agarramos para sobreviver; a imensidão do mar azul ou verde, os raios de sol a reflectir no mar entre as núvens, os peixes-voadores à nossa volta, toda essa maravilha...nós não olhamos!
A nossa preocupação é que a 'tábua podre' não nos deixe afundar!
Luís, parece que comecei o ano um pouco filósofa....
Beijos
De Luís Castro a 2 de Janeiro de 2009 às 18:59
E pode continuar.
rs...rs...rs...
Bjs
LC
De JP a 4 de Janeiro de 2009 às 23:40
Infelizmente apenas retratou a realidade!
De Luís Castro a 5 de Janeiro de 2009 às 15:49
E para além dessa realidade, há mais alguma ainda encapotada.
Ab.
LC
De À Nora a 2 de Janeiro de 2009 às 17:02
Vim aqui parar e gostei do que li.
"As ilusões pagam-se caro", pois é, mas se cada um pagasse as suas ilusões talvez não estivessemos tão mal. O problema é que são sempre os mesmos a pagar as ilusões. i. é, a classe média que quase já não existe de tanto a puxarem para baixo!
Atrevo-me a dizer que é esta classe que paga tudo e a que ainda se esforça por ter a cabeça à tona, fazendo asim com que se produza algo neste país...
De Luís Castro a 2 de Janeiro de 2009 às 19:00
É verdade.
São sempre os mesmos a pagar.
Há uns quantos a quem a crise nada lhes diz.
Fosse eu a mandar...
Bjs
LC
De Maria Araújo a 2 de Janeiro de 2009 às 22:25
Muito bem, Luís, era disto que estava á espera,
"Não acredito, no entanto, que políticos, partidos e sindicatos o oiçam. Há muito que perderam o “fio de terra”.
Concordo que devemos unir-nos.
Estou disposta a alguns sacríficios, mas que se
exija primeiro pelo vértice da pirâmide, descendo progressivamente.
Um beijinho e bom fim de semana.
De Luís Castro a 3 de Janeiro de 2009 às 00:47
Obrigado e igualmente.
Bjs
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds