Quarta-feira, 1 de Abril de 2009

Quem pode ajudar o bassim ?

 

Irmão Castro,

 

decidi refazer a minha vida fora do Iraque. Quero esquecer tudo sobre este país. A situação tornou-se extremamente perigosa para mim. Há poucos dias recebi um alerta de um amigo que também é próximo da milícia xiita, dizendo que o meu nome está numa lista de pessoas a assassinar – o meu e o de outros antigos agentes de segurança. A verdade é que vários foram mortos nas últimas semanas. Estou desesperado e preciso da tua ajuda.

 

Quando leres esta mensagem eu já estarei a caminho da Síria. Vou tentar junto do ACNUR o estatuto de refugiado, mas não será fácil, de resto, como sabes, já o tentei e não consegui. A alguns estão a dar arroz, óleo e algum dinheiro… espero ser um deles. O UNHCR na Síria já tem o meu ficheiro.

 

Castro, não posso voltar ao Iraque.

A minha vida depende de ti.

Não tenho mais ninguém.

 

Do teu irmão,

Bassim Schauip

 

مرسلة بواسطة bassimفي

 

Não traduzi tudo.

Há pormenores do que lhe está a acontecer que só poderei contar mais tarde.

No próximo post irei revelar o que já tentei… e não consegui.

 

Para saber mais sobre o Bassim:

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/bassim+est%C3%A1+assustado

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/post+do+bassim

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/resposta+do+bassim

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/bassim+pede+ajuda

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/bassim+aceitou+o+desafio

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/bassim+pede+tempo

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/%C3%A0+espera+de+um+milagre

http://cheiroapolvora.blogs.sapo.pt/tag/mensagem+de+bagdade

    

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 02:46
link do post | comentar
32 comentários:
De filha do administrador a 1 de Abril de 2009 às 10:01
imagino que o comum dos mortais como eu não tenha qualquer influência para o ajudar, não é verdade?
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:21
Visto.
LC
De patti a 1 de Abril de 2009 às 10:23
Que situação tão difícil, Luís.
Eu que acompanho esta cruzada desde o início e sei tudo o que se fez para o tirar de lá, vejo que só alguém com muita influência terá sucesso nesta tentativa de lhe conseguir o estatuto ou de o levar para um país com o mínimo de condições para ele e a família.
No entanto, não devemos perder a esperança e acreditar que alguma coisa poderá ser feita.
Quem sabe, que aqueles junto de quem o Luís tentou, agora estejam mais receptivos?

Nós aqui, podemos ajudar, fazendo algum pedido por carta, email junto de alguma entidade que o Luís aconselhe e que esteja dentro deste tipo de situação?
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:24
Visto.
LC
De Virgínia a 1 de Abril de 2009 às 10:32
Bom dia Luis
Já me fez chorar com estas palavras do nosso amigo Bassim.
Tantos países acolhem sabe Deus que tipo de pessoas; não haverá um país que possa dar acolhimento e paz a um Homem como Bassim e sua família?
Lamento não poder ou não saber como ajudar!
Para Bassim só posso desejar-lhe muita sorte, muita coragem e que encontre o "seu cantinho" para viver em Paz.
Beijos
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:24
Visto.
LC
De Pedro Oliveira a 1 de Abril de 2009 às 10:36
Agora percebi o teu comentário de resposta ao meu.

Engoli em seco as tuas palavras.Peço a quem acredite que reze por Bassim e sua familia, é o que farei.
abraço
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:24
Visto.
LC
De Ilda a 1 de Abril de 2009 às 12:05
Olá Luís, bom dia!
Como eu já suspeitava (por mera intuição) a situação do Bassim e da família é cada vez mais desesperante.
Enviei o "grito" do Bassim para aquela pessoa que da outra vez eu já tinha mandado e que colaborou consigo no livro da Maddie. Vamos a ver... Temos que o tirar e à família, daquele inferno seja lá como for.
Bjs
Ilda
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:27
Obrigado.
LC
De Márcia a 1 de Abril de 2009 às 12:36
Bom que situação, mas não podemos perder a esperança...Quanto a nós suponho que mandar cartas ou emails aos nossos governantes, etc... não servirá de muito, mas também não vai prejudicar...pelo menos podemos perguntar-lhes porque razão não se pode ajudar alguém a viver em paz...Suponho que haverá entidades mais responsáveis por estas questões e como vi que alguém já lhe fez a pergunta acerca de entidades a quem se poderão enviar cartas ou mails, se existirem a resposta servirá para mim também.
Bjs
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:27
Visto.
LC
De Pedro Fontela a 1 de Abril de 2009 às 12:40
A forma mais fácil de conseguir sair de uma zona dessas com alguma urgência é ter alguma coisa a oferecer em termos de informação útil a alguma organização no terreno... a questão é saber se é esse o caso dele.

Ou isso ou alguém que consiga interceder por ele em "altas esferas". Há aqui alguém com essa influência? Espero sinceramente que sim.
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:28
Visto.
LC
De Sónia Pessoa a 1 de Abril de 2009 às 13:08
Que raio, ficamos impotentes perante essa situação... que fazer? Como já foi aqui dito, escrever cartas, enviar mails?... Se tu que conheces meio mundo nos pedes ajuda... sinto-me absolutamente inútil! Se vires que há algo a fazer ao meu alcance, por favor, avisa... entretanto Bassim ficará no meu pensamento, na esperança de que alguém possa ajudar... espero um dia poder vir a conhecê-lo, a ele e à família, numa esplanada qualquer, debaixo do sol, deste nosso tranquilo país... bjos
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:28
Visto.
LC
De Sónia Pessoa a 1 de Abril de 2009 às 13:41
Aqui fica um passinho minúsculo na tentativa de ajudar...
http://oslivrosqueninguemquisdaraler.wordpress.com/2009/04/01/pedido-de-ajuda-urgente-um-caso-de-vida-ou-morte/

bjos
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:29
obrigado.
Bj
LC
De José Fernandes a 1 de Abril de 2009 às 16:25
Luís,

Tens de arranjar forma de este apelo chegar ao Sr. Eng. António Guterres, sendo ele responsável pela ACNUR pode ser que possa fazer alguma coisa.
É apenas uma ideia.

Abraço
JF
De Luís Castro a 2 de Abril de 2009 às 14:31
Visto.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds