Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

Canal directo ao ACNUR

Aproveito para responder também aos vossos comentários do último post.

 

Pois, meus amigos,

confesso que quase esgotei as possibilidades de ajudar o Bassim.

Há dez meses fiz chegar às mãos de António Guterres uma carta do nosso amigo iraquiano. Foi-lhe entregue em mãos, dizendo que a mensagem ia da minha parte. O Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR, em português; UNHCR, em inglês) respondeu a esse amigo que transportou a carta com um “Vou ver!”. Esperei que algo acontecesse, mas nada.

 

Não adianta enviar cartas, sms ou emails. Seria necessário encontrar alguém que tivesse um canal para o interior do ACNUR. Em muitos casos, os poderes intermédios conseguem “mexer” mais do que os do topo. É isso que procuramos – eu e o Bassim.

 

O caso do Bassim não é apenas o de um sunita perseguido pelos xiitas.

É também o de um jornalista que tem de fugir do seu próprio país para não ser morto.

 

Obrigado a todos!

Luís Castro

Bassim Schuaip

publicado por Luís Castro às 10:30
link do post | comentar
31 comentários:
De JAlves a 2 de Abril de 2009 às 10:39
Dez meses sem resposta é um bocadinho....não é Sr. Guterres?
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 10:59
Visto.
LC
De Ilda a 2 de Abril de 2009 às 11:03
Olá Luís!
Vou enviar-lhe um mail com uma pergunta que se puder, sff, responda-me. Obrigada.
Ás vezes de onde menos se espera é a porta certa.
Que falta faz um Aristides de Sousa Mendes...
Bjs
Ilda
De Ilda a 2 de Abril de 2009 às 16:19
Luís mandei-lhe um mail para o email do blog com a resposta da pessoa em causa. Quando tiver oportunidade, sff, se puder, diga-me qualquer coisa. Parece-me que se está a abrir uma nesguinha de uma porta para podermos ajudar o Bassim e a família.
Bj
Ilda
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:20
Inchalá!!!
Já respondi.
Bj
LC
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:00
Ainda não li.
Bj
LC
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:08
Já li e já respondi.
LC
De Elsa Silva a 2 de Abril de 2009 às 11:08
Quando o Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados tem esta atitude... É simplesmente lamentável!!!
Gostaria muito de ajudar mas não tenho esse poder nas minhas mãos.
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:02
Visto.
LC
De Sónia Pessoa a 2 de Abril de 2009 às 11:44
Que neura!...
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:05
Visto.
LC
De patti a 2 de Abril de 2009 às 13:50
Esse 'Vou ver' é uma resposta tão chapa cinco!
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:06
Visto.
LC
De Filipa Jardim a 2 de Abril de 2009 às 14:18
Luís,

Quando os "poderes de topo" são os que são,o que é que se pode esperar mais?
Esse senhor deixou um mandato de primeiro ministro a meio para ir ganhar mais dinheiro e mais projecção pessoal na" Europa" ou o Luís já se esqueceu?
Eu ainda não me esqueci.
Porque é que o Bassim não pede o estatuto de refugiado politico em Portugal? Quem sabe a ONG que agora o Luís fundou lhe possa dar uma mão num recomeço de vida...
Bjs

De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:08
Ele tem família no Norte da Europa.
Teria de ser por lá.
Bj
LC
De José Fernandes a 2 de Abril de 2009 às 14:20
Luís,

Quando sugeri o Eng. Guterres, tinha a certeza que já tinhas tido a mesma ideia. De qualquer forma não fico surpreendido com a resposta, é típica.

Abraço
JF
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:10
Bom fds!
LC
De anarobalo a 2 de Abril de 2009 às 16:09
Luís,
dentro desta ACNUR não conheço ninguém mas eu conheço a avó de um vizinho
meu que trabalha directamente com o Durão Barroso, queres que eu arranje o número dele ou lhe dê os teus contactos, não é certo que consiga mas é o máximo que posso fazer, além disso como jornalista pode ser que fale ctg
À parte poderemos também denúnciar a passividade destes senhores junto do nosso Presidente, e fazer um abaixo assinado, tentamos Luís, não custa.
Beijos
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:17
Já tinha respondido ao mail.
Obg.
Bj
LC
De Ana Paula Albuquerque Almeida a 2 de Abril de 2009 às 16:36
Lamento Luís. Com certeza já fizeste tudo o que podias e mesmo assim deves sentir aquele peso na consciência, próprio de alguém que quer fazer sempre mais e só não o faz porque está de mãos atadas.
Infelizmente, a quem devia pesar a consciência nem sequer a tem, como esse senhor que, se leu a carta, deve tê-la deixado escorregar da mão ao passar no 1º caixote de lixo.
Vou enviar-te um e-mail, colocando-te uma questão. Não é nada de mais.

Bjs



De Márcia a 2 de Abril de 2009 às 19:45
Realmente a passividade e indiferença é assustadora. De qualquer modo, apesar de não adiantar muito, mandei mails às entidades que me consegui lembrar rogando-lhes que ajudem a salvar uma família...até agora recebi a resposta tipica que receberam o email e vão analisá-lo... Julgo que nós, que não temos esses contactos necessários com o ACNUR ,podemos ao menos "lembrar" os nossos governantes, Presidente...etc que como cidadãos estamos atentos e achamos imperioso salvar pessoas quando temos conhecimento que elas estão em apuros.

Bjinhos
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:24
Bj.
Visto.
LC
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:21
Manda.
Bj
LC
De Maria Araújo a 2 de Abril de 2009 às 23:13
Luís, tenho a certeza que alguém, que pode estar nos bastidores irá ajudar de certeza a resolver esta situação.
Os nossos queridos políticos portugueses, quiseram safar-se deste país e procurar um "tacho" que lhes garantisse o futuro.
Estão-se "borrifando" para nós.
Tenho esperança que este jornalista vai ter ajuda que merece.
Um beijinho
De Luís Castro a 4 de Abril de 2009 às 11:25
Esperemos que sim.
Bj
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds