Quinta-feira, 9 de Abril de 2009

Alguém duvida?

A Internet ultrapassará a televisão tradicional já daqui a um ano.

 

 

 

Segundo um estudo da Microsoft, caso as tendências de crescimento continuem, em Junho de 2010, o consumo de Internet será, em média, de 2,5 dias por mês (14,2 horas por semana), enquanto que o consumo de televisão ficará nas 2 horas por mês (11,5 horas por semana).

 

Outros números:

- Um em cada sete jovens entre os 18 e os 24 anos não vê quaisquer programa em directo na TV

- 42% dos jovens adultos vê regularmente TV online, através de um PC.

 

- Cerca de 50% dos europeus já têm ligação à Internet.

 

- Os europeus passaram 9 horas por semana na Web em 2008, mais 27% desde 2004.

- Em Portugal existem mais de 4 milhões de utilizadores online que passam 34% do seu tempo na Internet, mais do que o tempo passado a ler material impresso, a ver filmes offline ou a jogar videojogos.

 

- Actualmente, mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo vêem vídeos online, mais do que as que ouvem áudio.

Outras conclusões:

- O PC está a tornar-se rapidamente num ecrã de televisão, tanto para ver conteúdo de banda larga, com um crescimento contínuo de popularidade, como para ver TV em directo e programas de TV gravados no PC. 
 

- Nos próximos cinco anos, haverá uma mudança na utilização do PC, deixando de ser praticamente o único ponto de acesso à Internet (representando 95% dos acessos), para passar a representar apenas 50% da utilização de Internet.

 

- Nos próximos cinco anos, a Microsoft prevê que o conteúdo de vídeo em formato longo e o IPTV se irão tornar no padrão de TV, eliminando a necessidade de ver TV em tempo real.

 

Luís Castro

Categorias: ,
publicado por Luís Castro às 16:27
link do post | comentar
14 comentários:
De Luis Melo a 9 de Abril de 2009 às 16:58
Eu diria que já ultrapassou, pelo menos na faixa etária dos 14-24
De Luís Castro a 9 de Abril de 2009 às 18:17
Também julgo que sim, mas a média ainda dá vantagem à televisão.
Até eu já sou um exemplo disso mesmo. Por enquanto trabalho com internet e televisão ao mesmo tempo.
Seja como for - já o escrevi aqui e em artigos de opinião-, quem pensar que daqui a cinco anos estará a fazer televisão como a faz hoje, está profundamente enganado.
De MC a 9 de Abril de 2009 às 17:01
Com a massificação da Internet em Banda Larga, consigo visionar um futuro em que estamos cada vez mais dependentes de energia, mas em muito menor quantidade. Vamos ser MUITO mais eficientes no dispêndio energético.
A Internet vai estar em todo o lado, e por conseguinte, nós próprios. Nos telemóveis que irão ser cada vez mais poderosos, nos carros (a própria rádio tal qual a conhecemos desaparecerá) e, claro está no trabalho e em casa. A informação será cada vez maior e mais filtrada segundo os nossos gostos.
Qual o papel dos jornalistas nesta revolução dos media?
Se alguém souber de algum fórum de discussão, colóquio, outro, peço o favor ao Luís de fazer tópico para ficar informado.
De Luís Castro a 9 de Abril de 2009 às 18:18
MC, isso é algo que me preocupa.
Os jornais e as rádios já se adaptaram muito mais rapidamente do que as televisões.
Ab.
LC
De Sónia Pessoa a 9 de Abril de 2009 às 20:53
Ainda há 10 minutos fui ao quarto da minha mais velha mandar vir com ela pelo exagero de tempo que passa no computador. Apesar de ter boas notas, de ler muitos livros, continuo a achar-me no direito de a repreender pelo exagero que é dedicar as férias ao ecrán de um computador. E confesso que às vezes não sei muito bem como agir...
De Luís Castro a 10 de Abril de 2009 às 13:30
Tudo na dose certa, mas eles é que estão no caminho do futuro.
Bj.
LC
De Anónimo a 9 de Abril de 2009 às 21:31
Olá, Luís Castro!
Sou uma visitante assíduo do seu blog, apesar de nunca ter deixado nenhum comentário, gosto muito!
Concordo, realmente que os computadores e a internet são um grande aliado do homem, mas para as mulheres, ás vezes são um grande inimigo, especialmente quando os homens levam o computador para a cama, rh,rh,rh,.
Bjs, Paula
De Luís Castro a 12 de Abril de 2009 às 21:03
Resta às mulheres serem mais persuasivas do que os computadores.
Não sei se será o seu caso, mas se for tenho uma sugestão: envie um vídeo provocante para o mail do seu marido.
Talvez ele desperte e olhe para quem está ao lado dele na cama.
Sempre serão duas...
rs...rs...rs...
e os homens parece que gostam...
rs...rs...rs...
LC
De Elsa Silva a 10 de Abril de 2009 às 12:33
Olá!

Por acaso li esta notícia ontem no Jornal de Negócios e lembrei-me da opinião que nos pediu sobre a RTP.
Facto é que tenho acesso às notícias na Internet horas antes de as ver no Jornal da Tarde ou no telejornal. Sinto que o meu interesse já não é o mesmo pelas notícias na Televisão pois já não são novidade.
Outra situação, a Internet permite-me escolher ver o que quero sem ter de ter TV Cabo...
Este é um tempo de adaptação para todos mas a Televisão tem de estar à frente no tempo…
É necessário não esquecer outra ferramenta importante, o Twitter.

Bjs.
De Luís Castro a 12 de Abril de 2009 às 21:05
Há muito que já não espero pelas oito da noite para saber o que vai no país e no mundo.
De resto, vejo cada vez menos televisão.
Bjs
LC
De filha do administrador a 14 de Abril de 2009 às 09:43
isto é daquelas previsões para fazer noticia.
já há uns anos se disse que a internet ia derrotar os jornais em papel, o que é certo é que leio as noticias na net e a seguir vou comprar os jornais.
e depois queria ver a nossa população mais idosa que nunca mexeu em computadores passar a ver televisão pela internet, nem os novos
continuo a gostar de ver televisão e ando pela net todos os dias.
acredito que numa faixa minuscula isso aconteça, mas minúscula
mas pronto foi uma noticia para encher um dia :P
De Luís Castro a 15 de Abril de 2009 às 00:32
Não concordo contigo.
Eu já só leio jornais por necessidade profissional, só vejo televisão por necessidade profissional e faço grande parte da minha vida pela net.
Os miúdos já não querem saber de jornais ou telejornais.
Bj
LC
De nands a 14 de Abril de 2009 às 16:55
Acredito que o futuro seja esse mas as previsões parecem-me muito optimistas, pelo menos para Portugal. Num país em que a taxa de analfabetismo é alta isto vai levar uns bons anos a ter uma expressão dominante na sociedade!
De Luís Castro a 15 de Abril de 2009 às 00:53
Não sei.
Pelo que vejo...
Mas a crise vai arrefecer o entusiamo e as mudanças.
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds