Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Vou continuar!

 

 

 

Foram muitas as sugestões. Muitas e variadas. Mas numa coisa convergiram: não querem que feche o blogue. Pois bem, assim será.

 

Li todos os comentários, digeri as vossas opiniões e tirei conclusões. Na verdade, vocês deram-me ainda mais responsabilidade. Não imaginava que este espaço já fizesse parte dos vossos hábitos diários. A média de entradas e as dezenas de comentários por cada post indiciavam grande interesse, mas que o “cheiroapolvora” tivesse entrado nas vossas vidas desta forma, isso não esperava.

 

Alguns comentários quase me fizeram chorar, outros levaram-me a reflectir sobre o papel dos jornalistas na sociedade e no mundo. Pediram-me que continue a escrever como Luís Castro e não apenas como jornalista; que explique os bastidores da Televisão e do Telejornal; que conte experiências de guerras passadas; que aborde e abra a discussão sobre temas actuais, até porque o cheiro a pólvora também anda por cá. Julgo que é isso que vou fazer: um pouco de tudo.

 

Assim, perante o que vocês escreveram, não tenho alternativa. E ainda bem!

Obrigado a todos.

Luís Castro


 


 

* O Bassim e a família tiveram que fugir de casa.

* Os americanos com quem estive em missão voltaram a entrar em combate.

    Serão temas do próximo post.

 

Beijos e abraços

 

publicado por Luís Castro às 13:52
link do post | comentar
79 comentários:
De Afonso Reis Cabral a 16 de Abril de 2008 às 14:41
Assim é que é! Abraço
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 14:47
Afonso,
obrigado por me terem obrigado.
Abraço
LC
De Patti a 16 de Abril de 2008 às 14:58
Ainda bem que tomaste essa opção.
Vamos continuar, então.

E o Bassim e a família? Fico à espera do post.
Mas quando é que estas guerras deixam de ter cheiro de pólvora e passam a 'cheirar' a palavras?
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:48
Patti,
julgo que nunca.
Quanto ao resto, vamos à luta!
Bjs
LC
De Raquel Silva a 16 de Abril de 2008 às 14:58
Claro! Não podíamos deixar acabar o blog...
Ainda bem que decidiu misturar um pouco de tudo.
Espero que o Bassim e a família estejam bem...
Bjs
Raquel
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:49
Obrigado, Raquel.
Bjs
LC
De alex a 16 de Abril de 2008 às 14:59
ora ainda bem!!!!! era o k esperava de si, mas confesso que receei k não tivesse tempo no seu agitado dia para vir aki contar as suas historias!

e se diz k e emocionou com alguns dos comentarios , acredite que este momento de reflexão do rumo a dar a este seu cantinho, me inkietou bastante mais do k podia supor!

por isso agora já mais descansada venham daí as historias, de ontem, de hoje, de sempre...contadas nessa forma tão sua de o fazer!

desiludir-nos...a mim pessoalmente axo k nunca o fará, penso k como disse num dos seus comentarios se até aki não o fez....

as 2 notas finais do seu post foram inkietantes e deixaram-me apreensiva...
primeiro o bassim - o luis sabe para onde foram? se ele e as crianças k ainda recordo da sua reportagem do dia do pai) estão em segurança?

e os militares? vai tentar ter feedback da nova missão deles, não é?.... k pergunta!!! é claro k vai ... é do luis k eu estou a falar......

MUITO OBRIGADA Luis por não abandonar este cantinho k criou!

força e se me permitir coragem, porque há muitas guerras e muitas formas de se estar nelas... a sua é no minimo exemplar!
beijos
alex
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:52
Alex,
são estes comentários que me "obrigam".
Quanto ao Bassim, estou em contacto com ele. O mesmo com os rangers.
Bjs
LC
De alex a 16 de Abril de 2008 às 20:05
ora aí esta a primeira vez que discordo de si...

não gostaria que sentisse este seu blog como uma obrigação....

se sentir obrigado a aqui vir, e deixar de encarar este lugar que se criou de partilha de historias (suas) com modestos comentarios (nossos ) espere .... não venha nessa altura... e volte sempre que sentir, não só que isso lhe faz bem, como está disponivel para escrever, emocionar e encantar com a sua visão do mundo e da vida.

foi dessa forma que me tornei sua admiradora e é assim que quero continuar....
enquanto tambem for bom para si....

não me entenda mal Luis, mas gosto demais do seu sentido de liberdade para o ver prisioneiro do k ker k seja.... nem mesmo do seu cantinho!

volte sempre por prazer Luis e nós faremos o mesmo!
falo por mim claro....

agora o telejornal já começou e a filhota tem de jantar...
bjs
alex
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 20:54
Alex,
o "obrigado por me obrigarem" é no sentido figurado, claro.
Como já escrevi a outro amigo do blogue, este espaço irá durar enquanto eu sentir prazer e enquanto vos sentir interessados.
Foi este o compromisso que assumi comigo mesmo.
Bjs
LC
De josé alves a 16 de Abril de 2008 às 15:50
Ainda bem que continuas!
Espero com ansiedade a tua escrita sobre o Telejornal...

abraço
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Ainda bem que continuas! <BR>Espero com ansiedade a tua escrita sobre o Telejornal... <BR><BR>abraço <BR class=incorrect name="incorrect" <a>zé</A> alves
De josé alves a 16 de Abril de 2008 às 15:51
este corrector é uma graça!!!
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:54
???
Não entendi.
LC
De A Mona Lisa tinha Gases a 16 de Abril de 2008 às 20:48

Às vezes quando carregas no botão "verificar ortografia" ele corrige-te o texto mas insere um símbolos e umas linhas de comando um bocado estranhas, como aconteceu no primeiro comentário do José Alves. Nem tudo é perfeito...

Ainda bem que decidiste ficar.
Beijinhos
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 20:59
Obrigado pelo esclarecimento.
E tu estás a teclar do Brasil?
LC
De A Mona Lisa tinha Gases a 16 de Abril de 2008 às 21:35
Do Brasil? Não, dos arredores de Lisboa.
Porquê, o Sitemeter diz que sim? Esse também não bate muito bem, às vezes... :)
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 23:42
Sim.
Fui ver quem estava a entrar no blogue fora de Portugal e de S.Paulo apareceu a tua identidade.
Achei estranho, só isso.
Bjs
LC
De A Mona Lisa tinha Gases a 17 de Abril de 2008 às 01:44
Ah, já sei o que é. Tenho um link para o teu blog no meu.

Beijinho
De Luís Castro a 17 de Abril de 2008 às 02:44
Bjs grandes.
Lc
De Luís Castro a 17 de Abril de 2008 às 02:51
Mona / Carochinha,
Tentei deixar os parabéns ao teu sporting, mas parece que não permites comentários.
Seja como for, lá "nos encontraremos" na final.
Bjs
LC
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:53
José Alves,
O Telejornal é outra guerra... mas falarei dela, também.
Abraço
LC
De Daniel Marques a 16 de Abril de 2008 às 16:07
"O Bassim e a família tiveram que fugir de casa."

Nem tudo são boas notícias, portanto.
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:55
Daniel,
estou em contacto com ele.
Estão bem.
Abraço
LC
De Miguel a 16 de Abril de 2008 às 16:49
Espero que o Bassim e a familia estejam bem!
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 16:55
Miguel,
estou à espera de um telefonema dele.
Abraço
LC
De pedro oliveira a 16 de Abril de 2008 às 17:19
caro amigo Luís,

Agradeço o facto de não "desligar " o interruptor do blog e ter decidido continuar.
O que sempre me cativou no blog foi a transmissão de sentimentos no cenário hostil em que o Luís se encontrava.Numa época em que tudo é descartável, dou (damos alguns,muitos)muito valor a quem se expõe de alma e coração aos outros.Por isso e sem o conhecer pessoalmente (há-de vir o dia), soube que o Luís ao reflectir ia decidir bem.Escreva sobre o que lhe apetecer, cá estaremos para o ler e ficar a conhecer melhor, é evidente que nem todos estamos preparados no inicio para esta exposição (eu por acaso sofri um pouco, pois escrevo e coloco em causa algum "estatus quo" na minha terra e já me trouxe dissabores, mas quem está de cara destapada e é sincero não tem que temer nada), mas no seu caso a sua experiência vai ser preciosa para saber avaliar o que escrever.
Fico á espera de textos sobre o Minho...

um abraço de Porto de Mós (vilaforte)



Pedro Oliveira
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 19:06
Pedro,
obrigado.
Um dia escreverei sobre o Minho.
Os meus pais são de lá e vivem lá, tal como a minha irmã. Só eu é que ando pelo desterro.
Abraço
LC
De js. a 16 de Abril de 2008 às 17:38
O meu humilde obrigado pela decisão que tomou.

Um grande abraço de força da parte de um leitor assíduo mas não participativo.
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 19:08
Obrigado, José.
Sei que há muitos mais leitores para além dos que deixam comentários.
Abraço
LC
De FM a 16 de Abril de 2008 às 17:48
Olá, Luís!

Atrasada, mas espero que ainda a tempo. Ainda bem que decidiste continuar a alimentar este blogue, que se tornou tão importante para tantos de nós. E que te mostras aberto a comentar uma variedade de assuntos, inclusive, o Telejornal da RTP. Como tantas vezes defendo, embora nem sempre seja compreendida, antes de sermos jornalistas, somos seres humanos, com sentimentos e com opiniões próprias, com medos, desilusões, sonhos e esperanças. Ainda bem que nunca te esqueces disto.

Bjs,
Fátima Mariano
De Luís Castro a 16 de Abril de 2008 às 19:11
Não, Alcochetejamé.
Não me esqueci nem nunca o esqueceri.
Sempre que tal se enquadrar nos nossos códigos, deixarei que os meus sentimentos sejam visíveis.
Bjs
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds