Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

De vergonha em vergonha

 Ontem não vim ao blogue.

Oliveira e Costa não deixou...

 

 

Previa uma reacção à medida de todos os que andaram nestes últimos meses a dizer que nada têm a ver com este caso, mas confesso que não esperava tanto. Oliveira e Costa derreteu Dias Loureiro, Miguel Cadilhe, Joaquim Coimbra e companhia.

 

Na cadeia, Oliveira e Costa tem – e vai ter – muito tempo para se recordar dos passos de todos os que agora o querem deixar sozinho.

Durante estes meses, ouviu em silêncio e foi “afiando a faca”.

 

Há oito anos, um amigo dizia-me que Dias Loureiro era um dos três homens que decidia o futuro do país. Ele mandava em todos os poderes e, por tal, não podia ser afrontado.

Nada tenho contra ele, bem antes pelo contrário, mas não gosto de intocáveis.

 

Termino como no post anterior:

E agora, senhor Presidente da República?
É desta que vai demitir ou convencer Dias Loureiro a sair do Conselho de Estado?

 

Luís Castro

 

*** Responderei ainda hoje a todos os vossos comentários de ontem.

     Como compreendem, o Telejornal estava primeiro.

publicado por Luís Castro às 09:01
link do post | comentar
37 comentários:
De filha do administrador a 27 de Maio de 2009 às 09:45
também estou à espera
é sempre interessante ver as comadres zangadas
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 18:36
Ui!!!
LC
De Pedro Quaresma a 27 de Maio de 2009 às 10:31
"Nada tenho contra ele, bem antes pelo contrário" - o que fez Dias Loureiro de bom por Portugal? E mesmo depois de todas estas noticias, continua sem ter nada contra ele?

Abraco
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 18:37
A mim nunca me fez mal...
Pelo menos, que eu soubesse
LC
De Carlos a 27 de Maio de 2009 às 11:22
Olá Luís,

Esperemos que seja desta que estala o verniz.
Que este caso não se torne numa outra casa pia, e finalmente se trate "os bois pelos nomes" e a culpa não morra solteira.

Já é tempo de acabarmos com os BPN's SLN's BPP's e afins. E já agora aproveitasse a onda e pede-se uma explicação sobre lucros bancários em tempos de crise.

Como o Luís disse "não gosto de intocaveis", nem eu, mas parece-me que o s. governador do BP o é.

Abraço
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 18:38
Andam por aí alguns...
Ab.
LC
De Pedro Oliveira a 27 de Maio de 2009 às 11:43
Como escrevo no Vila Forte, parabéns a esta comissão parlamentar de inquérito, que seja o exemplo para as próximas.
Dias Loureiro perdeu toda a credibilidade que eventualmente cultivou durante estes anos todos,mais um igual a tantos outros Tugas.
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 18:39
A Comissão tem descoberto mais para o esclarecimento da opinião pública do que a Justiça.
Não entendo.
ab.
LC
De Sócrates a 27 de Maio de 2009 às 11:54
Luís chegaste a ouvir Oliveira e Costa a dizer “Eu sei mais do que disse”?

A mim pareceu-me, repito pareceu-me, um pedido de ajuda e um aviso, ambos para pessoas que possam estar envolvidas.
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 18:40
Também discutimos isso.
Julgo que serão as duas.
Ab.
LC
De Helder a 27 de Maio de 2009 às 12:22
Vocês só podem estar a brincar!!!!

Acham que alguém ou alguma coisa vai sair disto? Ou do Freeport ? Ou dos sobreiros da Portucale ? ou do... ou do ... ou do ... , etc., etc., etc. Já foram tantos os casos que alguém, ainda com integridade, dentro da PJ ou do Ministério público ou algum jornalista, sim porque acredito que ainda haja pessoas nestas classes com integridade, conseguiu mostrar que o poder politico/económico no nosso país é uma mescla de compadrio e comunhão de interesses. Alguém alguma vez fez alguma coisa sobre o caso mais flagrante, na minha opinião, que temos no nosso país em termos de óbvia mescla de interesses. Só em linhas gerais: um ministro, pela primeira vez na nossa história, dá a SOBERANIA de um pedaço do nosso país ( o rio Tejo na sua extensão do distrito de Lisboa) a uma empresa PRIVADA. Para além disso dá garantias do nosso estado para essa empresa PRIVADA contrair empréstimos para a construção de uma ponte. Depois de deixar de ser ministro passa a Presidente dessa empresa! E agora o nosso estado, pasme-se!!!, para construir uma ponte tem que pedir permissão a essa empresa!!! Isto é o quê? Que nome lhe põem? E que processo tem esse ex-ministro? o que lhe aconteceu? E em que governo isto aconteceu? Quem era o Primeiro Ministro? E Dias Loureiro, um advogado de Coimbra, passou a ter tanto poder quando se tornou o quê ? Ministro! E sob que governo? Que primeiro ministro ? E agora querem que o Presidente da Republica (o primeiro ministro em causa nestes casos que referi) venha tomar atitudes? Que atitudes? Há já sei, vai alegar o mesmo que Dias Loureiro, na altura era Primeiro Ministro mas não teve conhecimento destes casos...

Abram os olhos!!!! Daqui nada sairá! Coitado do Oliveira e Costa que foi apanhado, mas com os recados de ontem, já vão arranjar algum buraco por onde o safar.

Isto só vai lá quando a UE tiver mão nisto, enquanto for interno não nos safamos. Lembrem-se que o Juiz que hoje pressionou o ministério publico, o tal presidente do Eurojust , já tinha sido ele a avisar a Fátima Felgueiras para fugir!! Ora com juízes deste calibre, como querem ter justiça? Já nessa altura só por esse aviso esse juiz devia ter sido PRESO! e o que lhe aconteceu? NADA! Até foi para Presidente do Eurojust ...

Também há outra maneira de dar a volta a isto, em vez de se absterem nas eleições, vão lá e votem em branco, assim dizemos que não concordamos com ninguém da actual corja politica, somos democráticos, participativos, mas não confiamos em nenhum destes LADRÕES !!!!

Desculpem o desabafo :) mas tinha mesmo que ser assim. É que o "tuga" tem memória curta...
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 18:40
Desabafe à vontade!!!
Ab.
LC
De Teresa a 28 de Maio de 2009 às 23:22
Essa ideia de votarmos em branco parece-me excelente. Devíamos lançar um movimento... Veja-se o ensaio sobre a lucidez do Saramago
De Helder a 29 de Maio de 2009 às 09:20
Teresa, não é uma ideia, é um direito que nos assiste no nosso dever de votar. E quanto a mim é radicalmente diferente da abstenção não indo ás urnas. Numa viramos as costas á Democracia, na outra viramos as costas a estes políticos rascas (eles sim são uma parte rasca de uma boa geração de pessoas...) e fortalecemos a nossa democracia. Tente imaginar os típicos 60% ou mais de abstenção transformarem-se em ... vá lá 45% de votos em branco e juntar mais 15% dos votantes normais, tínhamos 60% de votos em branco!!! Mais de metade das pessoas votantes em Portugal estava a dizer a TODOS os partidos, da esquerda á direita, que o que apresentam não presta, são maus políticos e péssimos governantes!!! Agora junta-mos a cereja em cima do bolo, como já não vivemos na altura do outro Sr. (que respeito me merece como outra pessoa qualquer me merece) que eu felizmente não tive que viver na sua época pois já nasci depois do 25 de Abril, as nossas eleições são vistas pelo mundo fora. Que imagem passaria para o mundo? Por razões diversas seriamos os "Obamas" de Portugal. As figuras que iriam fazer mudar esta porcaria de interesses instalados. E o melhor de tudo é que não seria eu, nem a Teresa, seriamos milhares de portugueses anónimos a fazerem-se ouvir na realidade perante Portugal e o resto do mundo, mas especialmente na UE.

P.S.: Ainda vou investigar, mas penso que a nossa Constituição não valida eleições em que os votos em Partidos não excedam uma certa percentagem. Era muito bom vê-los a tentar arranjar nomes diferentes para apresentar novamente a eleições e nós a mantermos a atitude até que a mudança fosse real e não ser sempre mais do mesmo...
De Luís Castro a 1 de Junho de 2009 às 08:22
Visto.
LC
De Isabel Silva a 27 de Maio de 2009 às 14:13

Caro Luís,
É esta qualidade de politicos que temos,
Mas, sobretudo, a qualidade de homens que não temos


Cumprimentos
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 20:47
Temos que exigir mais qualidade!
Bj
LC
De Bruno Espada a 27 de Maio de 2009 às 15:42
Para começar não esteve não mau!! Mas agora vamos a ver o que vai sair daqui. Será que é só fogo de vista e depois no fim apenas ficamos com a já muito comum expressão " A montanha pariu um rato!!"
Vamos a ver o que isto dá!!!!
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 21:31
Ele já avisou que sabe muito mais...
Ab.
LC
De Marcos de Luca Rothen a 27 de Maio de 2009 às 15:56
Tal ai como aqui no Brasil tudo anda na mesma, nada melhora!
De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 21:35
Marcos,
Pior!
Quando pensamos que isto bateu no fundo,
há sempre um fundo mais abaixo.
Ab.
LC
De Virgínia a 27 de Maio de 2009 às 17:09
Boa tarde Luis
No meio desta trapalhada toda BPN/Políticos, gostei de ouvir Oliveira e Costa. Apesar de se notar uma fragilidade física ao ter de ser amparado a subir e a descer as escadas, o cérebro não deixou de funcionar e, acho, que até esteve muito bem a desfiar o rosário de todo este sórdio processo.
Oliveira e Costa, teve uma postura séria em comparação com os anteriores inquiridos que não se lembravam... não estavam lá... foi cá uma amnésia... fartaram-se de gozar!!!
Dias Loureiro, agora com a corda na garganta, e já a apertar só lhe resta demitir-se e, já agora, levar outros com ele, porque ele não estava sózinho em todas as trapalhadas.
Beijo



De Luís Castro a 28 de Maio de 2009 às 21:39
Acredito que ele não vai cair sozinho.
Depois falta saber comno irá actuar a Justiça
Bj
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds