Sábado, 30 de Maio de 2009

Mais uma

Uma professora pediu a reforma;

foi concedida a partir de 31 de Maio;

pediu para ficar a dar aulas até 19 de Junho, para acompanhar os alunos até ao fim;

a escola aceitou de bom grado;

a DREN disse que não e negou o pedido.

 

Aconteceu na Escola EB 2,3 da senhora da Hora e os pais estão indignados porque, dizem "Eram apenas mais três semanas e iria beneficiar os alunos".

 

Assim, as notas já foram lançadas e os alunos não terão mais aulas de Ciências.

 

Alguém me consegue explicar???

 

Luís Castro

 

Categorias: ,
publicado por Luís Castro às 20:25
link do post | comentar
41 comentários:
De Cláudia a 30 de Maio de 2009 às 21:47
Sou professora mas estou fora do sistema.
Às vezes penso: "Ainda bem!"
Do lado de fora ajudo a resolver alguns dos problemas que se criam lá dentro. E são cada vez mais e maiores. De ano para ano se nota a diferença.
Um abraço.
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 14:14
Por vezes, ganhar distância faz-nos bem.
Conseguimos um olhar mais objectivo.
Bj.
LC
De Cláudia a 2 de Junho de 2009 às 14:27
Olá, Luís!
Temos pelas próximas gerações. Não faltará muito até termos doutorados que mal escrever saibam...
Um abraço!
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 15:29
Já há..........
Bj
LC
De Cláudia a 2 de Junho de 2009 às 16:59
Desses ainda não conheci.
Agora universitários que dão erros ortográficos a torto e a direito também eu conheço...
Abraço!
De Luís Castro a 3 de Junho de 2009 às 20:19
E não são poucos!!1
LC
De Cláudia a 3 de Junho de 2009 às 21:42
Infelizmente, não. :-(
Abraço!
De Luís Castro a 5 de Junho de 2009 às 17:50
Bom fds.
Bj
LC
De Sónia Pessoa a 31 de Maio de 2009 às 00:05
Luis, amigo, estás a pedir explicações, lógicas, neste país?... andas mesmo cansado, já nem racíocinas direito!!rsss... bjo
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 14:15
Tens razão.
"Fosgasse!", como se diz plo Norte.
Bj
LC
De Isidro Bento a 31 de Maio de 2009 às 10:23
Caro Luís,
como diz a Sónia Pessoa (que não conheço mas que estou habituado a encontrar também noutros blogues) há coisas que neste país se calhar, nem vale a pena tentar perceber, de tão estranhas que são.
É uns para um lado a dar o melhor de si e a irem bem mais além que a "simples" transmissão de conhecimentos "científicos" e outros, doutro lado, a estragar tudo, a pôr mais areia numa engrenagem já tão complexa, com burocracias e excessos de zelo parvos.
Depois a imagem que sai a público, como é óbvio, não será a melhor. E, entretanto, com todas estas situações altamente motivantes, são cada vez menos os professores a conseguir ter ânimo para manter uma paixão tão maltratada.
Hoje estive com alguém que, sendo um auto-didacta na área, muito tem feito nos últimos tempos pela dinamização da cultura na suas imensas vertentes, no meu concelho. E dizia-me esse senhor que a coisa que mais o revolta é ouvir alguém dizer mal da sua terra e do seu país, e eu também não sou grande apreciador desse tipo de comentários, principalmente quando dizem respeito à terra onde nasci, mas perante casos como este que o Luís apresenta aqui, é difícil conseguir evitar dizer mal deste Portugal tão estranho e capaz do melhor e do pior.
Um abraço, Luís, e não desanime. As boas e as más estórias vão continuar e nós, com um bocadinho de sorte, continuaremos a fazer eco delas.
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 14:15
Espero fazer parte das boas!
Ab.
LC
De A Simões a 31 de Maio de 2009 às 15:05
Depois ainda nos admiramos de, tão ao nosso jeito (do desenrasca), se praticarem algumas ilegalidades.
É que há razões que a razão desconhece!
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 14:20
Muitas, infelizmente.
Ab.
LC
De Alberto Fernandes a 31 de Maio de 2009 às 15:32
Meu caro Luis

Essa atitude faz parte do SIMPEX.
É mais SIMPLEX lançar as notas e acabar as aulas, dá menos trabalho e confusões.
Grande país este!!

Abraço,
Alberto Fernandes
De RUI FERREIRA a 31 de Maio de 2009 às 16:00
É PRECISO NÃO DESANIMAR, MAS AO MESMO TEMPO ATACAR O "MAL PELA RAÍZ".
NÃO SÃO OS PROBLEMAS INTERNOS DE CADA ESCOLA QUE ESTÁ EM CAUSA, MAS A REESTRUTURAÇÃO DO ENSINO A NÍVEL NACIONAL.
PRIMEIRO - O MAL RESIDE NAS MUDANÇAS CONSTANTES CONSOANTE O GOVERNO.
SEGUNDO - FALTA CRIAR UMA ESTRUTURA, COMO POR EXEMPLO "Á INGLESA", ONDE NÃO SÃO PERMITIDAS TURMAS COM MAIS DE "DEZ" ALUNOS.
TERCEIRO - HORÁRIOS COMPATÍVEIS PARA OS PROFESSORES E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO. QUARTO - ESTRUTURAS, DESDE SANITÁRIAS, REFEITÓRIOS, SALAS DIGNAS PARA OS PROFESSORES SE REUNIREM. E APOIO PSICOLÓGICO PERMANENTE.
QUINTO - UMA AVALIAÇÃO BASEADA NO APROVEITAMENTO ESCOLAR DA TURMA, DURANTE O ANO LECTIVO, POR UM ORGÃO INDEPENDENTE.
PEÇO DESCULPA PELO ESPAÇO "ROUBADO", MAS TIVE UMA EXPERIÊNCIA, EM 1984, QUANDO TIREI A MINHA FILHA DO COLÉGIO INGLÊS, E FOI PARA UM COLÉGIO PARTICULAR. OS MÉTODOS DE ENSINO NOTARAM-SE LOGO, E JÁ NESSE ALTURA O MINISTO DA EDUCAÇÃO ANDAVA "ÁS ARANHAS"...
SE O FERNANDO PESSA FOSSE VIVO DIZIA: "E ESTA HEIM"....
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 15:20
Rui Ferreira a ministro!
E já!!!
rsssss
Ab.
LC
De Elsa Silva a 31 de Maio de 2009 às 19:44
É o Ministério da (Des)educação que temos...

Bjs.
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 15:22
Pois...
Bj
Lc
De Nuno a 31 de Maio de 2009 às 22:04
Caro Luís... é o nosso país.

Para mim, já nada me surpreende.

Abraço
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 15:23
Há wque não perder a esperança.
Ab.
LC
De mulherimaginaria a 31 de Maio de 2009 às 22:21
Eu tenho explicação: PORTUGAL
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 15:25
Ai Portugal, Portugal.
Bj
LC
De JAlves a 1 de Junho de 2009 às 09:10
Explicações? INCOMPETÊNCIA! E prepotência de quem governa este País de brandos costumes!
Como explicar o que se passa com os professores e com todos os que trabalham neste País? Como explicar o que se fez aos trabalhadores que esperavam reformar-se aos 55 anos e que, de repente, com prepotência, devem agora "aguentar" mais 10 anos? Como é que se explica que tenhamos de ser nós, mais uma vez, a tapar os buracos nos Bancos em crise? Fomos nós que causámos a crise? E a Justiça? E a situação das Forças de Segurança? E a situação nas pescas? E nas Forças Armadas?

INCOMPETÊNCIA!
De Luís Castro a 2 de Junho de 2009 às 15:26
E, em muitos casos, falta de consciência.
Ab.
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds