Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

demitiu-se ou foi empurrado?

Manuel Pinho demitiu-se por vontade própria ou foi "empurrado" por Sócrates para tomar essa decisão?

 

Cá para mim é mais a segunda.

E vocês?

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 20:07
link do post | comentar
50 comentários:
De José Fernandes a 2 de Julho de 2009 às 21:11
O ministro saiu não com um empurrão mas com uma cornada ! Olé, Olé...

Onde isto chegou...

Ab
JF
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:14
Tudo começou com um par de cornos.
Acabou com um par de patins.
LC
De Bruno Espada a 2 de Julho de 2009 às 21:22
Não penso que tenha sido empurrão!!! Acredito que tenha saído pelo seu próprio pé!!!
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:16
huuuuuummmmmm...
LC
De Rui Farinha a 2 de Julho de 2009 às 21:34
Quem terá ficado com eles ?!?!?!? O dito ou "chefe" ?!?!?!....Hihihihi !!!!!

(agora mais a sério; ou os eventuais prejudicados por más decisões do ministro............)
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:17
Pelo menos ficaram para a fotografia.
LC
De mulherimaginaria a 2 de Julho de 2009 às 21:56
Eu acredito que tenha sido por vontade própria, não lhe deve fazer muita diferença a poucos meses do fim da legislatura....e pode dizer que tomou uma medida honrada depois de um acto impensado. Fica sempre bem!
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:17
Vai passar os próximos dias a comer papa maizena...
Rsssssss
LC
De Pedro Oliveira a 2 de Julho de 2009 às 22:15
tenho a certeza que levou um pontapé no cú!
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:18
Pontapé não sei, mas um empurrão acredito.
LC
De Márcia Oliveira a 2 de Julho de 2009 às 22:30
Olá:

Palavra que o gesto me deu vontade de rir, a sério...Não sei se por não o esperar, se por achar que o gesto é algo que muitos portugueses já tiveram vontade de fazer a um qualquer político. Naturalmente teria de se demitir, faz parte da pluralidade democrática tratar os outros, ainda que não concordemos com eles, de forma coerente e respeitosa. Se saiu empurrado ou por vontade própria acaba por ser secundário. Devo dizer que compreendo que o gesto tenha levado à demissão, mas confesso que me deu riso...olé! Se calhar se pudesse eu própria fazia assim um "gesto educado" à qualidade de políticos que temos!
Espero que esteja tudo bem, não tenho podido comentar, mas continuo a passar aqui frequentemente.
bj
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:19
Já ouvi muito pior no Parlamento e nada aconteceu.
LC
De mugabe a 5 de Julho de 2009 às 16:31
ah então tá desculpado não é ? até que enfim que você se abriu.....ahahahah
De Luís Castro a 6 de Julho de 2009 às 16:34
Olha, olha.
Ele voltou!!!!!
Não, meu amigo "revoltado com a vida e com ele próprio".
Não, não o desculpa.
Andam lá mais que já deviam ter ido para casa, só isso.
Volte sempre, mas resolva-se primeiro.
LC
De mugabe a 6 de Julho de 2009 às 22:33
Meu caro; deixe-me elucidá-lo,...eu estou completamente resolvido ao contrário de você...e sabe porquê ?? Estive na guerra colonial em Angola ( não a brincar ás guerrinhas como você) aderi ao glorioso 25 (você onde estava nessa altura ??? nas bolas do seu pai provávelmente não ?)  participei activamente no PREC (você teve alguma participação? talvez no MRPP não? com o seu camarada Durão ? )  Caro..eu voto num partido realmente socialista que quer transformar a sociedade, e não como você que vem para aqui mandar postas de pescada,..já os topo de gingeira, você quer queira quer não é um lacaio Bilderberg, a voz do dono..portanto esteja mas é caladinho antes de dizer disparates acerca dos outros
De Luís Castro a 7 de Julho de 2009 às 02:35
Caro Mugabe,
quanta certeza no que diz.

Estive debaixo de fogo em Angola, na Guiné, no Zaire, no Congo, no Iraque, no Afeganistão, fui preso, agredido, tive de fugir, estou proibido de entrar em alguns países. E sabe porquê? Porque não me refugio no meu passado. Vivo o presente e denuncio. Olho o futuro e revolto-me.

E onde andou você durante todos estes anos?
Deixe-me adivinhar:
de mal com a vida!

Se quiser ser correcto e bem educado, (julgo que já terá mais do que idade para isso) continuarei a responder.
Caso contrario v ou passar a ignorá-lo.
Será o primeiro a quem o farei neste 17 meses que leva o blogue.
Não tenho tempo para perder com pessoas assim.

Passe bem.
Luís Castro
De mugabe a 7 de Julho de 2009 às 15:57
Pronto,..já perdeu o verniz e já me quer censurar, típico dos Media ocidentais fascsizantes como você. Debaixo de fogo é uma coisa (escondido) andar na trolha é outra bem diferente, não me queira ensinar isso por favor.

Depois, você denuncia não....apenas publica o que o seu chefe quer que seja publicado. Mas eu compreendo você tem que comer todos os dias. Outra,...olhe estou como o Vilarinho, estou-me cagando que você me responda ou não.
De André a 2 de Julho de 2009 às 23:12
Já não há sentido de humor em Portugal! :-)
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:21
Será que o deputado do PCP estava vestido de vermelho para justificar tal investida?
Eu, quando vejo uma mulher vestida de vermelho, começo logo a raspar os cascos...
Rsssss
LC
De mariali a 2 de Julho de 2009 às 23:36
Claro que foi empurrado!...
Teve azar de ser apanhado em flagrante.
Fico à espera para ver qual será o próximo que vai ser apanhado...
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:23
mas foi com essa bota?
rssssssssss
LC
De mariali a 5 de Julho de 2009 às 18:15
Foi com o que estava à "mão"...
De Luís Castro a 6 de Julho de 2009 às 16:35
Ou que estava "ao pé"?
LC
De Elsa Silva a 2 de Julho de 2009 às 23:52
Para mim, é e não é estratégia.
Após as eleições, a 7 de Junho, começaram a surgir uma série de mudanças de atitude:
Estratégia, “é preciso olhar com humildade para os resultados”,
Cansaço, “já não tenho idade para estar no Governo”…
Estão todos fartos e cansados. Não se demitem para mostrar que o Governo “continua” forte e com capacidade de trabalho.
Compreendo tudo isto, agora falta de educação, não.
Sem sombra de dúvida, este Governo está enfraquecido e a perder o rumo.

Bjs.
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:24
Dois em um.
LC
De Sílvia a 3 de Julho de 2009 às 00:08
Eu também acho que Manuel Pinho "foi empurrado".

Já estávamos habituados às polémicas do debate político na Madeira mas, agora na assembleia da república do continente admito que me surpreendeu.

Depois das ofensas verbais entre deputados, esta atitude de Manuel Pinho. Cada vez mais os políticos parecem ter menos credibilidade, pouco respeito pelo cargo que ocupam. A verdade é que todos eles nos representam.
O debate político na assembleia da república apresenta-se como um trabalho pouco sério.

Estas polémicas põem, cada vez mais, em causa a credibilidade toda a classe. Talvez isso também seja uma justificação para o desinteresse que temos da política.
De Luís Castro a 3 de Julho de 2009 às 18:25
Como diz João Jardim,
o que se passou no Parlamento é "uma coisa de meninos".
Claro, comparado com a Madeira...
Bj
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds