Domingo, 4 de Outubro de 2009

237 motivos para fazer sexo

Algumas, como Manuela Ferreira Leite, dizem que é para procriar. Outras, que é para ter prazer. A imensa e silenciosa maioria não diz nada. Faz ou não e pronto.

 

A 'Newsweek' desta semana revela no seu site um novo livro que aborda o tema: por que fazem sexo as mulheres. O tema é antigo e mantém a polémica, pelo que este é mais um contributo para a discussão.

 

 

Intitulado "Porque as Mulheres Fazem Sexo", o livro de Cindy Meston e David Busst, dois psicólogos da Universidade do Texas, tenta iluminar as complexidades da vida sexual feminina, dando palavra às próprias mulheres. Foram cinco anos de pesquisas e mais de mil mulheres entrevistadas. As respostas vão desde razões altruístas ("tinha pena dele") às vinganças e até à necessidade de resolver uma dor de cabeça. Literalmente.

 

Um inquérito online e sob anonimato realizado em 2007 deu origem ao livro de Meston e Busst, tendo identificado 237 razões para que os humanos tenha relações sexuais. No universo masculino domina a necessidade de diversão, mas o universo feminino revelou-se bastante mais complexo. Situação que se reflecte no facto de um quarto d s mulheres dizerem ser incapazes de ter orgasmos. "O sexo feminino depende muito mais do contexto em que acontece", afirma Meston à 'Newsweek'.

 

*** Notícia "Expresso" ***

 

 

 

publicado por Luís Castro às 11:36
link do post | comentar
43 comentários:
De Joana a 4 de Outubro de 2009 às 12:38
Felizmente acho que a maioria das mulheres faz sexo por prazar, e também acho que há muito homem que nos sabe dar o que queremos :)
Beijo
Joana
De Joana a 4 de Outubro de 2009 às 16:59
*prazer e não prazar :)
De Luís Castro a 4 de Outubro de 2009 às 22:33
Visto.
LC
De Luís Castro a 4 de Outubro de 2009 às 22:20
É um processo em que homem e mulher se vão conhecendo de forma a dar prazer ao parceiro/a.
Só assim é possível manter a chama.
Bjs
LC
De Anónimo a 4 de Outubro de 2009 às 13:11
Um bom livro... para os homens...? ;)

Somos complexas, mas não precisamos de ser decifradas num livro. Porque não antes cada um descobrir por si só? Não terá mais interesse?

Para além de que todos esses estudos e conclusões reduzem os homens a seres básicos demais, não? O que não será exactamente verdade em alguns casos... :)

Joana
De Luís Castro a 4 de Outubro de 2009 às 22:22
Concordo e repito o que escrevi no comentário anterior:
O segredo está em ir descobrindo o outro.
Ab.
LC
De filha do administrador a 4 de Outubro de 2009 às 13:29
o meu espanto vai sempre para a necessidade que continua a existir de lançar livros e artigos e debates sobre o assunto.
lembro-me de há muitos anos o sexo ser um tabú, algo para se esconder, feito em segredo, agora estamos no lado oposto.
será que é mesmo preciso falar tanto de sexo, amor?
tira-lhe a piada toda
De Luís Castro a 4 de Outubro de 2009 às 22:24
É um tema apelativo e que vende.
Para alguns, também ajuda ler umas coisas...
Bj
LC
De Cláudia a 4 de Outubro de 2009 às 13:40
Devo confessar que a razão 'tinha pena dele' nunca me tinha ocorrido! :-)
Bj.
C.
De Luís Castro a 4 de Outubro de 2009 às 22:26
É o pior sentimento que podemos ter pelo parceiro/a.
Bj
LC
De Cláudia a 4 de Outubro de 2009 às 23:56
Para além de que não deve contribuir nada para a qualidade do momento...
Bj.
C.
De Luís Castro a 5 de Outubro de 2009 às 00:37
Deve ser mais do que frete.
Bj
LC
De Cláudia a 5 de Outubro de 2009 às 00:49
Sexo e frete não combinam de modo algum.
Bj.
C.
De Luís Castro a 6 de Outubro de 2009 às 17:53
Em vez de "sexo forte", é "sexo frete"...
Bj
LC
De Cláudia a 6 de Outubro de 2009 às 18:39
Esse 'sexo frete' deve ser muito murcho, salvo seja! :-)
Bj.
C.
De Luís Castro a 7 de Outubro de 2009 às 14:02
ehehehehe
LC
De Sob/anónima a 4 de Outubro de 2009 às 21:37
Olá Luís
237 motivos?!!!
Eu acho que só há um.... uma boa "enroladela"!
É o melhor do mundo; sem limites, sem tabus e com o amado de há trinta anos!!
Beijos
De Luís Castro a 4 de Outubro de 2009 às 22:27
Eu já levo 25!
LC
De maria c a 4 de Outubro de 2009 às 23:42
vinte cinco? ja fez bodas de prata
De Luís Castro a 5 de Outubro de 2009 às 00:36
Mas casado há 19 anos.
LC
De José Fernandes a 6 de Outubro de 2009 às 22:32
Mas se fizeres bem as contas...
Reportagens, guerras e mais guerras, mais reportagens...
Deves estar casado há 6 ou 7 anos ... LOL

Beijinhos à Sílvia e um abraço para ti

JF
De Luís Castro a 7 de Outubro de 2009 às 14:10
Mas 6 ou 7 anos muito intensos e fantásticos!!!
Serão entregues.
Ab.
LC
De Pedro Oliveira a 6 de Outubro de 2009 às 09:51
Como diria alguém, o que importa é ler e não o que lê, como tal que se leia e já agora que se partique....
abraço e boa semana
De Luís Castro a 6 de Outubro de 2009 às 17:57
E que se aprenda qualquer coisita...
ehehehehe
Ab.
LC
De mariali a 6 de Outubro de 2009 às 11:57
Basta observar as diferenças entre as áreas erógenas do homem e da mulher, para verificarmos que na realidade são muito diferentes... E ainda bem.
De Luís Castro a 6 de Outubro de 2009 às 17:57
É na diferença que as pessoas se devem completar.
Mas nem sempre é assim!
Bj
LC
De Azoth a 6 de Outubro de 2009 às 14:54
E no cérebro? Ei ;-)
De Luís Castro a 6 de Outubro de 2009 às 17:58
ehehehehe
LC
De Ana Paula Albuquerque Almeida a 6 de Outubro de 2009 às 18:26
Bom tema para retomar o teu blog ao fim deste tempo todo porque me fez rir bastante.
Desconhecia que uma das zonas erógenas era o joelho. E eu que pensava que era um bom "instrumento" de defesa das mulheres!
Rssss
Falando a sério, acho que as questões de sexo não são tão lineares assim, quer para os homens, quer para as mulheres. Na qualidade de mulher, penso que o prazer pode estar em qualquer parte do nosso corpo.
Tudo depende da intensidade do que se sente pelo parceiro e sentirmos que somos correspondidas. Simultaneamente, é muito importante a forma como, chegado o momento, somos tocadas.

Bjs
De Luís Castro a 7 de Outubro de 2009 às 14:01
Parte do segredo está no toque... nem que seja no joelho!
Bj
LC
De Ana Paula Albuquerque Almeida a 7 de Outubro de 2009 às 14:13
Boa. Rsssss

Já agora, apanhaste-me outra vez no teu blog. Isto já não é uma questão de toque mas sim de 'feeling'.

Bjs
De Luís Castro a 7 de Outubro de 2009 às 14:34
Bj
LC
De Maria Araújo a 7 de Outubro de 2009 às 11:43
Parabéns pelo destaque. Tenho andado fugida de comentar, mas leio os posts.
Quanto a este assunto, só quero dizer que havendo partilha, carinho, vontade e jogos preliminares a "coisa" é boa para homens e mulheres.
Gostei da imagem.
Beijo
De Luís Castro a 7 de Outubro de 2009 às 14:22
Bjs
LC

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds