Domingo, 16 de Maio de 2010

Imagem de Bento XVI mudou ?

 

Fui Seminarista e estudei a fundo.

Tornei-me frontalmente contra a Teologia reinante no Vaticano.

 

Já aqui manifestei o meu distanciamento da religião na qual fui educado.

Tornei-me agnóstico – não confundir com ateu.

 

Esta semana fiquei curioso com algumas expressões e atitudes do Papa.

A Comunicação Social passou a ideia de que a viagem a Portugal

mudou a imagem de Bento XVI.

É verdade que mostrou simpatia, abertura e responsabilidade,

mas não chegou para me fazer mudar de opinião.

Não passa de palavras.

 

E a vocês?

 

Luís Castro

 

Não respondi aos vossos últimos comentários por manifesta falta de tempo.

Mas li com toda a atenção o que aqui escreveram durante estes dias.

Voltarei - como sempre fiz - a responder a todos os vossos comentários

publicado por Luís Castro às 19:03
link do post | comentar | ver comentários (16)
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

Multada por conduzir de burka

A polícia francesa alega que a indumentária lhe limitava os movimentos e reduzia o campo de visão.

 

O caso não se limita, no entanto, a uma infracção de trânsito,

e está a transformar-se num debate político intenso, como relata o correspondente da RTP em Paris, Paulo Dentinho.

 

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 20:49
link do post | comentar | ver comentários (24)
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Homilias de 7 minutos

Marcelo Rebelo de Sousa é especialista em “missas”.

E prepara-as bem, ao contrário do que fazem muitos padres.

 

 

Ontem, o professor lançou uma “fatwa” aos mais de 300 sacerdotes que tinha à sua frente, em Braga:

“A homilia deve ser curta e incisiva e com 2 ou 3 ideias fortes.

Tudo o que passe dos 7 minutos é estar a falar para as paredes.”

 

Nem mais, professor!

Eu já só vou à igreja quando ela está vazia e em silêncio.

É um excelente local para reflectir e pensar na vida.

 

Na verdade,

raramente trouxe novas mensagens de uma homilia.

Cansei-me dos sermões e das lições de moral.

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (48)
Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

A Igreja não somos nós?

Andamos neste mundo à procura de duas coisas:

De sobreviver e de sermos felizes.

 

 

Escrevi há dias um post cujo título era

“Sejam felizes e deixem os outros ser também!”

Respeito – embora nem sempre os compreenda – os valores da Igreja, mas não admito que os queiram impor a quem procura a “sua” felicidade. À sua maneira.

 

Hoje, o Papa voltou a defender a família “baseada no casamento entre um homem e uma mulher”. Entendo a mensagem, mas já não aceito a arrogância de dizer que Deus veio ao mundo no seio de uma família e que é nesta instituição que está o caminho seguro para O encontrar e conhecer.

 

Para além do casamento entre pessoas do mesmo sexo, o Vaticano continua a condenar o preservativo, o divórcio e o aborto.

Infelizmente a Igreja só compreende as Épocas depois de elas já terem passado.

 

Mas perdoem-me a pergunta:

A Igreja não somos nós?

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 00:20
link do post | comentar | ver comentários (73)
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Crucifixos crucificados

"É uma violação da liberdade religiosa dos estudantes".

 

 

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos decidiu:

Escolas com crucifixos na parede “violam o direitos dos pais educarem os seus filhos de acordo com as suas convicções”.

 

Concordo.

Apesar de mais de 80% dos portugueses serem  católicos, Portugal é um Estado laico.

Em 2005 foi aprovada uma lei que proíbe a exibição de símbolos religiosos nas escolas públicas, mas muitas mantêm os crucifixos na parede.

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 14:25
link do post | comentar | ver comentários (45)
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

A crítica e a Fé

“Deus é vingativo, rancoroso e má pessoa”, insiste Saramago

 

Eu li a Bíblia. Duas vezes.

E tenho de reconhecer que, por vezes, a Bíblia dá essa imagem de Deus.

 

Não li o livro de Saramago. De resto, nunca li qualquer livro do escritor – excepto as primeiras páginas do Memorial do Convento. Não gosto da sua escrita; não gosto da sua atitude perante Portugal.

 

Mas gostei do que acabou de dizer na conferência de imprensa:

“Afinal Portugal ainda é capaz de se mexer para criticar.”

 

O “Aqui não se toca!”, já lá vai. Ninguém está imune à crítica.

Mas também ninguém se pode outorgar ao direito de ferir a Fé dos outros.

São valores que nos distinguem dos extremistas e dos fundamentalistas.

Ou também somos?

Luís Castro

 

Responderei ainda hoje aos vossos comentários que estão pendentes.

Obrigado.

 

publicado por Luís Castro às 13:13
link do post | comentar | ver comentários (54)
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

Como ???

 

“A homossexualidade é uma anormalidade!”

 

 

 

Categorias: ,
publicado por Luís Castro às 21:28
link do post | comentar | ver comentários (50)

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Livros

"Repórter de Guerra" relata alguns dos conflitos por onde andei. Iraque, Afeganistão, Angola, Cabinda, Guiné-Bissau e Timor-Leste. [Comprar]



"Por que Adoptámos Maddie" aborda o fenómeno mediático gerado à volta do desaparecimento de Madeleine McCann. [Comprar]


Sugestões para reportagem



Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.
E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem.

Luís Castro
Editor Executivo
Informação - RTP

E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds