Sexta-feira, 13 de Agosto de 2010

Simplesmente lamentável

Já o escrevi várias vezes:

tenho um profundo respeito por todas as profissões que cuidam da nossa segurança.

 

No entanto, este vídeo para o qual o José Fernandes me chamou a atenção é, no mínimo, surreal.

Reporta a uma situação do mês passado, em Braga, quando um idoso entrou em contramão.

 

 

publicado por Luís Castro às 14:54
link do post | comentar
36 comentários:
De nemasparedesconfesso a 19 de Agosto de 2010 às 22:55
boa noite a todos... nao digam que o senhor nao foi multado porque se calhar ainda vai recebera multa em casa daqui a um ano como acontece a muito boa gente.
enfim é o país que temos
De Sara a 20 de Agosto de 2010 às 07:52
Bom dia.

Já tinha publicado no meu blog este vídeo que me chegou às mãos poucos dias depois. Lamentável sim foi a atitude do agente. Infelizmente tratou-se de um idoso que graças à ajuda alheia não sofreu com a sua distracção.

Volto a salientar: Mais lamentável que o erro do condutor é a incompreensível atitude do agente.

De Diana a 20 de Agosto de 2010 às 10:09
Bons dias a todos!
Em primeiro lugar gostaria de salientar que não em parece correcto nem justo que todos os agentes da autoridade sejam PSP, GNR, PJ entre outros sejam classificados da mesma maneira que este indivíduo. Existem bons e maus profissionais em todos os ramos e porque os nossos colegas não fazem devidamente o seu trabalho nenhum de nós gosta que a critica seja generalizada sendo também apontado como incompetente.
O que este sr. agente fez não foi nem bonito nem correcto... mas essencialmente considero que demonstrou uma falta de civismo, solidariedade e noção de entre-ajuda que me assusta mais do que o facto de estar ou não a cumprir correctamente o seu dever profissional uma vez que sendo alguém que está directamente relacionado com a segurança da população e o respeito pela lei falta-lhe o mais importante: civismo!
Quanto ao anónimo que "resolveu" a situação um grande bem-haja... assim como a todos os outros condutores que tiveram o bom-senso de não começar imediatamente a buzinar e a ofender os envolvidos.
Não sejamos cínicos. No fundo houve ali um pouco de sorte nas pessoas presente... porque com certeza numa situação semelhante poucos seriam aqueles que reagiriam como qualquer uma destas pessoas agiu.
De qualquer forma acho importante salientar que estas situações também poderiam ser minimizadas se as nossas estradas estivessem mais organizadas. Existe má sinalização, acessos a vias rápidas e a auto-estradas que são perigosas e que tem péssima visibilidade... Era bom que também falássemos nisso.

De Valter Branco a 23 de Agosto de 2010 às 18:16
Lamentavelmente eis um bom exemplo de como uma farda não faz o homem. O militar da GNR em vez de ter dito o óbvio ao idoso em questão devia ter estacionado a sua viatura e ter resolvido a situação, é para isso que é pago.

Na GNR, como em qualquer instituição há de tudo...
De Pedro a 23 de Agosto de 2010 às 20:10
No meio de tudo apareceu,um ser Humano com H grande...
De Sónia Pessoa a 23 de Agosto de 2010 às 21:43
Inacreditável! E olha que eu conheço bem o local e é muito fácil qualquer um de nós enganar-se como o senhor se enganou. Vergonhosa a (não)actuação da polícia. Que vergonha! Mas como em Braga nem tudo é mau, aqui fica um bom motivo para me pagares a promessa de me vires visitar... aí vai:
http://oslivrosqueninguemquisdaraler.wordpress.com/2010/08/24/fado-no-bairro-alto-em-braga/
Beijo grande
De Márcia a 24 de Agosto de 2010 às 15:18
Infelizmente a zona é propícia a enganos e acidentes constantes, o facto do Sr. ser idoso não será a justificação principal e apesar de nestas coisas a responsabilidade dever ser atribuída a nós condutores, a estrada não ajuda nada! Além daquelas entradas para a via principal que baralham muita gente, tem uma curva que desconfio foi patrocinada por algum sucateiro ou dono de oficina...só pode... é que está construída contra todas as regras da física, resultado, com chuva há acidentes e capotamentos constantes. Desconfio que a multa ainda vai aparecer a casa do Sr. acompanhada do respectiva fotografia a identificar a infracção...é que as passagens com a mala aberta sem intervir não auguram nada de bom...Enfim!
Bjinhos
De Mariali a 24 de Agosto de 2010 às 16:17
Lamentável, vergonhoso... Infelizmente é o pão nosso de cada dia o desrespeito, a humilhação, a falta de solidariedade pelos mais velhos, mais fracos, mais desprotegidos e até pelos que querem agir correctamente...
O Homem não tem emenda!
De Maria a 26 de Agosto de 2010 às 10:45
Ainda não percebi porque é que o Sr. Agente parou, não fez nada!!! limitou-se a andar ali a dar voltinhas...se não tinha como agir, não parava e agora não estava a ser alvo de chacota.

Caçar multas, é o que todos sabem fazer muito bem. Quando aparece assim um problema um pouco mais complicado bem... ficam completamente bloqueados, mas têm a mania que sabem tudo.
Mais formação se faz favor!!!
De Maria Araújo a 26 de Agosto de 2010 às 22:32
Olá. Vi este vídeo no programa "Cinco para a meia-noite". Nem queria acreditar no que via.
Sabem o que penso? O agente não devia ter sinalização no carro para poder parar o trânsito e resolver a questão.
Reparem que quer do lado da via onde o senhor transgrediu, quer do outro lado da via em que o agente aparece uns minutos depois, ele parou o carro, foi à mala e nada fez.
Penso que foi o que o impediu de ajudar.
Mesmo assim, foi uma atitude pouco correcta.
O senhor que que ajudou a resolver o problema, teve muito discernimento. E isso foi muito importante e de grande valor.
Beijinho, Luís.

Comentar post

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds