Sábado, 27 de Setembro de 2008

Quedas de Kalandula

E ainda há quem me pergunte o que tem Angola de tão especial!

 

As quedas de água de Kalandula, antigamente conhecidas por Duque de Bragança, são as maiores de Angola e as segundas maiores de África, depois  das quedas Victória, entre a Zâmbia e o Zimbabué.

 

As quedas Victória têm 1,7 km de comprimento e 108 metros de altura.

As quedas de Kalandula têm 410 metros de comprimento e 105 de altura.

Conseguem imaginar o som da água a cair desta altura?

Tal como as de Victória, aqui o “fumo” também trovoa!

 

Agora imaginem o que será no tempo das chuvas (Outubro/Abril) e quando forma um arco-íris na sua base.

 

O Fernando e o António lavam as motorizadas no cimo da cascata gigante.

 

Sérgio Ramos, o repórter de imagem da RTP, filma do miradouro.

 

A continuação do rio Lucala, um dos afluentes do rio Kwanza, o maior rio de Angola com mil quilómetros de comprimento.

 

 

Quedas de Kalandula

(80 km de Malange e 450 Km de Luanda)

Luís Castro

 

publicado por Luís Castro às 14:21
link do post | comentar
79 comentários:
De Celmira Vale De Brito a 5 de Outubro de 2013 às 12:13
Eu amo a minha província, por ter beleza incomparável, sem igual, única. As quedas de Kalandula, as maiores e melhores d Angola. Malanje de natureza é realmente maravilhosa.
De Celmira Vale De Brito a 5 de Outubro de 2013 às 12:16
Eu amo a minha província, por ter beleza incomparável, sem igual, única. As quedas de Kalandula, as maiores e melhores d Angola. Malanje de natureza é realmente maravilhosa.
De Ekjania Nascimento a 2 de Outubro de 2014 às 14:43
Bem...
É sem dúvida um dos meios de procurar aproximar pessoas de várias localidades, sendo um centro turístico unicamente estável à fim de elevar cada vez mais o capital e a economia do nosso belo país é também a forma mais segura e reconhecida de conhecer novas localidades próximas dessa lknda paisagem!
Ekjania Nascimento estudante de Gestão de Hotelaria e Turismo
De Manuel Miranda a 30 de Outubro de 2016 às 23:37
Para além das quedas lindas de Kalandula, a querida ANGOLA tem belezas naturais que ultrapassam a imaginação de qualquer ser humano: Pedras de Pungo Andongo, pedras do Alto Hama, fenda da Tundavala, costa marítima entre Luanda e a foz do Cuanza; a descida na estrada do Lubango para a planície do Namibe com as suas lindíssimas curvas, que vistas de cima, parecem uma enorme giboia a descer a serra; o deserto do Namibe com a sua flor gigante Velvichia mirabilis; a chana do Chinporo no Cuando Cubango, onde apenas quem conseguia orientar-se no meio do nada, não se perdia (obrigado Julio e Mateus, da vila do Caiundo, dois homens angolanos que ali me acompanharam na caça); O rio Cuando Cubango, que no tempo das chuvas (Janeiro, Fevereiro e Março) obrigava a contorná-lo mais 50 Kms, para se entrar de novo na picada mais á frente apenas 50 ou 100 metros; e tantos tantos outros locais que só ANGOLA tem.
De Antero Patrício Nunes a 16 de Setembro de 2017 às 14:43
Estive lá em 1962 porque o meu poderão esteve lá estacionado e no Cuale, junto à Baixa do Cassange. Tenho imensas saudades de tanta beleza!
De Antero Patrício Nunes a 16 de Setembro de 2017 às 14:49
Queria dizer pelotão e, não sei como, apareceu outra pa!avra. Estive lá como militar
De Anónimo a 2 de Janeiro de 2018 às 14:07
estive lá por duas veses, é inclivelmente maravilhosa.
Somos abensoados por ter este forte cartão postal no nosso país

Comentar post

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds