Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

E se for em Portugal?

 Acredito que um dia Lisboa será visada.

 

A verdade é que Portugal tem assumido uma exposição internacional que o coloca em rota de colisão com os terroristas.

 

 

http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=376114&tema=31

 

Será que estamos preparados para um ataque terrorista?

Será que os Serviços de Informação do Estado estão dotados de meios tecnicos e humanos para controlar pequenos grupos que têm germinado e que poderão servir de base de apoio para um atentado?

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 19:19
link do post
De CN a 4 de Dezembro de 2008 às 21:49
Olá Luís.
Claro que Portugal poderá ser visado num ataque terrorista! Além de várias razões, é fácil fazê-lo cá. Porque não o fizeram ainda? Porque não quiseram.

Também não tem havido grande interesse nisso- Portugal tem pouca expressão no Mundo e proporciona um "refúgio" maravilhoso às mais variadas espécies de criminosos/terroristas.

Não! PORTUGAL não está dotado de meios técnicos e humanos para fazer qualquer controle (nem legislação ou mentalidade). Temos tido sorte e tem havido sempre alguém que "esbarra" no criminoso/terrosista.... Acredite no que digo.

Outra coisa; para haver um controlo mais apertado, levantar-se-iam logo alguns "iluminados" a acusar o Governo de "ditadura" e da perda de direitos e afins...
(ex: vejam-se as opiniões sobre a colocação de câmaras de filmar nas ruas...- nós é que somos espertos! Os burros dos Ingleses não sabem o que fazem...)

Não estamos preparados para qualquer ataque terrorista, como não estamos preparados para a queda de um avião sobre a cidade de Lisboa, etc.. (grandes catástrofes).

É a minha opinião- vale o que vale.

Um abraço
CN
De Luís Castro a 4 de Dezembro de 2008 às 22:01
Carlos,
olhe que Portugal ganhou importância e notoriedade (positiva e negativa) desde que passou a integrar missões de Apoio à Paz no mundo árabe.
E quando por lá passo, oiço muitas opiniões sobre Portugal e a forma como consideram os nossos soldados.
Acham que são invasores.
Isso preocupa-me.
Muito!
Lc
De Ana Paula Albuquerque Almeida a 5 de Dezembro de 2008 às 14:41
Boa tarde Luís,

Apesar dessa notoriedade, Portugal ainda não representa uma verdadeira ameaça. A posição do nosso país não é muito marcante a esse ponto. Mas esta é a forma como nós pensamos e que consideramos normal. Contudo, se conseguirmos pensar como um terrorista (já te apercebeste de que não sou, embora às vezes me apetecesse, mas ficar-me-ia por uns murros), apesar de os soldados portugueses estarem apenas envolvidos em missões de paz e ajuda humanitária, tudo muda de figura.
Independentemente do cariz da missão que os soldados estão a desempenhar, não invalida que alguém possa lembrar-se, um dia, de fazer-nos"pagar" por isso, porque lá está, somos vistos como invasores. A nossa ajuda não agrada a toda a gente!
Não deixo de dormir a pensar no assunto mas quando me lembro (agora foste tu que me lembraste) preocupo-me porque não estamos minimamente preparados e deveríamos estar, pelo menos conscientes da possibilidade de tal acontecer.
O fanatismo torna tudo possível e, como já deu para perceber, o factor surpresa é um dos "princípios basilares" do terrorismo.

Bjs
De Luís Castro a 5 de Dezembro de 2008 às 22:44
Mas Lisboa está na rota dos apetites das redes terroristas.
Por enquanto, ao que dizem! - mais por passagem.
Mas até quando?
Ab.
LC
De Ana Paula Albuquerque Almeida a 6 de Dezembro de 2008 às 00:30
Se a pergunta é mesmo para mim, não sei responder-te ou será que não acreditas que não sou mesmo terrorista? Já sei. Pensas que ando disfarçada de loira?!
(É só mais um momento de boa disposição)

Bjs.
De Luís Castro a 6 de Dezembro de 2008 às 17:20
Nunca vi um/uma terrorista loiro/a...
rs...rs...rs...
Bjs e bom fds
LC
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Reportagem Angola - 1999



Reportagem Iraque - 2005


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Guiné - 2008


Reportagem Afeganistão - 2010

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds