Domingo, 1 de Março de 2009

Sócrates vira à esquerda

 

"Sou um socialista free-lancer."

 

 

Vital Moreira, um ex-comunista à frente do PS para as eleições Europeias.

O professor de Direito da Universidade de Coimbra diz que a sua posição de independente em nada “danificará” o seu empenho.

 

Confesso que fiquei surpreendido.

É verdade que Vital Moreira é apoiante do PS desde 1991, participou nos “Estados Gerais” em 1994/95, foi candidato independente nas listas socialistas em 1995 e está envolvido nas “Novas Fronteiras”, mas esperava mais.

 

Sem tirar o valor que Vital Moreira indiscutivelmente merece, esperava um cabeça de lista mais forte, até porque as “Europeias” não deixarão de ser olhadas como um barómetro para o PS e para Sócrates.

 

E vocês – socialistas e não socialistas – o que acham da escolha de Sócrates?

 

Luís Castro

publicado por Luís Castro às 12:00
link do post | comentar
22 comentários:
De Luis Melo a 1 de Março de 2009
Sócrates mais uma vez foi, como se costuma dizer, "rato". Vital Moreira já algumas vezes discordou do governo, o que lhe dá crédito e imparcialidade. Vital Moreira veio do PCP, o que colhe simpatia mais á esquerda. Vital Moreira não está conotado com nenhuma direcção recente do partido, o que o deixa fora de polémicas como "Casa Pia" ou "Freeport".

A escolha de Vital Moreira é, portanto, uma questão apenas táctica e não política. José Sócrates tenta com esta escolha, apenas ludibriar mais uma vez o povo português. Aliás, é mais do que óbvio que existiriam figuras, politicamente muito mais fortes do que o autor de Causa Nossa.
De Luís Castro a 3 de Março de 2009
Vital Moreira é credível mas não cria empatia.
LC

Comentar post

Perfil

Jornalista desde 1988
- 8 anos em Rádio:
Rádio Lajes (Açores)
Rádio Nova (Porto)
Rádio Renascença
RDP/Antena 1

- Colaborações em Rádio:
Voz da América
Voz da Alemanha
BBC Rádio
Rádio Caracol (Colômbia)
Diversas - Brasil e na Argentina

- Colaborações Imprensa:
Expresso
Agência Lusa
Revistas diversas
Artigos de Opinião

RTP:
Editor de Política, Economia e Internacional na RTP-Porto (2001/2002)
Coordenador do "Bom-Dia Portugal" (2002/2004)
Coordenador do "Telejornal" (2004/2008)
Editor Executivo de Informação (2008/2010)

Enviado especial:
20 guerras/situações de conflito

Outras:
Formador em cursos relacionados com jornalismo de guerra e com forças especiais
Protagonista do documentário "Em nome de Allah", da televisão Iraniana
ONG "Missão Infinita" - Presidente

Obras publicadas:
"Repórter de Guerra" - autor
"Por que Adoptámos Maddie" - autor
"Curtas Letragens" - co-autor
"Os Dias de Bagdade" - colaboração
"Sonhos Que o Vento Levou" - colaboração
"10 Anos de Microcrédito" - colaboração

Pesquisar blog

Arquivos

Abril 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Junho 2015

Maio 2015

Fevereiro 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Categorias

política

economia

angola 2008

iraque 2008

sexo

afeganistão 2010

mau feitio

televisão

eua

mundo

amigo iraquiano

futebol

curiosidades

telejornal

saúde

iraque

missão infinita

religião

repórter de guerra - iraque

euro2008

guiné

humor

repórter de guerra - cabinda

acidentes

criminalidade

jornalismo

polícia

segurança

solidariedade

rtp

sociedade

terrorismo

afeganistão

caso maddie

crianças talibés

desporto

diversos

férias

futuro

justiça

todas as tags

subscrever feeds